Queiroz deixa presídio de Bangu 8 no RJ para cumprir prisão domiciliar

Foto: reprodução

Fabrício Queiroz acaba de deixar o presídio de Bangu 8, no Rio, onde estava preso desde 18 de junho.

Ele irá direto para um endereço no bairro da Taquara, no Rio, onde permanecerá em prisão domiciliar.

A mulher dele, Márcia Aguiar, foragida há três semanas, deve se apresentar ainda hoje, e ficará na mesma residência que ele.

A prisão preventiva dos dois foi convertida ontem em domiciliar pelo presidente do STJ, João Otávio de Noronha.

Queiroz e Márcia serão monitorados com tornozeleira eletrônica, estão proibidos de usar o telefone e ter contato com outros investigados pelo esquema de supostas rachadinhas no antigo gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj.

A Secretaria de Administração Penitenciário do Rio de Janeiro só foi notificada da decisão após as 18h. E só então acionou o setor competente para que fosse colocada uma tornozeleira eletrônica em Queiroz

Apesar da decisão de Noronha, Queiroz deve voltar para Bangu 8, em agosto, quando terminar o recesso judicial. Conforme publicou a colunista Bela Megale, o relator do caso das “Rachadinhas” no STJ, ministro Régis Fisher, sinalizou a outros ministros que deve revogar a prisão domiciliar.

Com informações de O Antagonista e Lauro Jardim – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pedro disse:

    Manda o menino para casa, a maioria dos que quase quebravam o Brasil, estão nessa condição, muitos julgados, condenados em primeira e segunda instancia, qual a razão da discriminação?

    • sps disse:

      Tudo farinha do mesmo saco!!! A mulher foragido, não foi nem presa, ja tá livre para tomar conta desse menino inocente… Poupe-me de tanta hipocrisia. Não defenda os indefensaveis. Faz até vergonha. Muda de novo Brasil!!!

  2. QUEIROZ 2022 disse:

    Por onde passa um boi passa uma boiada. BANDIDO BOM É BANDIDO SOUTO.

    • Raimundo disse:

      Enquanto isso, Lula e os deputados e assessores da Alerj estão soltos.
      Queiroz nem indiciado, é.
      Tentaram fazer sensacionalismo.
      Queiroz movimentou 1,2 milhão, sendo 600 mim entrou, 600 mil saiu.
      Só de salário dele na qualidade de PM reformado e de assessor parlamentar dá uns 350 mil.
      Ficou ai a explicar os 250 mil
      Enquanto isso, houve assessor de presidente de assembleia legislativa que movimentou 50 milhões em um ano e o MP não pede prisão, a imprensa não fala nada..
      Será que é perseguição a Bolsonaro?

COMENTE AQUI