Pesquisa

Michelle, Tarcísio, Ratinho, Zema ou Caiado: quem tem mais chance contra Lula em 2026 em pesquisa

Foto: Taba Benedicto/Estadao; Celio Messias/Governo do Estado de SP; Alan Santos/PR; Alex Silva/Estadao; Wilton Junior/Estadao

O instituto Paraná Pesquisas divulgou levantamento nesta quinta-feira, 28, onde mediu as intenções de voto de nomes apontados como possíveis sucessores do ex-presidente Jair Bolsonaro(PL), que está inelegível, em uma eleição contra o atual presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em 2026. A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro (PL) e o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos-SP), aparecem com melhor colocação em um eventual pleito, mas perdem para Lula no cenário-br da pesquisa.

Quando os eleitores são informados que Michelle e Tarcísio teriam apoio explícito de Bolsonaro, eles empatam tecnicamente com o atual presidente da República. Também foram testados na pesquisa os nomes dos governadores Ratinho Júnior(PSD), Paraná; Romeu Zema(Novo), Minas Gerais; e Ronaldo Caiado (União), Goiás; além dos senadores Tereza Cristina (PP-MS) e Ciro Nogueira(PP-PI).

Embora Bolsonaro esteja inelegível, o Paraná Pesquisas também testou um cenário eleitoral estimulado, no qual o ex-presidente aparece numericamente à frente, com 37,1% das intenções de voto, mas empatado tecnicamente com Lula, com 35,3%. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Na sequência estão o ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT), com 7,5% das intenções de voto; a ministra do Planejamento,Simone Tebet(MDB), com 6,1%; e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), 1,8%. Os que disseram que votariam em branco, nulo ou em nenhum dos nomes apresentados foram 8%, enquanto 4,2% não soube ou não respondeu.

O levantamento foi realizado entre os dias 18 e 22 de março pelo instituto, que entrevistou pessoalmente 2.024 eleitores em 162 municípios em todo o País. O nível de confiança é de 95%.

Michelle Bolsonaro
A ex-primeira-dama é a que apresenta o melhor desempenho como herdeira política de Bolsonaro contra Lula. Michelle aparece com 30,9% das intenções de voto, enquanto o petista lidera com 36%. Os demais nomes oscilam, mas a ordem não é alterada: Ciro, Tebet e Leite.

A pesquisa também mediu o desempenho dela com o apoio explícito de Bolsonaro. Nesse cenário, Michelle alcança 43,4% e empata tecnicamente com Lula, que tem 44,5%. Não há outros nomes testados neste cenário com o apoio do ex-presidente, o que também ocorre nos casos dos demais candidatos citados abaixo.

Tarcísio de Freitas
O governador paulista surge com uma distância maior de Lula. Segundo o levantamento, Tarcísio tem 23,3% contra 36,2% do presidente. Porém, assim como Michelle Bolsonaro, empata tecnicamente com o petista quando os eleitores são informados de que ele teria o apoio de Bolsonaro: o governador sobe para 40,8% das intenções de voto, enquanto o presidente tem 43,9%.

Ratinho Júnior
Em outro cenário, o governador do Paraná, com 14,6% das intenções de voto, está tecnicamente empatado em segundo lugar com Ciro Gomes, que tem 12,9%. Lula lidera com 36,6%.

Com o apoio explícito de Bolsonaro, Ratinho vai para 35,3%, mas ainda está atrás do atual presidente, com 44,6%.

Romeu Zema
Zema vive uma situação similar a de Ratinho. O governador mineiro aparece com 14,1%, mas também empatado em segundo lugar com Ciro, que tem 12,8%. Lula, nesse cenário, tem 36,8% das intenções de voto. Mesmo com o apoio de Bolsonaro, o governador do Novo fica atrás de Lula: o mineiro tem 34,6% contra 44,5% do atual presidente da República.

Ronaldo Caiado
Caiado é quem tem o pior desempenho entre os governadores testados pelo Paraná Pesquisas. Com 7,7% das intenções de voto, aparece em quarto lugar no cenário testado, mas empata tecnicamente com Tebet, que tem 9%, em terceiro. Ciro Gomes tem 13,9% e Lula, 36,3%.

