Primeira-dama de São José do Campestre confessa ter recebido o Auxílio Emergencial de forma indevida

A família que governa São José de Campestre não se cansa de passar vergonha. Em abril, reuniu amigos e familiares em uma confraternização, provocando aglomeração, enquanto o RN se preocupava em seguir as recomendações de isolamento social por causa da pandemia e o próprio decreto da cidade que o marido dela governa, proibia.

Mesmo com vídeos e fotos mostrando a aglomeração, a primeira-dama e a irmã agrediram este blog em postagens nas redes sociais e em seguida apagaram as publicações.

Agora, a primeira-dama do município, Luciana Araújo Silva grava um vídeo confirmando ter recebido o auxílio emergencial do Governo Federal.

Imagem: reprodução/Portal da Transparência

Acontece que ela ocupa cargo na prefeitura de São José do Campestre e para ter direito ao auxílio governamental, um dos requisitos é não ser agente público.

No vídeo, ela afirma ser MEI e que está tomando providências para devolver a parcela de R$ 1.200,00 que recebeu, diante da repercussão negativa. “Não foi de má fé que peguei esse auxílio, porque eu sei que não me enquadro nos requisitos, mas já estamos tomando as providências para devolver”, disse Luciana.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zé Mané disse:

    Aguardamos a comprovação oficial da devolução.

  2. Francisco Alves disse:

    Vocês viram? Quanta "catchiguria"… !!!

  3. ForaCanalhas disse:

    A eleição tá chegando, então o povo de Campestre dê o troco e não eleja ninguém dessa turma.

  4. Jorge disse:

    Não foi de má fé? Então foi de qual fé? Boa que não foi! Foi com intenção sim de lesar o erário e deve responder criminalmente por isso. Apenas restituir não é suficiente! Chega de corrupção!!!

COMENTE AQUI