Mandetta diz que quarentenas por coronavírus foram precipitadas

Imagem: reprodução

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, endossou nesta quarta-feira as críticas feitas pelo presidente Jair Bolsonaro às medidas de restrição de circulação de pessoas adotadas por governadores para combater o coronavírus, afirmando que quarentenas foram decididas de forma precipitada.

“Tem que arrumar esse negócio de quarentena, foi desarrumado, foi cedo, foi precipitado”, disse Mandetta em entrevista coletiva. “Ficou uma sensação de ‘entramos, e agora como sai dela?’”

O ministro disse que os governadores que adotaram medidas mais rigorosas de restrição de locomoção terão que se “reposicionar” rapidamente.

No entanto, num aceno aos governadores, defendeu que é preciso construir juntos uma saída coordenada que envolva governadores, prefeitos e o governo federal.

“A saúde não é uma ilha, não vamos tratar isoladamente, não existe apenas o coronavírus”, disse.

Para o ministro, houve governos que tomaram decisões “muito assimétricas”.

Mandetta disse que haverá momentos para se eventualmente decretar medidas mais drásticas de isolamento social, destacando, no entanto, que essas decisões têm de ser calibradas.

Exame

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Reno de sousa disse:

    Vejam..o que esse ministro mandeta acaba de dizer!!! ."Foi precipitada o isolamento" acho que estou ficando doido, cego, e burro.
    Assisti e ouvi várias vezes dele próprio que o nosso confinamento era necessário e que já nessa semana de 26/03 já ia servir de parâmetro para se fazer uma estatistica já que a curva o pico do VÍRUS se daria agora em abril.
    Vergonha vergonha ministro…
    Vejam é essa exatamente nossa discussão a qualidade de políticos que temos mentiroso, incompetente como político, covarde, dissimulado, só pensa no cargo etc etc.
    Não vai caber adjetivar esse cidadão aqui não!!!

    • De olho👀 disse:

      Não há resposta fácil para essa questão e as pessoas que têm certeza, de um lado ou de outro, estão fatalmente correndo o risco de se enganar redondamente. O isolamento é necessário, mas não pode ser a ponto de destruir a economia do país. Há que se ter bom senso para que os sobreviventes ao vírus não morram por falta de trabalho e de alimentos. Agora, loterias são essenciais?

  2. Emerson Fonseca disse:

    Aregou sim, já estava tendo respeito pelo Ministro, porém homem sem palavra, homem sem caráter.

  3. Hebert disse:

    A verdade é "arregou"

  4. Hélio Silva disse:

    Com medo do patife do Bolsonaro vc e um frouxo tenha convicção e caráter

  5. Nica disse:

    Antes defendia o isolamento total, depois que levou uns puxões de orelha do chefinho, agora diz que a quarentena foi precipitada.
    Povo que se vende por um cargo… 🤮🤮🤮

  6. Everton disse:

    Precipitada para quem, a massa geral? Diversos órgãos públicos já estavam no trabalho remoto, que se foda o resto da população.

  7. Pereira disse:

    PRECIPITADAS E POLITIZADAS.
    AQUI NO BRASIL VIROU, PALCO DE COMÍCIO.
    A CLASSE POLÍTICA TODA FAZENDO DISCURSOS.
    UMA VERGONHA.
    CAMBADA DE SAFADOS.
    PILANTRAS.
    ATÉ SANTINHO, TA ROLANDO.
    SACANAGEM, GENERALIZADA.
    DE QUEBRA.
    UMA MÍDIA PODRE, QUE NÃO AJUDA, EM ABSOLUTAMENTE NADA.
    NADA!!
    CANALHAS!!!!!!!!!!!!!!!
    INESCRUPULOSOS!!!!!!!!!!

  8. Rogério disse:

    É um canalha!
    Larga o osso, patife, seu chefe já rompeu com esse Presidente louco.
    Deixe de ser mal caráter!

  9. nasto disse:

    AFROUXOU , ´É igual aos outros. O poder é F_ _ _, poucos tem coragem de perder.

  10. Cabo Silva disse:

    Curiosamente, o Ministério da Saúde foi o primeiro da Esplanada a promover trabalho remoto de seus servidores. Não se dobre às loucuras do Bozo, Ministro!!!

COMENTE AQUI