Médica de Campina Grande sugere que favoráveis a abertura do Comércio abdiquem de respiradores

Imagem: reprodução

Ao opinar sobre a possibilidade de reabertura do comércio em Campina Grande e outras cidades, medida essa defendida por alguns empresários, a médica campinense Adriana Melo, que é especialista em Medicina Fetal e referência no tratamento da microcefalia no Brasil, por meio das suas redes sociais deu um recado duro, sugerindo que estes apoiam essa medida abram mão de respiradores, quando foram internados com a suspeita do vírus.

Imagem: reprodução/Instagram

“Sugiro que quem for favorável acabar com o isolamento social e abrir o comercio, assinar um termo dizendo que abre mão de um respirador quando nós, profissionais da saúde, tivermos que escolher quem vai morrer ou viver”, disse a médica destacando que acredita na ciência.

Não levando em conta os apelos da Organização Mundial de Saúde (OMS), bem como da Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG) e do Governo do Estado que pedem o isolamento da sociedade, alguns comerciantes de Campina promoverão uma carreata hoje (27), atendendo ao pedido do presidente da República Jair Bolsonaro para a reabertura do comércio.

Segundo arte que circula nas redes sociais, empresários da cidade estão articulando uma carreata com a finalidade de pressionar o governo municipal para que libere o comércio local na próxima segunda-feira (30). A carreata está prevista para ocorrer às 15h desta sexta-feira (27), com concentração na frente do Partage Shopping, passando pelas principais ruas do Centro da cidade. Por motivo de segurança, ninguém deverá descer

A ação dos empresários começou após a fala do presidente Jair Bolsonaro que, em pronunciamento, minimizou a gravidade do avanço do coronavírus no Brasil, além do quadro de crise da economia local. Os empresários ponderaram que todas as precauções sanitárias para evitar qualquer tipo de disseminação viral serão tomadas.

PB Agora

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dilson disse:

    Prefeito!
    E os minions vão a loucura!!!
    Senhores, todos nós estamos preocupados com a economia, mas vejam além do seu próprio nariz, uma alavancada no número de casos trará consequências econômicas ainda mais desastrosas! Raciocinem, será que é pedir demais?

  2. carolina disse:

    Se vcs tem tanta certeza de que se trata apenas de uma "gripizinha", por que estão tão revoltados com a proposta?
    Por acaso estão com medo de precisarem ou de alguém de suas famílias precisarem?
    Coragem galera!
    O Motorista e o Segurança de Bolsonaro que o digam agora de onde eles estão, na UTI de um Hospital.
    Assumam que não há risco e assinem o papel, ou que há risco e que discordam do presidente e é melhor ficar em casa só por um pequeno período para preservar a nossa vida e a de nossos familiares e amigos.

  3. mauricio disse:

    quando o final do mes chegar e ela não receber o pagamento, quero ver ela tambem desistir do respirador

  4. Manoel disse:

    Vamos gado, coloquem seu nome aqui.
    Cadê o "patriota" de araque Ceará-mundao pra colocar o nome?

    • Everton disse:

      Ele sumiu, funça, tá só na rede comentando no Antagonista, que apesar de babar o presidente, está começando a fazer críticas pontuais aos delírios.

  5. Laura disse:

    Perfeito.

  6. Antonio Turci disse:

    Quanta estupidez dessa senhora. A Paraíba tem muita gente boa, inteligente, decente. Esta mulher está querendo alguns minutos de "gloria holofotária".

  7. Ciço disse:

    A sra deve abdicar do supermercado também, ninguém planta, ninguém produz, ninguém vende nada.
    VAMOS comer CAPIM,, igual a jumentos batizados esquerdistas né mesmo??
    Minha sra, o povo, não quer descumprir, o que a OMS diz.
    O povo, quer sair de casa pra ir atrás do que comer, muitos torce pra abrir, para não ser mandado embora, do emprego, preferem sair, arriscar.
    A grande maioria dos que trabalham no comércio em geral, tem família, crianças, esposas etc etc.
    A sra só pode ter salário fixo, e achando que vai receber do governo em dias.
    É aí, que vc se engana.
    Governo da União, Estados e Municípios, vivem de arrecadações, não tem nada pra venderem , é sócio de quem VENDE, de quem PRODUZ tá certo?
    Se ninguém vende, se as industrias não produz, vão arrecadar o quê???
    Mais cedo ou mais tarde, a Sra, vai ficar sem Salário e com fome.
    Vai faltar capim, no MUNDO, não é só em Campina Grande viu?.
    BLZ??

  8. Pimpao disse:

    BOLSODOIDOS?? TEM ALGUEM AI?? AI AI AI. NADA… SO OUÇO ECOS…

  9. Ze disse:

    Esta certíssima, Dra…

  10. Paulo Júnior disse:

    Já Estou Pronto para Assinar..

  11. Chega de CANALHAS disse:

    E muito fácil mandar as pessoas ficarem em casa quando se tem de tudo. Vale lembrar que essas pessoas já estão fazendo uma escolha, entre MORRER DE FOME ou se ARRISCAR TRABALHANDO. Hipócritas..!!!!

  12. Neco disse:

    Quer dizer que quem é a favor de não se parar tudo não paga impostos ou plano de saúde?

  13. N.A. disse:

    A idéia é boa, MAS SUGIRO a essa médica que quando as pessoas estiverem sem dinheiro ela ATENDA GRATUITAMENTE em seu consultório.

  14. GUIDO disse:

    OS INTERESSADOS JÁ PODEM DEIXAR OS SEUS NOMES AQUI

  15. Jr Laranjeiras disse:

    Não só isso, acho q quem vai para a rua nesse momento TB deveria isentar as autoridades de qualquer culpa.

COMENTE AQUI