Política

“Lula é o maior bandido que o Brasil já teve” e “Bolsonaro é doido e mentiroso”, diz Senador Styvenson

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Styvenson Valentin não poupou o ex-presidente Lula e o atual presidente Jair Bolsonaro e disse que não votaria em nenhum dos dois. Para o senador, “Lula é o maior bandido que o Brasil já teve” e “Bolsonaro é doido e mentiroso”. As informações são do Blog de Tulio Lemos.

Sobre o ex-presidente Lula, Styvenson disse mais: “Se estão dizendo que esse Lázaro aí é perigoso. Perigoso é Lula que tá solto.”

A respeito de Bolsonaro, o senador disse ainda que o presidente “prometeu um monte de coisa e não cumpriu. Disse que ia intensificar o combate à corrupção e não fez. Desandou tudo. Disse que não ia ceder ao toma lá dá cá e o que vejo é um festival de distribuição de emendas”, finalizou.

Opinião dos leitores

  1. E vc quem é? senador covarde e mentiroso, que não se posiciona em nada a favor do nosso estado, é um inerte e incompetente.

  2. Esse cidadão foi eleito GRAÇAS ao Bolsonarista.
    Eu mesmo votei nele.
    Na próxima eleição ele não ganha mais nem pra Vereador.

  3. Desculpe Bg e equipe mas não entendi o motivo de mostrar que um senador não vai votar no Lula ou Bolsonaro.
    Ele vai votar em quem?
    Por que ele vai votar?
    E ainda perco meu tempo para questionar.

  4. Cuide em fazer o pezinho de meia.
    Mandato é só esse.
    Acabou!!!
    Muito fraco o seu desempenho no senado federal.
    Fraquíssimo.

  5. Diz ai ao Senador, que prender drogas, e um trabalho contra os corruptos, ou ele como militar da gloriosa policia militar do RN, não sabe disso.

    1. Queria saber o que ele faz em prol do combate a drogas no RN? pq se tem uma coisa que o governo federal combateu e continuará combatendo é corrupção e drogas. #2022ébemali

  6. Lula é o maior bandido que o Brasil já teve” e “Bolsonaro é doido e mentiroso o senador Styvenson e policial que so prendia bebo ele não ganha mais o meu voto esse senador cu

  7. E vc senador a maior decepção do RN. Se pudesse com certeza queria a devolução do meu voto. Ter autoridade com pais de família era fácil, KD sua autoridade e poder?

  8. Só bota messe povo quem tem alguma interesse por trás, porquê se vc catar pensando no país são duas bombas.

  9. Senador pilantra. Culpa do povo do RN que inventou esse artista. Era um péssimo policial e se tornou um político medíocre.

  10. É o senador está certo, apesar dele também está deixando a desejar como senador, mas sobre essa análise ele está coberto de razão, que situação chegou nosso país os dois maiores líderes são: um doido e um bandido ladrão.

  11. Sou Policial e digo esse rabisco de senador é apenas um boneco amostrado que faz parte da pior bancada de estado do Brasil

    1. Sou irmão de farda, e concordo com o que vc diz, por mais q se ache esse senador que fala não é o bastião da moralidade do Brasil.

  12. Concordo com você, mais prefiro votar num doido, do que num ladrão, em relação a você é outro político CANALHA

  13. Esse não serve pra ser governador.
    É um mal político na questão de arregimentar, não sabe fazer política, é nais um que caso fosse eleito, i Estados paralizava, além do que está.
    O melhor e Rogério, na dobradinha com Bolsonaro.
    Sabe trabalhar, sabe fazer política.
    O RN, deslancha.
    Do contrário, é daí pra pior.
    Fátima é política, mas o governo é ruim, não tem cérebro, não exister projetos.

  14. E o senhor um parlamentar sem brilho e que decepciona os seus eleitores que o elegeram! Só blá blá e nada MAIS

  15. Tai, gostei, se continuar será o próximo governador desse estado abandonado por todos. Fora a esses políticos que já estão aí há anos.

