Mais de 30 advogados se reúnem em apoio a Rodrigo Menezes

Foto: Divulgação

Mais de 30 advogados se reuniram esta semana em apoio à candidatura do advogado Rodrigo Menezes para o Quinto Constitucional do Tribunal Regional do Trabalho (TRT). O encontro foi organizado pelo advogado Marcelo Maranhão, que também declarou apoio a outros candidatos. Marcelo defendeu o nome de Rodrigo lembrando da sua história de militância trabalhista e trajetória com serviços prestados em prol da advocacia potiguar.

Rodrigo agradeceu o apoio e lembrou que esse encontro só fortalece o projeto. “Esse projeto não é meu. Foi um projeto construído com vários advogados militantes e com vários que não são. Acho que essa reunião só mostrou que estamos no caminho certo e que a nossa campanha cresce a cada dia”, disse.

Rodrigo Menezes é advogado trabalhista com mais de três mil processos em todas as Varas do Estado defendendo tanto reclamantes, quanto reclamados. É pós-graduado e professor de pós-graduação em Direito do Trabalho. Atualmente, ele é presidente licenciado da Associação Norte-rio-grandense dos Advogados Trabalhistas (ANATRA) para concorrer sob o número 72, mas já ocupou diretorias na Associação Brasileira dos Advogados Trabalhistas (ABRAT), Caixa de Assistência (CAARN), além de membro de comissões como a dos Advogados Trabalhistas (COMATRA) da OAB, de Mediação do Conselho Federal da OAB e suplente da Comissão do I Concurso Nacional da Magistratura.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alberto disse:

    numa reunião que depois vai rolar churrasco??? Olha a churrasqueira no espelho ..!!!

  2. afonso disse:

    olhem a foto e comprovem

  3. afonso disse:

    ….a noticia não é essa… a verdade é que sob a coordenação de Marcelo Maranhão, os advogados se reuniram em apoio a uma lista de 4 advogados, rodrigo era um deles, Eduardo Gurgel não consta da referida lista, se tivesse seria o primeiro

  4. Cabo Silva disse:

    Na mesa vejo mais candidatos. Por quê não citar os nomes????

  5. Querubino disse:

    Com tanta gente, faz-nos desacreditar no Verdevaldo. Isso cheira a quadrilha!

COMENTE AQUI