PF prende cinco pessoas e aprende 1,2 tonelada de cocaína em Parnamirim

Fotos: Cedidas

A Polícia Federal prendeu cinco pessoas e apreendeu 1,2 tonelada de cocaína na madrugada de hoje na Grande Natal. A droga estava dividida em quatro locais: um contêiner que era transportado por caminhão ao porto de Natal e atrás de paredes falsas em três galpões em Parnamirim. Na abordagem e prisão dos suspeitos, a PF contou com apoio de policiais do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do RN.

Com base em levantamentos realizados, a PF começou a acompanhar a movimentação no entorno dos galpões que se revelou atípica, tendo sido descoberto que um deles foi alugado com documentos falsos. A utilização de galpões na Grande Natal para contaminação de contêineres com cargas refrigeradas de frutas com destino na Europa já havia sido objeto de investigações anteriores da PF que resultaram em apreensões de grande quantidade de cocaína. Na manhã

de ontem, foi realizada a ligação de energia em um dos galpões e na madrugada de hoje, foi possível detectar um contêiner adentrando outro galpão. Diante de tais fatos, os policiais resolveram abordar o caminhão e o carro que o acompanhava.

No contêiner que era transportado por caminhão para o porto de Natal e tinha como destino final a Dinamarca, foram encontrados diversos tabletes de cocaína misturados a uma carga de melão. Outros tabletes foram encontrados em cômodos escondidos por paredes falsas dentro dos três galpões.

Durante a ação policial, cinco pessoas foram presas. As penas cominadas ao crime de tráfico internacional de drogas e associação ao tráfico, somadas, vão de 10 a 35 anos de reclusão.

No ano de 2019 a Policia Federal no Rio Grande do Norte já apreendeu cerca de 5,8 toneladas de cocaína. O combate ao tráfico internacional de drogas é um dos objetivos estratégicos da Polícia Federal.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Val Lima disse:

    A polícia Federal,tem esse protocolo de não divulgar nomes,enquanto a investigação estiver em curso…

    • Sara Maldonato disse:

      Só divulga se for do PT. Aí os vazamentos, grampos ilegais, escutas proibidas e outras coisitas más funcionam que é uma beleza.
      Aécio até hoje goza de impunidade parlamentar. O helicoca de Zezé Perrella cheio de cocaina, apreendido no sítio do titio do Aécio, ate hoje está sem dar nada pra ninguém.
      Assim como a cocaína encontrada no avião da frota presidencial.
      Igual ao Queiroz, que até o momento nem foi intimado.

    • Sergio Nogueira disse:

      Deve ser requisito para ser petista não falar coisa com coisa. Só pode.
      Aécio tem imunidade porque é Deputado e não por causa de alguma proteção da PF.
      A droga apreendida num helicóptero segue o processo na JUSTIÇA e não da PF.
      A apreensão não foi numa propriedade de Aécio. Foi feito um reabastecimento, três horas antes, num aeroporto que FICA PERTO da fazenda dele.. Numa cidade chamada "Cláudio".
      A cocaína apreendida com um Sargento da FAB segue seu processo na ESPANHA e lá, só a senhora não sabe, a PF não tem qualquer poder.
      Como a senhora fazia para passar vergonha em público antes dos blogs?

  2. Francisco Alves disse:

    Maravilha, parabéns aos policiais envolvidos na operação! Contudo, até agora só foram presos peixes miúdos, pois quem trafica 1,2 toneladas de cocaína é gente que tem muito dinheiro. Ademais, mesmo com as apreensões de toneladas de drogas no Porto de Natal, os chefões, os verdadeiros tubarões, não se incomodaram nem se intimidaram com o trabalho da polícia, pois continuam cometendo crimes. Dessa forma, faz-se necessário jogar a rede e prender de uma vez por todas, os líderes dessa organização criminosa.

  3. Lauro disse:

    Porque não divulgam os nomes dos proprietários da droga?

COMENTE AQUI