Lava Jato denuncia secretário de Doria e mais 10 por corrupção

Foto: Cristiano Mariz

 

A força-tarefa da Lava Jato do MPF (Ministério Público Federal) no Rio de Janeiro denunciou o ex-ministro e secretário licenciado de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy, e outras 10 pessoas pelos crimes de corrupção, peculato, fraude a licitações e organização criminosa, informou nesta terça-feira (18) o órgão.

As investigações apontaram que Baldy — que foi ministro das Cidades do governo Michel Temer — e um primo dele envolveram-se em crimes que começaram a partir da intermediação de pagamentos para uma organização de saúde em Goiás, segundo o MPF.