MEC usou dados falsos para fechar TV Escola, diz direção em nota

Foto: EBC

A decisão do Ministério da Educação (MEC) de não renovar o contrato da TV Escola pegou mal até entre os eleitores de Jair Bolsonaro e os seguidores de Olavo de Carvalho que apoiavam o ministro Abraham Weintraub. E, segundo a Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (Acerp), que geria a TV Escola até ser “despejada” do prédio do MEC nesta semana, foi justificada com argumentos orçamentários duvidosos: “O MEC misturou números para confundir o povo brasileiro”, acusa a Roquette Pinto, que ressalta estar alinhada à política educacional do governo Bolsonaro.

Nota divulgada pela Roquette Pinto nesse sábado (14), um dia depois de Weintraub bater-boca com seguidores bolsonaristas no Twitter, diz que “a proposta de um novo contrato com a ACERP previa um investimento ao redor de R$ 70 milhões por ano na TV Escola, muito próximo do valor previsto para 2019, quantia essa que compromete apenas 0,06% do orçamento do MEC previsto para este ano, segundo o Portal da Transparência”.

Congresso em Foco

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gaius Baltar disse:

    O maluco do guarda-chuva subiu no telhado…

  2. NOJO DE BOSTA disse:

    Oh, oh, pobre pais que ACREDITA NESSA LESMA, pobres homens que votaram no suicídio……que peninha……logo, logo, o SATANAS come a cabeca e tem gente APLAUDINDO…….aguenta essa carniça e logo mais vomita……kkkkkkk e muita bosta mesmo

  3. Capitão disse:

    Olhem a que ponto chegou a lobotomização dos estudantes.
    Encenação absurda de um futuro assassinato do presidente BOLSONARO em escola.
    A Doutrinação assume níveis de terrorismo e de insuportabilidade nas escolas.
    E que ninguém duvide se um adolescente estiver sendo treinado para matar o presidente, louvado na tese de que a lei não os pune, já que o Estatuto da Criança e do Adolescente prevê pena máxima de 3 anos.
    Racionalmente, o custo benefício nesse macabro cenário da esquerda, pode valer a pena e ainda ganha fama e respeito pela bandidagem.
    Ou seja, a promessa de um bom dinheiro será suficiente para a execução do presidente !
    O ministro da Educação educação, Weintraub, por se opor a tudo isso, vem sofrendo enorme perseguição dos esquerdopatas e da extrema imprensa.
    O terrorismo se instalou de vez na esquerda e o caminho deles precisa ser interrompido !

    • Gaius Baltar disse:

      Quem está detonando o ministro são os próprios seguidores de Olavo de Carvalho.

  4. Ricardo disse:

    A tv escola não é do governo e sim de fundação Roquete pinto custa aos cofres público 360 milhões ano , dinheiro do pagador de imposto ta mas que correto não renovar o contrato o conteúdo da programação esta pessimo.

  5. Antonio Turci disse:

    O Presidente Bolsonaro precisa rever, urgentemente, está situação. Não deveria, a meu ver, deixar o MEC boicotar a TV Escola.

COMENTE AQUI