  16. O RN está muito bem representado no senado. O pior é esse cidadão que elegeu-se às custas dos votos de Bolsonaro e agora quer dar uma de superior. Devia voltar a trabalhar no trânsito.

  17. O eleitor consciente e que não sofra da doença do fanatismo, concorda com o Senador Styvenson. A alternância do poder é salutar à democracia. Precisamos de novas opções nas próximas eleições.

    1. Quem vc sugere diz aí sabichão?
      Que tal Dória? ou quem sabe Hulk!, talvez João Amoedo, Ciro (lula 2), ou a volta da Dilma boladona rsrsr. Cabo Daciolo “Glória a Deus”, Marina silva ser que aparece só de 4 em 4 anos, Ronaldo Calhado, Serra, Alckimim etc… esqueci alguém? Fico com o doido que enfrentou tudo e todos até agora sem medo, é verdade que teve que se render em alguns pontos para o centrão, pq em país que o presidente não manda e sim o senado, câmara e STF é difícil fazer o que realmente quer.

  18. Em vez de falar mal dos outros, o senador poderia fazer mobilizações no senado para pir um basta nos desmandos do STF.

    1. Esse senador e um babaca, não representa nada pra o nosso Estado, elegemos a pior bancada de senadores

  19. Realmente não aprovo certas atitudes e ações desse Senhor Senador mas nessa declaração/entrevista está totalmente CORRETO!

    1. E aí? Para o senador quem é o bonzinho? Hadad ou Ciro?
      Conversa mais sem noção.!!!!!

  20. Era bom que essa empáfia toda de stysenson fosse usada pra colocar o STF nas suas devidas funções, o que é prerrogativa do senado.

    1. Quem é Styvenson na fila do pão da política nacional?

    2. Styvenson foi um dos que teve coragem de assinar a favor da CPI da “Lava-Toga”, mas o Flávio “Wonka” Bolsonaro conseguiu derrubar…

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN tem a menor letalidade por covid desde 2020; vacinação é a principal causa

Foto: Renê Carvalho / Secom

O mês de janeiro de 2022 registra o menor índice de letalidade por covid-19 desde o início da pandemia. A taxa que já chegou a 3,38% em julho de 2020 está em 0,42%, de acordo com dados do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LAIS/UFRN). Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a taxa representa a proporção de pessoas diagnosticadas com a doença que morrem em decorrência da infecção.

Em outras palavras, das 18.448 pessoas que se infectaram com o coronavírus até 26 de janeiro deste ano, 0,42% faleceram em decorrência da doença, isto é, 77 óbitos. O fenômeno ocorre dentro do que os especialistas chamam de terceira onda, período entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022, quando houve crescimento de 280% no número de casos de um mês para o outro. De acordo com o coordenador do LAIS, Ricardo Valentim, o Estado vive uma fase determinante para o controle da pandemia.

“Isso significa que nós iniciamos o processo de saída da pandemia. Ainda vai demorar um tempo para a OMS declarar isso porque existem países muito pobres, que ainda estão longe. Mesmo assim reduzir a letalidade hoje em relação ao grande número de casos é um indicativo muito positivo. Estamos no início do processo de transição de pandemia para endemia. É muito provável que daqui a um tempo, a pandemia de covid se torne endêmica no Rio Grande do Norte, assim como é a da H1N1, síndromes gripais e a dengue”, diz.

Ainda de acordo com o pesquisador, a vacinação foi o principal fator para o Estado atingir a menor letalidade da covid-19 em quase dois anos de pandemia. Ele acrescenta que a tendência é que a taxa de letalidade continue decrescendo com o aumento da testagem. “São os dois principais fatores: vacinação e aumento da capacidade de testagem. Estamos chegando próximo da letalidade real, que é bem mais baixa. Essa letalidade que temos é feita em cima dos óbitos e dos casos positivos”, explica.

