Lewandowski decide que acordos de redução de salário só terão validade após manifestação de sindicatos

Imagem: reprodução

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta segunda-feira (6) que os acordos de redução de salário e jornada de funcionários de empresas privadas apenas terão validade após a manifestação de sindicatos. A medida faz parte do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda para evitar com que as empresas demitam durante o período da crise provocada pelo novo coronavírus. Se os sindicatos não se manifestarem, o acordo fica valendo.

Leia a matéria completa no site Justiça Potiguar.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    Bolsonaro e equipe já fizeram a sua parte para manutenção do emprego, aí vem os opositores para bloquear as medidas.
    Minha conclusão é a seguinte os sindicatos não entrarão em acordo a medida é bloqueada pelo STF, as empresas tem que demitir empregados ou entram em falência demitindo todos..
    Boa medida seu ministro, parabéns!!!!👏👏👏👏👏👏

  2. Ivan disse:

    Melhor demitir logo…

  3. Carlos disse:

    Será que pra demitir, vai ter que entrar em acordo com os sindicatos?

  4. Carlos disse:

    Quero saber quem será o culpado, quando o empresariado, começar a demitir, por falta de condições de arcar com os custos. Esses Deuses do supremo nunca assumiram a culpa por nada. Eu sendo empresário, com trinta funcionários, demitiria, a metade logo.

COMENTE AQUI