PF instaura inquérito para investigar vazamento de dados de Bolsonaro e ministros


Foto: David Paul Morris / Bloomberg

A Polícia Federal instaurou um inquérito para investigar o vazamento de dados pessoais de Jair Bolsonaro e de sua família, promovido pelo grupo de hackers Anonymous Brasil.

A investigação foi iniciada a pedido do ministro da Justiça, André Mendonça.

Segundo a PF, ainda está sendo definido que delegado vai conduzir a investigação, que vai apurar crimes previstos no Código Penal, na Lei de Segurança Nacional e na Lei das Organizações Criminosas.

O perfil vazou endereços e telefones pessoais, além de informações do patrimônio dos atingidos, que foram, além de Bolsonaro e de seus filhos Flávio, Carlos e Eduardo Bolsonaro, os ministros Abraham Weintraub e Damares Alves.

Alguns alvos do inquérito das fake news, como o deputado estadual Douglas Garcia e o empresário Luciano Hang, dona da rede de varejo Havan, também foram alvo de vazamentos.

Guilherme Amado – Época