Professores do RN aprovam indicativo de greve para quarta-feira (4)

Foto: José Aldenir

Professores da rede estadual de ensino aprovaram um indicativo de greve para a próxima quarta-feira (4) no Rio Grande do Norte. A decisão aconteceu nesta sexta-feira (28), durante assembleia geral da categoria na Escola Estadual Winston Churchill, na Cidade Alta, em Natal.

De acordo com o professor José Teixeira, coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (Sinte), o movimento paredista só terá início, contudo, se for confirmado em nova assembleia na própria quarta-feira (4). Até lá, ele explica que professores e governo podem chegar a um entendimento que evite a greve.

Os educadores cobram do Estado o pagamento do novo piso salarial do magistério, definido pelo governo federal em janeiro e que precisa ser cumprido pelos governos estaduais e prefeituras de todo o País. O reajuste anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro foi de 12,84%.

Com o aumento, o piso nacional do magistério saiu de R$ 2.557,74 para R$ 2.888,24, para uma jornada de 40 horas semanais. O Rio Grande do Norte paga atualmente R$ 2.686,25 para um professor com licenciatura em início de carreira para uma jornada de 30 horas, isto é, acima do antigo piso nacional.

Agora RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Greve no serviço público a partir de quarta-feira? Nem precisa dizer que será mais uma "greve" de mentirinha. Barnabé que se preza não deflagra greve no meio da semana, mas no começo desta, para garantir ao menos um fim de semana prolongado.

  2. Chicó disse:

    Fátima dando um "gópi" nos professores !!!

  3. Lampejão disse:

    Só um OTÁRIO acredita nessa "greve" ……kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. Renato Bruno disse:

    Engraçados é q eles cobram do ESTADO o pagamento, mas ao governo federal eles cobram de BOLSONARO , kkkkk é muito interessante isso, esses sindicatos esquerdopatas são uma graça!!!! Quando é pra meter o pau no governo federal utilizam o nome do presidente !

  5. Madeira disse:

    Fatão não cumpre acordo do piso salarial com os professores do Rio Grande do Norte. Valeu Bolsonaro.

  6. Azevedo disse:

    O que esses vagabundos desse sindicato querem? O Estado fudido para pagar salários e esses bostas querendo fazer greve para prejudicar os estudantes do RN que necessitam dessa porcaria de ensino público .

  7. Luciana Morais Gama disse:

    FORA FÁTIMA! FORA PT!

  8. Ojuara disse:

    Greve de mentirinha, puxada pelo sindicato que elegeu Fatão. O sindicato faz de conta que vai fazer a greve, GD esperneia, mas depois aceita em parte. Pronto os dois lados saem bem na fita. Só mala nas duas direções, tanto no sindicato, como no governo.

  9. Mário disse:

    Pronto pessoal da PM, façam concurso para a educação, pois lá, vcs vão exercer , numa boa, o direito de greve todo ano.

COMENTE AQUI