Nudes na internet: 5% conhecem ou foram vítimas de vazamento, diz PoderData

Pesquisa PoderData mostra que 5% dos brasileiros tiveram imagens íntimas divulgadas ilegalmente na internet ou conhecem alguém próximo que foi vítima desse crime. Os que não têm relatos são 87%. A prática é um dos crimes que podem ser decorrentes do roubo de identidade na internet. A invasão de dispositivo eletrônico sujeita o criminoso a pena de detenção de 3 meses a 1 ano e multa.

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, divisão de estudos estatísticos do Poder360. A divulgação do levantamento é feita em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes. Foram 2.500 entrevistas em 456 municípios, nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

Para chegar a 2.500 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população.

DESTAQUES DEMOGRÁFICOS

Os estratos que mais relataram casos são: homens (9%), os que têm de 25 a 44 anos (9%), os moradores das regiões Centro-Oeste e Norte (10% em ambas) e os que ganham mais de 10 salários mínimos (18%).

PODER360