Ministério da Saúde define critérios para compra de vacinas contra Covid-19


Foto: BigStock

O Ministério da Saúde estabeleceu nesta nesta sexta-feira (27) os critérios para a compra de vacinas contra a Covid-10. A CNN teve acesso às exigências que serão estabelecidas. Em uma reunião fechada do grupo de trabalho que discute a aquisição e distribuição dos imunizantes, a pasta definiu que os acordos de intenções fechados com as farmacêuticas não obrigam o governo brasileiro a consolidar a compra. Ou seja, o acordo prévio não significa um compromisso de aquisição.

Entre as orientações que também serão passadas às desenvolvedoras, está a exigência de registro da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para a compra da vacina pelo governo brasileiro.

O Ministério da Saúde definiu, ainda, que as fabricantes devem enviar todas as informações técnicas sobre as vacinas, entre as quais a temperatura necessária para o armazenamento, a logística para transporte e o prazo de validade.

Durante o encontro, os técnicos do Ministério da Saúde explicaram que, mesmo após a compra dos imunizantes, haverá um contínuo monitoramento técnico-científico das vacinas e que a pasta deverá ter acesso aos resultados conclusivos dos estudos clínicos feitos em humanos.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Junin disse:

    Em humanos….!!!! No gado gado burros, Não…!!!!

  2. Pixuleco disse:

    O rebanho da Gadolândia já está fora mesmo os discípulos do Tonho da Lua , popularmente conhecido como DOIDIN DA CLIROQUINA , vão continuar com bamhinho de lama , OZONIZINHO MANGUEIRA. MAMADEIRA DE. CLIROQUINA E CHICOLATE COM IVERMECTINA , os que acreditam na ciência serão vacinados . Tenho dito.

COMENTE AQUI