Onyx faz acordo com PGR para fechar processo sobre caixa dois


Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), fechou acordo de não-persecução penal com a PGR (Procuradoria-Geral da República) para fechar processo sobre caixa dois em suas campanhas eleitorais de 2012 e 2014.

Lorenzoni admitiu o recebimento de doações em sua campanha eleitoral para deputado federal e pagará R$ 189 mil como prestação pecuniária, recursos que buscará por meio de empréstimo bancário, confirmou a defesa do ministro, o advogado Daniel Bialski.

“Afirmamos que nosso cliente decidiu procurar as autoridades com a intenção de colaborar e dar um desfecho final ao processo. Recordemos também que, quando a delação da JBS veio a público, o deputado Onyx desconhecia a origem do recurso”, completa.

A PGR investigou, a partir de denúncia feita pelos delatores de executivos da JBS, que Lorenzoni teria recebido caixa dois em dois momentos: R$ 100 mil em 2012 e de R$ 200 mil em 2014. O caso foi admitido pelo próprio durante entrevista em 2018.

“Quando isso (a prática de caixa dois) aconteceu, eu sofri muito. Dentro do que eu acredito, eu entendi que eu tinha que fazer isso. Depois que eu fiz, e depois que eu pude me sentir em paz, eu fiz uma coisa há dois anos. Isso é para me lembrar do dia que eu errei”, disse o ministro na ocasião.

O acordo fechado com a PGR é o primeiro deste tipo junto ao STF (Supremo Tribunal Federal), e só foi possível a partir da regulamentação da Lei Anticrime, aprovada em 2019, que autoriza o acordo para crimes sem violência e pena inferior a quatro anos – no caso de Lorenzoni, a pena de caixa dois é de um a cinco anos.

“Agora, esperamos que o Supremo homologue o acordo e a causa seja extinta”, diz a defesa de Lorenzoni.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. WellingtonB disse:

    A justiça, para ser coerente, deveria estender esse mesmo benefício para outros ladrões como Onyx Lorenzoni, principalmente aqueles condenados por roubo de comida, sem direito a HC.

  2. Marcos Benício disse:

    Isso todo mundo já sabia. Agora é oficial e confesso. O governo Bolsonaro tem um ministro oficialmente corrupto.

  3. Pedro disse:

    É fácil de verificar o total de denunciados e condenados pela operação lava jato, só foram 71, de todos os gostos, cores, partidos, empresas e eternos inocentes, no meio deles, nove dedos, figura exponencial.

  4. Observando. disse:

    Se for amigo, foi caixa 2. Se for inimigo, foi propina.

  5. NOVÍSSIMA POLÍTICA disse:

    Galvão, claro que Arnaldo vai dizer que pode. Veja que Roberto Jefferson já foi perdoado pela turma da NOVA POLÍTICA. Onyx também merece e tem direito. E segue o jogo. Kkkkk.

  6. Beto Araújo disse:

    E caixa dois é crime?????????????

  7. Pedro disse:

    Tem gente premiada comentando demais no Blog do BG. Inicialmente deixe o Bozo de lado, procure ler, conhecer o teor das provas que foram apresentadas para corroborar as delaçoes, saber quantos agentes públicos analisaram esses documentos e quantas vezes, por exemplo, Lula foi julgado. As delações sem provas , são como palavras ao vento, não ficam ou servem. Dos julgados do Juiz Sérgio Moro (primeira instância), a maioria foi confirmada em instâncias superiores, a turminha do PT promoveu um verdadeira sangria nos cofres públicos, o roubo foi grande, nove dedos achou que podia tudo, na verdade, nem ele nem ninguém pode, por isso a tristeza (minha) de um dia ter acreditado nele, fica ainda o espanto pelos que ainda acreditam !!!!
    Esses que assim se comportam, ou foram beneficiados de alguma forma, mesmo com migalhas, ou é burrice e cegueira patológica mesmo.
    Caso o Bozo seja denunciado e condenado, pau e cadeia nele.

  8. Galvão Bueno disse:

    Recebeu 330 mil, paga 189 mil, sobram R$ 111,000,00.
    Ótimo negócio.
    Pode isso, Arnaldo?

  9. Manoel disse:

    Pronto, um corrupto confesso no governo Bozo. É a nova política!
    Fosse do PT, ao invés de perdão, seria em tempo recorde julgado e condenado sem provas com base em delações premiadas.

    • Minion alienado disse:

      Messias, dissestes que não toleravas corruptos. Messias, dissestes que não dialogarias com corruptos. Messias, dissestes que ladrão deve ir para cadeia. Messias, sei que gostas de laranjas. Messias, sei que disses que usava a verba parlamentar para comer gente. Messias, sei que disses que o cidadão deve sonegar tudo que puder. Messias, e daí!? Messias, é só uma gripezinha. Messias, vai morrer gente, uns mil. Messias, enfim, que tipo de Messias é?

      Gado, falem do Lula a vontade.

    • Dede Costa Gournnon disse:

      Exatamente, vivemos tempos surreais.

    • Santos disse:

      Chora não bebê… aprenda a trabalhar, pois a época de mamar na tetinha acabou . O trabalho dignifica o homem…

COMENTE AQUI