O goiano chega a 32,6% com o apoio de Bolsonaro, enquanto Lula tem 44,9%

Tereza Cristina
Assim como Caiado, Tereza Cristina também está em quarto lugar, empatada tecnicamente na terceira posição com Simone Tebet. A senadora tem 7% e a ministra de Lula, 8,9%. O presidente lidera com 36,6% das intenções de voto.

Ex-ministra da Agricultura de Bolsonaro, Tereza Cristina sobe para 32,2% com o apoio do ex-presidente. Lula lidera com 44,5% nesse cenário.

Ciro Nogueira
O senador e presidente do PP aparece na última colocação, com 3,4% das intenções de voto. Eduardo Leite tem 4,4%, o que significa empate técnico entre os dois. Lula lidera com 36,9%, seguido por Ciro (14%) e Tebet (9,2%). O ex-ministro da Casa Civil chega a 29,1% com o apoio de Bolsonaro. Nesse caso, Lula tem 44,9%.

Estadão Conteúdo

Opinião dos leitores

  1. Bruno Giovani 😂😂😂😂😂
    Natal não quis mas o Brasil vai querer 😂😂😂😂😂

  2. Coloca o nome do mito na pesquisa. Ele não tá preso, como o ex-presidiário, que hoje tá presidente, na eleição de 18.

  3. Pode colocar qualquer um que Lula ganha, os brasileiros estão vendo tudo mudar, pessoas com renda e emprego, economia fortalecida, mais comida na mesa dos brasileiros inflação controlada, etc, etc, etc.

    1. Isso, estamos vendo esta opinião de você, de Alice e do Coelho. Certamente estatutário.

  4. MICHELLE BOLSONARO JA SE ENCONTRA A FRENTE HOJE, ESSA É A FAVORITA, AINDA MAIS COM BOLSONARO PRESO, AÍ É QUE GANHA MESMO.
    Lula só não cai, se investir todo o nosso dinheiro na eleição da presidência da Câmara pra sair aliado do vencedor, do contrário apartir do ano que vem começa a fritura, o derretimento do molusco já começou e não tem volta, ele não sabe governar de outra maneira que não seja essa de comprar todo mundo, dava certo quando o povo não tinha informação, mas hoje não.
    O lula é do tempo que emprestava dinheiro a ditadores com a garantia em xarutos, do tempo que destribuia dinheiro com esses artistas de m…, o pior, nós não ficavamos sabendo, hoje é diferente, o povo tem a sua rede de informações, basta um celular nas mãos, antes tinha que esperar o JN da globo lixo colocar a notícia da forma que lhe convém.
    O Geraldo picolé de xuxu, tá lambendo uma rapadura.
    Aguardamos…

  5. Sinceramente eu não entendo..Esse cara não leva ninguém para as ruas e desponta sempre em primeiro lugar nas pesquisas?! Pq será??? Se ele é tão popular faça o teste das ruas!!!!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Secretario de saúde de Natal deixa cargo após 55 dias

Foto: Reprodução

Adilson Boldo, secretário da saúde de Natal desde abril deste ano, teve a exoneração publicada no Diário Oficial do Município (DOM) desta quarta-feira (29). De acordo com a portaria, a saída foi realizada a pedido. Adilson assumiu a pasta após a saída de George Antunes para a disputa eleitoral como pré-candidato a vereador.

No DOM, ainda não foi publicado quem deve assumir o cargo. Adilson Boldo é MBA em administração de negócios pela Fundação Armando Alvares Penteado e tem experiência em empresas relacionadas ao ramo da saúde. Ele foi nomeado no dia 4 de abril e deixa o órgão após 55 dias.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO: Polícia prende “estuprador em série” suspeito de abusar 12 crianças no interior do RN


Vídeo: Reprodução

Policiais civis da 13ª Delegacia Regional de Goianinha (13ª DR), juntamente com a 101ª Delegacia de Polícia de Goianinha (101ª DP), deram cumprimento, na manhã desta terça-feira (28), a um mandado de prisão em desfavor de um homem, de 42 anos, investigado pela prática de estupro de vulnerável contra 12 crianças. A prisão aconteceu no município de Espírito Santo, interior do RN.

