Psiquiatra diz que Doutor Bumbum tem transtorno bipolar

Foto: Leo Martins / Agência O Globo

Responsável pelo atendimento de uma ex-paciente de Denis Cesar Barros Furtado, o psiquiatra Rodrigo Pessanha fez severas críticas ao Doutor Bumbum. Uma mulher de 27 anos procurou Pessanha bastante debilitada após realizar consultas com Furtado em sua cobertura na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Para Pessanha, o Doutor Bumbum é um sociopata, que apresenta traços de transtorno bipolar. Ele defendeu uma observação profunda sobre a personalidade do médico preso para se ter um diagnóstico preciso do que o acomete.

— Sociopata é uma denominação leiga. É um cara com transtorno bipolar que sabe o que está fazendo. Há três casos no direito penal: no primeiro, a pessoa tem perfeita noção do que está fazendo; no segundo, é o inimputável, que tem demência, delírio, que, por exemplo, matou a esposa e não sabe o que fez. Pode ficar num manicômio, mas não cumprindo uma pena. E há o semi-imputável que tem transtorno, sabe o que está fazendo, mas não tem controle sobre seus impulsos — explica o psiquiatra. — Essa zona cinzenta precisa ser investigada caso a caso. Precisa-se de muito tempo para obter um diagnóstico preciso. Mas não se trata de uma pessoa normal. Achar que procedimentos cirúrgicos podem ser feitos em sua residência não é normal.

Nas redes sociais, o psiquiatra lamentou que Doutor Bumbum tenha podido trabalhar durante tanto tempo. Pessanha afirmou também que a atuação de Furtado é motivo de vergonha para sua classe.

“(…) Há muitos responsáveis por esse descalabro, esse delinquente correu livre e solto, sem ser interpelado pelos órgãos normativos e, o que é pior, incensado pelas mídias sociais como exemplo de profissional capacitado e bem sucedido. A ele a dureza da lei é insuficiente, porque ele envergonha e contamina a credibilidade de uma classe de profissionais que na sua imensa maioria trabalha séria e honestamente. Aos siderados que se dispuseram a estimular esse sociopata recomendo reflexão”.

O Globo