A terceira onda da doença é também a menos letal. Um estudo apresentado pelo Comitê Científico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) apontou que a vacinação reduziu a taxa de letalidade pela covid em 4,7 vezes. O levantamento compara a taxa de 0,67% da terceira onda (de dezembro de 2021 a 21 de janeiro de 2022) com a os índices de 1,8% da segunda onda (de março a julho de 2021) e de 2,9% da primeira onda (entre maio e julho de 2020).

O estudo também diz que, se a terceira onda estivesse ocorrendo nas mesmas condições da primeira (maio a julho de 2020), quando não havia vacina disponível, o número de óbitos chegaria a 638. Além disso, segundo o estudo, caso a terceira onda estivesse ocorrendo nas condições iguais às da segunda (março a julho de 2021), quando a campanha de vacinação estava em velocidade longe da ideal, o total de óbitos seria de 400, ou seja, 267 óbitos a mais do que o contabilizado entre dezembro do ano passado e 21 de janeiro deste ano.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Desemprego recua, mas ainda atinge 12,4 milhões de brasileiros

Foto: Reprodução / Agência Brasil

A taxa de desemprego recuou 1,6 ponto percentual e caiu para 11,6% no trimestre encerrado em novembro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (28/1).

O número de desempregados diminuiu 10,6% nessa mesma comparação com o trimestre anterior, chegando a 12,4 milhões. Trata-se de uma redução de 1,5 milhão de pessoas. Quando comparado ao mesmo período do ano anterior, houve queda de 14,5%, o que equivalente a 2,1 milhões brasileiros a menos em busca de trabalho.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada hoje pelo IBGE.

“Esse resultado acompanha a trajetória de recuperação da ocupação que podemos ver nos últimos trimestres da série histórica da pesquisa. Esse crescimento também já pode estar refletindo a sazonalidade dos meses do fim de ano, período em que as atividades relacionadas principalmente a comércio e serviços tendem a aumentar as contratações”, explica a coordenadora de Trabalho e Rendimento do IBGE, Adriana Beringuy.

Rendimento médio

O rendimento real habitual caiu 4,5% frente ao trimestre anterior e 11,4% em relação ao mesmo trimestre de 2020. O indicador foi estimado em R$ 2.444 no trimestre encerrado em novembro — o menor já registrado pela série histórica da pesquisa, iniciada em 2012.

Metrópoles 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Celebridades

BBB 22: Luciano testa positivo para covid-19 dois dias após ser eliminado do reality

Foto: Reprodução / Globo

Eliminado na terça-feira (25) do Big Brother Brasil, Luciano Estevan recebeu diagnóstico positivo para covid-19 nesta quinta-feira (27). O ex-integrante do reality show tinha participação no programa Fora de Casa, do Gshow, mas foi vetada devido ao teste positivo para a doença. Na sua conta do Twitter, foi informado que ele está bem e sem apresentar sintomas.

“Sim, o Lu testou positivo para Covid-19. Mas, fiquem tranquilos, está tudo bem. Ele e a namorada estão sem sintomas e agora precisarão cumprir todos os protocolos sanitários. Ao longo dos dias novos testes serão realizados. Obrigado pelas mensagens de apoio” diz a mensagem publicada no Twitter.

Não há confirmação se Luciano já estaria com covid-19 dentro da casa do BBB. A Globo, emissora que transmite o programa, ainda não emitiu posicionamento sobre o caso.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Drive-thru de testagem para covid-19 na Arena das Dunas tem longa fila de carros na abertura

Foto: Julia Galvão

Uma longa fila foi registrada na abertura do novo drive de testagem para covid-19, que iniciou atividades nesta sexta-feira (28) no Arena das Dunas, zona Sul de Natal. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o funcionamento será das 8h às 15h, com entrada pelo acesso da avenida Prudente de Morais, por 10 dias ininterruptos até o dia 06 de fevereiro. A medida busca desafogar o sistema de testagem para covid-19 devido ao considerável aumento na procura, tanto na rede pública quanto privada.

Os exames utilizados são testes rápidos para covid/antígeno com coleta swab nasofaríngeo, com o resultado disponível em até 24h. Para fazer o teste é necessário que a população leve impresso e preenchido o formulário com dados da pessoa a ser testada, disponível no site da https://vacina.natal.rn.gov.br/. O secretário George Antunes assegura que os Centros de Síndromes Gripais do Cemure e Nélio Dias vão continuar em funcionamento, focados no atendimento de pessoas com sintomas leves, desafogando o trabalho das UPAs da cidade. Nos Centros, a população tem consulta médica, dispensação de medicação e testagem para Covid.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Com UTIs pediátricas lotadas, RN tem fila de crianças à espera de leitos para Covid

Foto: Sérgio Henrique Santos

Todos os leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para Covid-19 disponibilizados ao público infantil na rede pública de saúde do Rio Grande do Norte amanheceram ocupados, nesta sexta-feira (28), segundo confirmou ao g1 a Secretaria Estadual de Saúde.

Com isso, o estado registra fila de espera de crianças à espera de leito pediátrico para Covid-19. São pelo menos 8 pacientes.

A rede pública estadual tinha 13 leitos de UTIs pediátricas pela manhã, sendo 10 no Hospital Maria Alice Fernandes, em Natal, e três pactuados com o Hospital Wilson Rosado, em Mossoró, no Oeste potiguar.

Dois desses leitos foram abertos na noite entre a quinta (27) e esta sexta (28) e o governo diz que a equipe trabalha para conseguir abrir pelo menos mais seis leitos de UTIs pediátricas ao longo desta sexta-feira (28). Ao longo dos próximos dias, a rede pretende abrir 16 leitos críticos e 27 clínicos voltados ao público infantil.

Entre os pacientes na fila de espera por um leito, há crianças com idades entre 0 e 14 anos. A maioria tem menos de 10 anos de idade. Quatro têm menos de cinco anos de idade.

g1 RN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

[VÍDEO] FENÔMENO NATURAL: Tromba d’água é vista no litoral Norte do RN

Uma tromba d’água foi flagrada na tarde desta quinta-feira (27) na Praia de Perobas, que fica entre os municípios de Touros e Rio do Fogo, no litoral Norte potiguar. O fenômeno foi registrado por moradores e turistas no local.

O formato é semelhante a o de um pequeno tornado, o que chamou a atenção dos que presenciaram o momento.

De acordo com o meteorologista Gilmar Bistrot, o fenômeno se trata de uma tromba d’água.

“Ocorre quando da formação de nuvem tipo CumulusNimbus, que tem baixa pressão no seu centro, sugando o ar circunvizinho. Quando toca a superfície, se for líquida, forma uma coluna de água em direção à nuvem. Se for em terra, forma uma coluna de poeira”, explicou.

g1 RN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

PANDEMIA: Estados Unidos registra 723 mil novos casos de covid-19 e 3,5 mil mortos em 24 horas

Os Estados Unidos registraram 1.083.948 novos casos de Covid-19 nesta segunda-feira (3), de acordo com o jornalista Renato Souza.

O número não chega a ser um recorde, mas é alarmante. No último dia 3, Os Estados Unidos registraram 1.083.948 novos casos de Covid-19.

Ainda segundo a informação do jornalista, foram contabilizadas 3,5 mil mortes, próximo do recorde de 4.442 há quase um ano, em 20 de janeiro de 2021, quando os Estados Unidos ainda estavam no início de sua campanha de vacinação.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Quase 1 milhão de crianças tomaram a 1ª dose da vacina contra Covid

Nove estados e o Distrito Federal divulgaram números da vacinação de crianças entre 5 e 11 anos: Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima, Rio Grande do Sul e São Paulo. No total, 979.937 doses foram aplicadas em crianças, que estão parcialmente imunizadas. Este número representa 4,78% da população nessa faixa de idade que tomou a primeira dose.