As investigações apontam que o suspeito havia cometido o mesmo tipo de delito contra 12 vítimas, as quais tinham entre cinco e oito anos na data dos fatos. Após diligências e oitivas, a prisão preventiva do homem foi solicitada pela Polícia Civil e deferida pelo Poder Judiciário.

O suspeito foi conduzido ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.

No intuito de resguardar a intimidade e a integridade emocional das vítimas, a Polícia Civil não fornecerá detalhes como: nomes das pessoas envolvidas e endereço.

A Polícia Civil solicita que a população continue denunciando atividades criminosas através do Disque Denúncia 181. O sigilo é garantido.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Faixa de ônibus acelera tempo de viagens na av. Felizardo Moura

Foto: Adriano Abreu

A abertura de uma faixa exclusiva para o transporte público, na Avenida Felizardo Moura, facilitou a vida de quem utiliza a via em horário de pico para atravessar a ponte de Igapó, na zona Norte de Natal. O tempo de travessia dos ônibus caiu em 75% desde a segunda-feira (27), quando a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) adotou a medida.

A faixa é aberta tanto pela manhã, quanto no final da tarde e animou os motoristas do transporte público. “Está ótimo agora. Era pra ter feito isso há muito tempo. Antes eu demorava de meia hora a quarenta minutos para atravessar. Agora passo em cinco minutos”, disse o motorista Francisco Edson.

A faixa é sinalizada com cones ao longo do trecho. A operação é acompanhada pelos inspetores e agentes de mobilidade da STTU que permanecem na via para orientar a prioridade dos ônibus e opcionais e o fluxo para os veículos particulares, no sentido Centro/região Norte, a partir da Compal até o acesso à Ponte de Igapó, das 16h30 às 19h30 – no mesmo modelo que acontece com relação à restrição para quem vem da região Norte no período da manhã. Os agentes também coordenam a travessia de pedestres.

Se para os motoristas a medida foi benéfica, para aqueles que sofrem diariamente para passar pelo local de ônibus, foi melhor ainda. A auxiliar de escritório, Ana Lúcia, 61, trabalha nas imediações e pega o horário de maior movimento todos os dias. “A mudança é que a gente não está mais passando uma eternidade no trânsito. Eu ficava cerca de meia hora, 40 minutos para conseguir ir de um lado para o outro. Ontem não demorou 10 minutos”, disse ela.

Os carros particulares e outros veículos permanecem com duas faixas para cada lado. Nesta terça-feira (28), a retenção durante todo o horário de pico do final da tarde não passava da Compal. A orientação da STTU é para que quem estiver num veículo particular e tem maior flexibilidade, evite usar a ponte durante esse horário, uma vez que o DNIT está realizando a obra de restauração da ponte e essa intervenção tem deixado o fluxo de veículos lento nos horários de pico.

Após oito meses do início, as obras na ponte alcançaram apenas 25% de conclusão (neste mês de maio), segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), responsável pela restauração e que aponta não haver atrasos na execução da obra. Pelo cronograma, os trabalhos só devem ser concluídos no primeiro semestre de 2025.

Tribuna do Norte 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Lula remove embaixador brasileiro de Israel e transfere para Genebra

Foto: Reprodução

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), removeu oficialmente o embaixador brasileiro em Israel e transferiu para Genebra, na Suíça. A decisão foi publicada no diário oficial desta quarta-feira (29).

O embaixador Frederico Meyer havia retornado a Israel na sexta-feira (24), depois de quase três meses fora do país. Ele assumirá uma missão permanente com o nome Conferência do Desarmamento, que ocorre em Genebra.

Em fevereiro, o embaixador passou por um momento de constrangimento ao ser chamado pelo chanceler israelense, Israel Katz, ao Museu do Holocausto para ouvir queixas públicas sobre uma fala de Lula, em que o presidente comparou as ações de Israel contra Gaza às ações de Hitler contra os judeus.

No local, Meyer também ouviu que o presidente brasileiro era uma “persona non grata” no país. O governo brasileiro entendeu como “inaceitável” o comportamento de Katz.

A CNN entrou em contato com o Itamaraty, mas ainda não obteve resposta.

CNN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Desastres naturais afetam 93% dos municípios do Brasil em 10 anos e causam prejuízo de R$ 32,1 bi

Foto: Gustavo Mansur/ Palácio Piratini/Divulgação

Das 5.570 cidades do país, 5.233 foram afetadas por desastres naturais de 2013 a 2023, o que resultou na emissão de 64.742 decretos de Situação de Emergência e Estado de Calamidade Pública, 6.322 somente no ano passado. Em 2024, entre 1º de janeiro e 13 de maio, os danos e prejuízos causados por intempéries acarretaram em 2.358 decretações no país e num prejuízo de R$ 32,1 bilhões, sendo R$ 26,32 bilhões privados e R$ 5,77 bilhões públicos. Os números foram divulgados pela CNM (Confederação Nacional dos Municípios).

Os desastres de 2023 causaram R$ 639,4 bilhões de prejuízos em todo o Brasil.

“São os municípios que sofrem diretamente os impactos negativos dos desastres, que desencadeiam danos humanos, como mortes, ferimentos, desabrigados, desalojados, doenças e outros efeitos negativos ao bem-estar físico, mental e social da população atingida”, afirma a CNM (Confederação Nacional de Municípios).

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisa

PODERDATA: 47% reprovam e 45% aprovam governo Lula

Foto: Sérgio Lima/Poder360

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é desaprovado por 47% e aprovado por 45% dos eleitores. É a 1ª vez desde o início do mandato que a avaliação negativa supera numericamente a positiva, mas ainda dentro da margem de erro da pesquisa, de 2 pontos percentuais.

Desde a posse de Lula, em janeiro de 2023, o percentual dos que dizem “desaprovar” subiu 8 p.p. (de 39% para 47%). A aprovação ao governo petista caiu 7 pontos percentuais (de 52% para 45%) e atingiu a menor taxa da série histórica.

alt

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, empresa do grupo Poder360 Jornalismo, com recursos próprios. Os dados foram coletados de 25 a 27 de maio de 2024, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram realizadas 2.500 entrevistas em 211 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. O intervalo de confiança é de 95%.

Poder360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Taxar compras de até US$ 50 piora desigualdade, diz AliExpress

Foto: Unsplash

O AliExpress se disse “surpreendido” com a decisão da Câmara dos Deputados de taxar em 20% as compras feitas em sites internacionais. Segundo a varejista chinesa, o imposto afetará principalmente os mais pobres, além de desestimular investimentos estrangeiros no país.

Na terça-feira (28.mai.2024), a Câmara aprovou o PL (projeto de lei) do Mover (Programa de Mobilidade Verde e Inovação), com o dispositivo que dá fim à isenção de tributação federal para compras estrangeiras de até US$ 50 e estabelece uma alíquota de 20%. Agora, o texto vai ao Senado. A expectativa é que seja apreciado nesta quarta-feira (29.mai), para não perder o prazo.

Em nota, a gigante de comércio eletrônico afirma que a medida “impactará de forma muito negativa a população brasileira, principalmente aqueles de classes mais baixas, que deixarão de ter acesso a uma ampla variedade de produtos internacionais, que em sua maioria não são encontrados no país, a preços acessíveis”.

A empresa destaca que o PL “não altera a isenção para viagens internacionais”. Brasileiros podem viajar para o exterior e fazer compras de até R$ 5.000 a cada 30 dias sem pagar imposto sobre os itens na volta ao país. Segundo o AliExpress, isso aumenta “ainda mais a desigualdade social”.

Poder360

Opinião dos leitores

  1. E o pobre continua levando tromba no governo do amor. O amor voltou e a sopa de osso também.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Líder do governo defende mudanças na gestão Lula: ‘Se estivesse bem, teria 80% de aceitação’

Foto: Bruno Spada/Câmara dos Deputados

Líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT-CE) defendeu uma renovação na Esplanada dos Ministérios e uma chacoalhada geral no PT para o enfrentamento do bolsonarismo nas ruas e nas redes sociais.

“Toda renovação é bem-vinda. Evidentemente que o presidente é quem encaminha. Mas às vezes nós temos que evitar em qualquer governo a acomodação, a sensação de que está tudo bem. Se estivesse tudo bem, o Lula estava com seus 80% de aceitação. Não está tudo bem”, afirmou Guimarães ao ser questionado sobre a necessidade de uma reforma ministerial.

As declarações do congressista foram dadas horas antes do governo sofrer uma série de derrotas na votação dos vetos presidenciais do Congresso Nacional nesta terça-feira (28).

Folha de S. Paulo

Opinião dos leitores

  1. Traz de volta Dirceu, Genoíno, Silvinho do PT, Delúbio, Palloci e os outros 35 sujeitos da turma do ALIBABÁ.

  2. Ladrão cuidando de ladrão , ambos reciclados pelos togados canhotos e cidadãos amauroticos !

  3. MUDANÇAS, COMO EM ADMINISTRAÇÃO DE ESQUERDA PT LULA NÃO TEM MUDANÇA É SÓ O CAOS NA ECONOMIA [GASTANÇAS E GASTANÇAS , ERAM 23 MINISTROS, AGORA 40 , VIAGENS E VIAGENS HOSPEDAGENS TURISTICAS COMO A DA CHINA 3 AVIOÕES 200 PESSOAS E JUNTO O MST, JÁ + DE 10 MIL COLOCADOS NO FEDERAL EMPREGUISMOS, ARRUMAÇÃO DE CUMPANHEIROS, TEMOS QUE AGUENTAR SOFRENDO O RETROCESSO!!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Universidades federais decidem continuar em greve após acordo do governo com sindicato

Foto: Gabriela Biló/Folhapress

Professores de universidades e institutos federais têm decidido manter a greve por reajuste salarial, mesmo após acordo do governo Lula com o Proifes (Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico Técnico e Tecnológico) —um dos sindicatos que representam a classe— nesta segunda-feira (27).

Nesta terça-feira (28), todas as 63 instituições de ensino paralisadas nos últimos 55 dias realizaram assembleias para decidir se retornam às atividades.

Por enquanto, todas optaram por seguir em greve. Dentre elas, estão Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e Ufba (Universidade Federal da Bahia).

Além disso, houve nova adesão ao movimento nesta tarde, a UFPI (Universidade Federal do Piauí).

A decisão dos docentes atende à expectativa do Andes (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior), outra entidade com protagonismo nas negociações salarias, mas que rejeitou a proposta salarial da gestão Lula (PT).

Folha de S. Paulo

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

Fluxo de voos deve crescer 28% no RN e anima trade

Foto: Augusto César Gomes

O principal aeroporto do Rio Grande do Norte deverá ter um mês de junho mais movimentado que o normal. O Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, apresentará um crescimento de 28% em relação a junho de 2023 e 26% comparado a junho de 2022, totalizando 1.540 voos planejados.

Com 18 ligações, incluindo duas internacionais, o aeroporto espera uma média de 25 chegadas diárias. Paralelamente, o aeroporto de Mossoró também apresenta um aumento significativo, com 8.684 assentos previstos e 126 voos programados para junho de 2024. As rotas de Mossoró incluem destinos como Recife com a Azul, além de Natal e Fortaleza com a VoePASS. A estimativa foi divulgada no Boletim de Inteligência da Emprotur, com dados do Sistema de Inteligência Turística do Rio Grande do Norte (Sírio), na semana passada.

Para entidades do ramo de turismo os dados positivos representam um papel importante na recuperação do turismo no Estado. O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do RN, Abdon Gosson, diz que para potencializar o resultado é preciso intensificar esforços para fazer com que o turista venha ao RN.

“O turismo é a maior indústria geradora de emprego e renda do nosso Estado. Então, todo o comércio que o envolve, como os setores paralelos, como shoppings, são beneficiados. O turista que nos visita deixa dinheiro aqui e aquece nossa economia, um benefício tanto para o turismo, quanto para todo o estado”, afirma o presidente da Abih-RN.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *