Ministério da Economia propõe acabar com meia-entrada

O Ministério da Economia se manifestou pela extinção de todas as regras que garantem a meia-entrada nos cinemas. A reportagem é do Estadão.

A Agência Nacional do Cinema (Ancine) abriu uma consulta pública sobre a obrigatoriedade legal da meia-entrada e seus impactos no mercado. A consulta vai até 13 de agosto.

Quase 80% de todos os ingressos de cinema vendidos no Brasil no ano passado tiveram preço de meia-entrada, o que motivou a agência a abrir a consulta pública.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    Mais uma vez o governo dos ricos querendo acabar com o acesso mais barato à cultura aos pobres.
    Nada assombroso vindo desses vermes.

  2. DANIEL FAGUNDES disse:

    ABSURDO

  3. Joao Araujo Nt disse:

    Em fim alguém tem a coragem de acabar com essa hipocrisia. Shows, cinemas, teatros e qquer outras produções ditas culturais são sempre produzidas e planejadas seus custos levando-se em conta os valores diferenciados em seus bilhetes/ingressos de 'meia-entrada' e 'inteira'. Daí sempre sobra para os que adquirem os valores de 'inteira' custear a diferença daqueles que compram meia-entrada. E vejam que as categorias nessa classificação tem aumentado, sempre através da politicagem, favorecendo idosos, portadores de necessidades especiais… O mais importante é se fiscalizar os custos para que as empresas produtoras de eventos de entristecimentos também revejam esses custos e baixem o preço dos bilhetes. Descontos de 50% a estudantes deveriam serem aplicados na compra de livros, material escolar, peças teatrais e eventos esportivos patrocinados com verbas públicas… Hoje, é tão absurda essa tal Lei que se pratica esse desconto até em jogos de futebol.

    • Deco disse:

      Sou a Favor.
      Mas com os empresários que temos difícil dar certo.
      Lembra do pagamento por bagagem na compra de passagem aérea? E dos lanches/ refeições a bordo?
      Os preços das passagens aéreas não caíram, vc paga a bagagem paga o alimento e se brincar passa até fome dentro de um avião.
      Os empresários são muito gananciosos… a empresa pode até quebrar mas eles não praticam uma concorrência limpa de jeito nenhum.

  4. Nordestino disse:

    A meia entrada garante ao público jovem usufruir dos meios de diversão mais vezes, o que garante um giro maior na economia com esse público fiel, caso seja extinto a meia entrada, vai ser visível e vai gerar um rombo gigante na economia, os cinemas hoje cobram verdadeiros absurdos por um filme e por um simples saco de pipoca, e os filmes cada vez mais batem recordes de arrecadação com suas produções, nessa hora que é o culpado o que usa meia entrada ou o produto final que está ganhando milhões .

    • joaozinho da escola disse:

      discordo… quando 80% paga meia, nao significa que ta barato o valor da meia entrada.. apenas que o valor da inteira ta muito maior do que deveria. Essa questao de girar mais a economica acreditando que ta pagando menos é furada. Quando os "descontos" de 80% dos usuario é diluido pra todos… em muito pouco vai ser o reajuste real desses 80% que so estudam… mas que talvez vivam as custas de alguem ou dos 20%.

    • Jr disse:

      Joaozinho qual a garantia que nós temos que acabando com a meia entrada os preços da entrada inteira baixarão na mesma proporção? Respondo: nenhuma! Não espero isso do nosso empresariado! Só acredito vendo!

  5. M.D.R. disse:

    Tio Patinhos, só pensa em FUDER o contribuinte. A reforma TRIBUTÁRIA, ñ tenha dúvida só ferrar o contribuinte , criar IMPOSTO em vez de cortar GASTOS.

    • Manu disse:

      Quem só pensou em fuder o brasileiro foi a administração petista, quando numa administração de mais de 14 anos de governo, deixou um saldo de mais 14 milhões de desempregados, ex-presidente preso por corrupção, lavagem de dinheiro, dois ex-tesoureiros presos também, entre outros tantos…, aliás onde está os quase 5 milhões da pandemia do do Governo Petista Fátima, que só pensa no pobre, mas nada fez por ele? Quem socorreu o pobre foi o PRESIDENTE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, aquele esfaqueado pelo amor, eleito por mais de 57 milhões de brasileiros, estes cansados de corrupção e mentiras.
      Um Presidente Honesta incomoda muita gente.

  6. joao disse:

    Quando 80% dos usuarios pagam meia entrada, sinal que tao pagando a metade do dobro para manter o funcionamento. Nao é diferente no sistema de transporte publico.

  7. Eduardo Lemos disse:

    Corretíssimo. O Estudante do CEI tem direito a meia-passagem no coletivo. O gari, a doméstica, o Zelador não!

    • Alexandre Magnus disse:

      Dificil é encontrar um aluno desta boa escola andando de transporte coletivo.

    • Matheus disse:

      Caro Eduardo, o estudante do CEI é uma exceção, não regra. Não conheço nenhum estudante de lá que ande de transporte coletivo. Infelizmente, essa não é a realidade da maioria dos estudantes de Natal, que muitas vezes se desdobram com um orçamento apertado. Por gentileza, procure se informar sobre a realidade das outras pessoas. E ah, o gari, a doméstica e o zelador tem direito ao vale-transporte, os estudantes não.

    • Manoel disse:

      Claro q a imbecilidades do gado é o espelho da do líder.
      Como se o CEI fosse a regra da nossa escolas.
      Ô Bovino, 90% dos estudantes sao pobres. CEI é exceção da exceção.

    • Manoel C disse:

      Estudante do CEI foi de lascar, olha o nível da argumentação. Façam que nem em outros estados, 2 ou 4 passagens gratuitas para a rede pública em dias letivos. Ai o Seturn chora, diz que o colapso é iminente (lorota contada faz uns 10 anos) e etc.
      Mesmo sobre as particulares, tem gente que rala para pagar uma educação boa, dobrar o valor das caríssimas passagens não dá muito certo. Fora q o serviço é uma porcaria.

COMENTE AQUI