A população brasileira acima de 5 anos que está parcialmente imunizada é de 82% e a população acima de 5 anos que está totalmente imunizada é de 74,6%. Nos dois casos, a grande maioria do percentual é formada pela população adulta.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Objeto espacial misterioso emite ondas de rádio a cada 18 minutos

O Murchison Widefield Array capturou a Via Láctea em frequências de rádio. As frequências mais baixas são vermelhas, as frequências médias são verdes e as mais altas são azuis. O ícone de estrela mostra o objeto misterioso Natasha Hurley-Walker/CRAR/Curtin/Gleam ICRAR
Enquanto mapeavam ondas de rádio do espaço, astrônomos encontraram um objeto celeste liberando rajadas enormes de energia – e ele não se parece com nada que já viram antes.

O objeto espacial giratório, avistado em março de 2018, liberava radiação a três vezes a cada hora. Nesses momentos, se tornava a fonte mais brilhante de ondas de rádio visível da Terra, atuando como um farol celestial. A imagem mostra a Via Láctea vista da Terra, e o ícone de estrela marca a localização do objeto desconhecido / Natasha Hurley-Walker/CRAR/Curtin/Gleam.

Astrônomos acreditam na possibilidade de que sejam restos de uma estrela que colapsou, ou uma estrela de nêutros densa, uma estrela branca anã morta com um campo magnético forte – ou pode ser algo completamente diferente.

“O objeto estava aparecendo e desaparecendo por algumas horas durante nossas observações”, disse a autora líder do estudo, Natasha Hurley-Walker, astrofísica do ramo da Universidade Curtin do Centro Internacional para Pesquisa em Radioastronomia, em nota.

“[Encontrar o fenômeno] foi completamente inesperado. Foi um pouco assustador para uma astrônoma, porque não há nada conhecido no espaço que faça isso [iluminar-se tanto e emitir ondas de rádio com tanta frequência]. E está relativamente próximo de nós, a cerca de 4 mil anos-luz. Está em nosso quintal galático”.

CNN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Dinamarca deixa de considerar Covid como doença “crítica” e elimina restrições

No dia 1º de fevereiro, a Dinamarca vai eliminar todas as restrições impostas na quarta onda da pandemia, apesar do número recorde de contágios, devido ao menor risco da variante Ômicron e ao elevado número de imunizados, anunciou o governo do país.

A Covid-19 vai deixar de ser considerada uma doença “crítica” para a sociedade, o que vai implicar a extinção das medidas atuais: deixarão de ser usadas máscaras em espaços fechados e desaparecerão as restrições nos restaurantes, na vida cultural e social, e as casas noturnas reabrirão.

“Estamos prontos para sair da sombra do coronavírus, nos despedimo das restrições e saudamos a vida que tínhamos antes. A pandemia continua, mas já passamos da fase crítica”, disse a primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, em coletiva de imprensa.

Mette Frederiksen falou de um “marco” e de uma “transição” para uma nova fase, sublinhando que a decisão tem o aval da comissão científica que auxilia o Governo desde o início da pandemia da Covid-19.

“Pode parecer estranho e paradoxal que eliminemos as restrições com níveis atuais de contágio, mas devemos olhar para mais números. Um dos mais importantes é dos doentes graves e essa curva foi partida”, disse.

A Dinamarca, que é um dos países que mais testa contra a Covid-19 no mundo, registou 46.747 novos casos nas últimas 24 horas, nove vezes mais do que há um ano no pico da segunda onda, mas contabiliza apenas 938 internados, 50 a menos do que em 2021.

IstoÉ

Opinião dos leitores

  1. Dinamarca segue Inglaterra e Espanha, em breve todos os países agirão desta forma , estão vendo a realidade que o Bolsonaro sempre falou, nenhum país sobrevive tanto tempo com “a economia agente vê depois” Essa variante é menos mortal mas continua matando e muito, inclusive os vacinados.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *