Plano Diretor: ato foi “baderna” e teve “motivação política”, afirma secretário

Depois de uma manifestação organizada nesta segunda-feira (25) pelo Movimento de Luta dos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), um dos que organizam as ocupações urbanas em Natal, a pré-conferência para escolha dos delegados dos movimentos sociais que votarão a minuta de revisão do Plano Diretor de Natal (PDN), teve que ser adiada. O protesto foi considerado como “baderna” pela Prefeitura Municipal que garantiu que o incidente não atrasará a realização das pré-conferências dos outros segmentos que acontecem até a próxima sexta-feira (29).

A votação entre os representantes dos movimentos sociais transcorria como previsto na quadra da Praça Augusto Leite, em Tirol, quando membros do MLB chegaram e impediram que a escolha dos delegados continuasse. Eles argumentavam que não constava o nome de representantes do movimento na lista da eleição, mas sim, de ex-membros, que hoje integram o Movimento de Luta por Moradia Popular (MLMP).

Os manifestantes condicionaram o fim da interrupção da pré-conferência à publicação dos nomes dos seus representantes no Diário Oficial do Município (DOM). Sem acordo, a Guarda Municipal interviu, utilizando gás de pimenta para dissipar os manifestantes, atingindo também crianças que foram levadas ao local por esses.

“O que eles estavam solicitando não tinha nada a ver com a pré-conferência. É apenas uma formalidade que deveria ser solicitada com antecedência ao Concidade, que analisaria se a solicitação cumpria os requisitos”, explicou o titular da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), Thiago Mesquita. Só está apto a votar e ser votado para ser delegado da Conferência Final, na qual a minuta do Plano Diretor será aprovada, quem reunir os requisitos pactuados em audiência pública, como ter participado de uma das 14 oficinas e da audiência “Leitura da Cidade”, ocorrida no dia 14 de dezembro passado.

Mesquita destacou que acredita haver motivação política no protesto. “Não consigo entender de outra forma, a não ser baderna e motivação política, tanto pelos próprios representantes quanto pela presença da vereadora Brisa, que chegou lá, aplaudiu a ação e se colocou à frente para defender o movimento. O que vimos lá foi um ato antidemocrático e agressivo que atrapalhou as discussões do Plano Diretor”, ressaltou o secretário.

A vereadora mencionada postou em suas redes sociais imagens apoiando o movimento e denunciando o momento em que a Guarda Municipal enfrentou os manifestantes.

Thiago Mesquita disse, ainda, que tentou dialogar com o grupo, mas não obteve sucesso. “Me coloquei à disposição como secretário da Semurb para mediar e dialogar. Conversei com os líderes do movimento e com a vereadora para que pudéssemos fazer os encaminhamentos para aquilo que reivindicavam. Mas ficou claro que não era o interesse deles, já que diziam que só sairiam dali quando o prefeito publicasse a substituição, levando para o lado político”, sublinhou o secretário.

Confira matéria completa na Tribuna do Norte.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. João Macena disse:

    Gostaria de entender uma coisa: o que têm a ver esses dois movimentos, que representa mais a bagunça e a desordem, com a discussão do plano diretor? Por isso, que o plano diretor de Natal, nunca é aprovado. Estamos ficando para trás, no turismo, na mobilidade urbana, na beleza da cidade etc. João Macena.

  2. Santos disse:

    Será q algum desse MLMP são moradores mesmo de favela ou são esquerdista alienados, a vezes n sabe nem pq estão ali .

  3. Zuza disse:

    Essa minuta está favorecendo a quem? Novamente os ricos e empresários??? Com a palavra, o prefeito.

    • Lógico disse:

      Que os empresários possam lucrar. Desde que possam ofererecer a contrapartida.
      Deixe-os construir.

  4. Azevedo disse:

    Na próxima vez que esses vagabundos baderneiros de esquerda quiserem bagunçar, a guarda municipal tem que arriar a madeira, pois a PM era quem deveria fazer isso, mas infelizmente não pode devido estar subordinada a um governo que é do lado badernista.

COMENTE AQUI