Saúde

Sesap não tem data para receber lote de CoronaVac no RN

O Ministério da Saúde (MS) recebeu do Instituto Butantan, nessa segunda-feira (10), mais 2 milhões de doses da CoronaVac, Com isso, a expectativa da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN) é a de que uma nova remessa do imunizante chegue ao Rio Grande do Norte ainda nesta semana, entretanto, não existem definições sobre prazos ou quantitativo a ser repassado ao Estado. “O Ministério da Saúde não enviou a pauta com data nem quantitativos”, informou a Sesap/RN em nota.

Créditos: DivulgaçãoPopulação anseia pela chegada de mais vacinas em meio ao aumento de casos e mortes por covidPopulação anseia pela chegada de mais vacinas em meio ao aumento de casos e mortes por covid

No final de semana, o Estado recebeu 15,6 mil doses da CoronaVac, o que permitiu a retomada da segunda dose (D2) em Natal, paralisada desde o último dia 5. Esta foi a quarta vez que a Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS Natal) paralisou a aplicação da D2, por falta do imunizante. O lote enviado no final de semana, no entanto, é insuficiente para atender o número de pessoas que estão com o esquema vacinal incompleto por falta da CoronaVac. Em todo o Estado, mais de 87 mil pessoas aguardam a segunda dose dessa vacina.

Para a manhã desta terça-feira (11), são esperadas 8.720 doses da vacina Pfizer, que deverão chegar ao Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves por volta das 10h10, conforme informações da Sesap. “Todas as doses serão encaminhadas à Unicat e distribuídas imediatamente. Por recomendação do Ministério da Saúde, as doses são destinadas ao município de Natal, assim como acontece em todos os Estados brasileiros, onde todas as doses da Pfizer são destinadas somente às capitais”, esclareceu a Sesap/RN.

A Secretaria solicitou ao Ministério da Saúde, por meio de um ofício, a substituição da Pfizer pela CoronaVac para tentar resolver o problema dos atrasos relacionados à aplicação da D2, mas até essa segunda-feira, o MS não havia respondido à solicitação da pasta estadual. “A Secretaria aguarda retorno até esta terça-feira (11)”, descreveu.

Com a perspectiva de distribuição de novos lotes da CoronaVac para todo o País, a Sesap declarou que o titular da pasta, Cipriano Maia, propôs, em audiência com o Ministério da Saúde, que as próximas remessas do imunobiológico sejam entregues de acordo com a quantidade de doses necessárias para completar o esquema vacinal em cada Estado. A resposta à sugestão foi negativa. “O Brasil tem hoje um déficit de 2 milhões de pessoas, em 21 estados, com doses atrasadas da CoronaVac. Mas o Ministério da Saúde negou a nossa proposta de distribuição do imunizante de acordo com as necessidades de cada Estado”, acrescentou a Sesap.

Atualmente, a distribuição é feita levando em consideração o critério da proporcionalidade da população, ou seja, o número de habitantes de cada unidade federativa.

Confira matéria completa na Tribuna do Norte.

Opinião dos leitores

  1. Lembrem daquela ordem do Ministério da Saúde de usar TODAS as doses sem reserva para a segunda dose. Está fazendo falta agora!

    1. Graças a Dória q tem vacinas. E graças ao bozó q está faltando a matéria prima para mais vacinas.
      Deixe de ser idiota e assuma os erros do governo federal. Se a China decretar 15 dias sem comprar nada do Brasil quero ver o q será de todos nós. Sola mais ainda nas alturas e gasolina também, diretamente outro produtos básicos vão as alturas.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meio Dia RN

VÍDEO MEIO-DIA RN: Confira o programa desta terça-feira

Confira programa desta terça-feira(15). O Meio-Dia RN, com este blogueiro, debateu os principais assuntos no Estado pelo país e no mundo. Clique abaixo e assista via YouTube.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Brasil adere a acordo dos EUA para exploração pacífica do espaço

Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Brasil assinou hoje (15), em uma cerimônia no Palácio do Planalto, o acordo de adesão ao programa Artemis, liderado pelos Estados Unidos (EUA) e que planeja enviar a primeira mulher e a primeira pessoa negra à Lua em 2024.

Além da cooperação técnico-científica, o acordo traz um conjunto de princípios, diretrizes e boas práticas para a cooperação internacional na exploração do espaço, incluindo do território lunar.

Até o momento, o Brasil é o único país da América Latina a assinar o documento e o 12º do mundo. São signatários: Austrália, Canadá, Coreia do Sul, EUA, Itália, Japão, Luxemburgo, Emirados Árabes Unidos, Nova Zelândia, Reino Unido e Ucrânia.

Na cerimônia, o presidente Jair Bolsonaro disse que, além do objetivo de levar a primeira mulher à Lua, o acordo servirá para impulsionar o desenvolvimento tecnológico. Bolsonaro acrescentou que o acordo é mais um feito da diplomacia brasileira. Outro feito foi a eleição do Brasil, na última sexta-feira (11), para um dos assentos não permanentes no Conselho de Segurança da ONU, afirmou o presidente. “Isso é uma prova irrefutável do bom relacionamento que o Brasil tem com o mundo todo”, disse.

Em sua fala, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, destacou ações recentes na área espacial, entre as quais o acordo firmado em 2019 entre Brasil e EUA para o uso militar e comercial da base de lançamentos de Alcântara, no Maranhão.

Pontes disse que, com isso, o programa espacial brasileiro deve se fortalecer e formar uma nova geração de especialistas. “Temos caminhos abertos para futuros cientistas, futuros engenheiros, futuros técnicos e futuros astronautas, por que não?”, disse o ministro.

Aviação

Ao discursar na cerimônia, o embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, reconheceu o pioneirismo de Santos Dumont no desenvolvimento da aviação mundial. O diplomata lembrou que o inventor, no início do século XX, deu à norte-americana Aída de Acosta a oportunidade de pilotar um de seus dirigíveis, o que garantiu a ela o título de primeira mulher a comandar uma aeronave motorizada.

O ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto França, agradeceu o embaixador por “evocar a memória de Santos Dumont”, fazendo alusão à controvérsia entre os dois países em torno da invenção do avião. Até hoje, enquanto a maior parte dos brasileiros considera Dumont o inventor do primeiro avião, os norte-americanos afirmam que o título cabe aos irmãos Wright.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Advogado potiguar doa R$ 10 mil para estudante que vende sanduíches para pagar custas do curso de mestrado em Portugal

Um advogado potiguar que trabalha e reside em São Paulo após ver a publicação no Blog do BG de uma jovem que vende sanduíches para financiar seu curso de mestrado em Coimbra, em Portugal, fez uma doação na tarde desta terça-feira(15) de R$ 10 mil(dez mil reais).

O advogado não autorizou a divulgação de seu nome. Prefere manter o anonimato. De qualquer forma, fica o registro de uma boa ação para uma excelente causa.

VEJA MAIS : Jovem potiguar vende lanches para alcançar sonho de estudar mestrado em Portugal

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Governo do RN publica calendário de vacinação da covid, com 49 a 39 anos a partir de julho e 28 a 18 anos em setembro; confira

Com a inclusão de novos imunizantes no Plano de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19 no Rio Grande do Norte – a partir de amanhã (16), com o recebimento da vacina da Janssen, e, em junho, a vacina Sputink, adquirida através da aquisição realizada pelos governadores do Nordeste; a previsão da Sesap é que até o mês de setembro toda população adulta (18 anos ou mais) do RN receba a aplicação da 1ª dose da vacina contra a Covid-19.

O Governodo RN já vem recebendo, semanalmente, em média 50 mil doses de vacina de três imunizantes contra Covid-19 e, com a inclusão de mais dois (Janssen e Sptunik), a perspectiva é que possamos receber nas próximas semanas mais de 200 mil doses, permitindo uma maior celeridade na campanha de vacinação.

Confira como passa a ser o calendário de vacinação, já em vigor:

Foto: Reprodução/Instagram/Governo do RN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Governo do RN comemora 300 mil doses da vacina Sputnik V compradas pelo Consórcio Nordeste que vem para o estado

Em julho chegam ao Rio Grande do Norte as primeiras doses da vacina contra Covid-19 Sputnik V. A previsão foi anunciada pelo presidente do Fundo Soberano da Federação Russa, Kirill Dimitriev, que também prometeu apresentar cronograma completo de entrega das 37 milhões de doses ao Brasil até o final de junho, em reunião com os Consórcios Nordeste e Amazônia Legal nesta terça-feira (15).

O contrato do Rio Grande do Norte é de 300 mil doses. O vice-governador, Antenor Roberto, avaliou de forma positiva a reunião. “A expectativa dos governadores é acelerar o programa de imunização no Nordeste, incluindo nos lotes das vacinas agora um novo imunizante”, declarou, afirmando também que a vacina russa contribuirá para que a meta, anunciada pela governadora Fátima Bezerra, de vacinar a população adulta até setembro seja alcançada.

Do governo potiguar também acompanharam o encontro virtual, o procurador-geral do Estado, Luiz Antônio Marinho, e a assessora especial do Gabinete Civil, Luciana Daltro, a secretária adjunta da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), Maura Sobreira, e a subsecretária de planejamento e gestão da Sesap Lyane Ramalho.

A Anvisa concedeu na última sexta (4) autorização com condicionantes para governos estaduais importarem a vacina russa, que tem eficácia de 80% com a primeira dose e de 95% com duas aplicações, de acordo com o Dimitriev.

“Compartilho testes de eficácia realizados na Argentina. Há redução da eficácia de vacinas diante das novas variantes, mas a eficácia da Sputnik V é ainda mais elevada”, disse o presidente do Fundo, que estava acompanhado pelo cineasta e filantropo Fernando Sulichin.

Além do Rio Grande do Norte, solicitaram autorização para importar a Sputnik: Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Piauí, Rondônia, Sergipe e Tocantins, além dos municípios de Maricá e Niterói.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Prefeitura do Natal lança projeto Rota do Sol Nordeste entre Natal e Fortaleza

Foto: Alex Régis/Secom

A Prefeitura do Natal lançou nesta terça-feira (15), no Palácio Felipe Camarão, junto à Secretaria Municipal de Turismo de Fortaleza, o projeto “Rota do Sol Nordeste – Turismo Integrado Natal/Fortaleza” com o objetivo de promover e fortalecer o turismo regional entre as duas capitais, incluindo ainda as praias de Pipa (RN) e Canoa Quebrada (CE) no roteiro.

O lançamento do projeto realizado pelo prefeito Álvaro Dias contou com a assinatura do termo de cooperação técnica entre os secretários de turismo de Natal e Fortaleza, Fernando Fernandes e Alexandre Pereira, respectivamente. O evento contou ainda com a presença do Secretário de Turismo de Tibau do Sul, Lavoisier Macena, do presidente da ABIH do Ceará, Régis Madeiros, da vice-presidente da Abav, Ohana Fernandes, do presidente da comissão de turismo da Câmara Municipal de Natal, vereador Hermes Câmara, além dos secretários e demais autoridades municipais envolvidos.

O prefeito do Natal, Álvaro Dias, reforçou a importância do setor para a cidade e do projeto Rota do Sol para aquecer e voltar a impulsionar a economia neste momento de crise que o turismo vive diante da pandemia da Covid-19. Para ele, esta parceria vai marcar a retomada do turismo na cidade do Natal, gerar emprego e renda de um contingente alto de pessoas que vivem desse setor. “Não podemos falar em pontos turísticos brasileiros sem citar Natal e Fortaleza. Sempre que tem pesquisas no Brasil, as duas cidades aparecem pelas suas belezas naturais, destacando as praias e paisagens maravilhosas”, afirmou Álvaro Dias. “Unindo esforços, dividindo despesas, fazendo uma boa divulgação, buscando parcerias, participando de feiras, tenho certeza que iremos atrair várias pessoas para conhecer e ter a vontade de visitar de novo. Esse projeto vai alavancar não somente o turismo em Natal e Fortaleza, como também, todas as demais cidades do Nordeste”, comemora o prefeito.

O turismo regional se tornou uma alternativa em tempos de pandemia. As viagens entre os estados, mais curtas e mais seguras, tomaram lugar das viagens mais longas, inclusive internacionais. A tendência é que o setor conquiste ainda mais espaço na preferência dos turistas com o avanço da vacinação nas capitais.

De acordo com Alexandre Pereira, secretário do Turismo de Fortaleza, o projeto foi inspirado nas experiências dos países europeus, onde é comum o turista chegar ao continente por um país e sair de lá por outro. “É uma honra lançar este projeto piloto. Ele é inovador, pois é a primeira vez que duas capitais se unem para se promoverem juntas, ao invés de disputarem o mesmo turista. Isso é ousado. Já visualizamos expandi-lo em breve”, ressaltou.

Concebido no final de 2019 para ser lançado no primeiro semestre de 2020, o projeto ficou parado devido à pandemia. Na prática, o projeto consiste em um pacote de uma semana de viagem nestes destinos. A ideia é que o turista inicie a viagem por uma das capitais e volte para casa pela outra.

Para o secretário municipal do Turismo de Natal, Fernando Fernandes, o momento é emblemático, devido à pandemia, para geração de emprego e renda. “Sabemos que o turismo foi o primeiro setor a sentir o impacto da pandemia. Essa ideia surgiu antes de tudo isso, mas hoje vemos que ganhou força, pois há uma demanda maior por viagens internas. Por outro lado, o projeto impulsionará a economia nesses municípios, onde o profissional de turismo está ávido por voltar a trabalhar como antes. Natal e Fortaleza não são concorrentes, se complementam. Vamos somar esforços para incentivar o turismo regional”, disse.

O projeto também já conta com um roteiro detalhado, com sugestões de passeios diversificados, indo do turismo de aventura ao de contemplação, compras, ecologia e balada, entre outros, e prevê ainda a divulgação do produto em feiras, road trips e outros eventos.

O projeto tem como parceiros a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis Nacional (ABIH); a Associação Brasileira de Agências de Viagens do Rio Grande do Norte (ABAV); Foco Operadora de Turismo; o Natal Convention Bureau (NCB); a Prefeitura de Aracati, no Ceará; a Prefeitura de Tibau do Sul, no Rio Grande do Norte; o Sindicato das Empresas de Turismo do Rio Grande do Norte, (Sindetur); e o Sindicato dos Hotéis, bares e restaurantes (SBHRS).

Ranking

Natal aparece na oitava posição dentro da categoria Destinos em Alta do ranking da Traveler’s Choice Awards, pesquisa do renomado site de viagens Trip Advisor, como intenção de viagem para este ano de 2021. Entre as belezas naturais da cidade, o site cita as praias, o cinturão verde com vegetação de Mata Atlântica do Parque das Dunas que compreende a Via Costeira, e as dunas das praias no litoral norte, além de citar a afirmação da NASA de que está aqui o ar mais puro do continente.

 

O turismo é uma das principais atividades econômicas de Natal e tem recebido atenção especial da gestão Álvaro Dias, incrementando o setor. Entre os investimentos estão a obra do Terminal Turístico da Redinha, iniciativas para movimentar áreas turísticas da cidade, como Ponta Negra e praias urbanas da Zona Leste, melhorando infraestrutura como iluminação e área de passeio para pedestres.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Jovem potiguar vende lanches para alcançar sonho de estudar mestrado em Portugal

Foto: Iara Nóbrega/Inter TV Cabugi

Reportagem do portal G1-RN nesta terça-feira(15) traz uma bela história de força de vontade. Como personagem, a potiguar Clévina Holanda Dantas, 23 anos, aprovada para fazer um curso de mestrado pelo Instituto Politécnico de Coimbra, Portugal, que teve a ideia de vender sanduíches para custear a viagem e os estudos, ao longo de 2 anos. “Troco sanduíches para realizar um sonho. Estamos há 2.230 sanduíches de distância”

Pensando nisso, criou uma página nas redes sociais, onde as pessoas podem ajudá-la ‘trocando’ um sanduiche por um sonho. nNa página, ela faz um apelo: ” Tenho uma grande oportunidade e quero muito vivê-la! Mas para isso, preciso de sua ajudinha”, escreveu Clévina na descrição do post.

A estudante calculou que precisava vender um total de 2.230 sanduíches para custear o mestrado. E na página mantém atualizada a quantidade de sanduíches que faltam para alcançar seu sonho.

A campanha começou no dia 10 de junho e a estudante tem vendido cerca de 35 sanduíches por noite. Clévina conta que tem ajuda da mãe e do noivo para produzir os sanduíches “Sem eles eu jamais conseguiria, eu os amo muito e sou muito agradecida” relatou.

Leia matéria na íntegra AQUI.

 

Opinião dos leitores

  1. Grande jovem, com futuro brilhante pela frente, trabalho, estudo, família, humildade, atributos valiosos que estão em falta hoje em dia na juventude, que quer lacrar, não quer estudar, ainda mais trabalhar ! Querem mesmo é moleza, vitimismo, ideologia de gênero ou de raça, ficar na frente de celular ou de alguma outra tela, e reclamar da vida e do mundo ! E ainda ser bem pago por isso ! Parabéns a Clévina !!!

    1. Concordo! Precisamos de gente trabalhadora e não os que ficam mamando nos cofres públicos e enriquece a família com rachadinha de gabinete e desvios de obras públicas como o presidente MINTO das rachadinhas e o Lulaladrão!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

O GESTO E A PANCADA: Cristiano Ronaldo troca Coca-Cola por água, e empresa perde US$ 4 bilhões na Bolsa

Foto: Reprodução

Um gesto do jogador de futebol Cristiano Ronaldo durante uma coletiva de imprensa da Eurocopa, realizada ontem, fez as ações da Coca-Cola caírem abruptamente nesta terça-feira.

É que, ao se sentar para dar início à coletiva, o atacante afastou duas garrafas de Coca-Cola que estavam sobre a mesa. Em seguida, o craque ainda pegou uma garrafa de água e a exibiu com a mão, dando a entender que o ideal é beber água e não Coca-Cola.

O gesto, feito durante coletiva com jornalistas na véspera do jogo entre Portugal e Hungria, fez a marca sofrer uma desvalorização na bolsa de valores. Quando o mercado abriu nesta terça-feira, as ações da Coca-Cola custavam cerca de US$ 56,10 (R$ 284,43).

Pouco tempo depois, as ações caíram para 55.22 dólares (R$ 279,97), gerando um prejuízo bilionário para a marca americana patrocinadora da Eurocopa. Na prática, a Coca-Cola passou de um valor total de US$ 242 bilhões para US$ 238 bilhões, uma queda de US$ 4 bilhões.

A água exibida por CR7 também é produzida pela marca de refrigerantes. Mas isso não evitou a desvalorização de 1,6%.

Essa não é a primeira vez que o astro da seleção portuguesa alfineta a Coca-Cola. Quando o jogador recebeu o prêmio de melhor jogador do século pela pela Globe Soccer Awards, em dezembro, ele conversou com a imprensa sobre seu filho, Cristiano Junior, e deixou escapar que não gosta da bebida açucarada.

— Meu filho tem potencial. Vamos ver se ele se torna um grande jogador — comentou o atacante, que em seguida revelou sua maior dificuldade na educação do menino: — Às vezes ele bebe Coca-Cola e come batatas fritas, e isso me irrita. Ele sabe disso.

O Globo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Ação do MPRN combate grupo que aplicava golpes em operadoras de telefonia

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) realizou nesta terça-feira (15) uma ação com o objetivo de desarticular um grupo que aplicava golpes contra empresas de telefonia móvel. Quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos na cidade de Mossoró.
Pelo que já foi apurado pelo MPRN, há fortes indícios do envolvimento dos investigados nos delitos de estelionato, falsificação de documento particular, falsidade ideológica e fraude processual.
Promotores de Justiça, servidores do MPRN e policiais militares participaram da ação. Com o material apreendido, o MPRN espera descortinar a autoria dos crimes e ainda apurar a participação de outras pessoas nos delitos. A investigação segue em segredo de Justiça.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Abrasel entra na Justiça com ações de reparação em todas as cidades e estados onde tem associados, inclusive, no RN

Mais de 300 mil estabelecimentos fechados em todo o Brasil e entre os que sobrevieram até aqui, a maioria está fazendo prejuízo (72%). Esse é o retrato atual do setor de bares e restaurantes no Brasil, injusta e desproporcionalmente afetado pelas restrições impostas por estados e municípios durante a pandemia.

Em função das graves e comprováveis perdas registradas pelos negócios do setor neste período, consequência direta das medidas restritivas, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) ingressou com ações civis públicas exigindo reparação financeira aos negócios do setor.

“Enquanto houve setores que ganharam com a crise, fomos um dos mais prejudicados pelas medidas restritivas impostas. Não estamos discutindo o mérito destas iniciativas – se foram lícitas ou não – nem mesmo associando as ações na Justiça a qualquer prefeito ou governador em específico, nem à qualidade de suas decisões.

Temos clareza de que as perdas provocadas no setor foram resultantes de atos do executivo municipal e estadual, portanto, cabe a estes a responsabilidade pela reparação” afirma o presidente da Abrasel, Paulo Solmucci.

Na justiça, a Abrasel moveu ações em todos os estados da federação e em 270 municípios, exigindo a reparação financeira para os estabelecimentos associados, uma limitação imposta pela própria legislação. “Estamos trabalhando politicamente para que a ação seja estendida a todo o setor.

Acreditamos que na medida em que expõe o problema e chama a atenção da sociedade para a importância dos bares e restaurantes, a campanha traz benefícios a toda a coletividade”, argumenta o presidente da Abrasel.

Segundo a Abrasel, com a causa coletiva ganha, o próximo passo será que cada estabelecimento ingresse com uma ação individual apresentando os cálculos de perdas comprováveis em função das medidas do poder público e pedindo a reparação correspondente.

Opinião dos leitores

  1. Eu sou servidora pública com muito orgulho e nunca parei de trabalhar nessa pandemia. Muito pelo contrário, agora é que trabalho ainda mais.
    Se vc vive falando mal de servidor público, deixe de ser invejoso, recalcado e vá estudar (e muito!!!) pra passar num concurso.
    Caso contrário, recolha-se a sua insignificância.

    1. Se for verdade (duvido), a carapuça não lhe cabe. Não se ache muita coisa. Vc não é. Garanto.

  2. É impressionante ver certos comentários idiotas por aqui. Nos bares e restaurantes trabalham muitos pais e mães de família que precisam trabalhar, incluindo os próprios donos dos estabelecimentos. Não podem ficar em casa assistindo TV e pedindo “delivery”. Nem passeando e farreando com a certeza do salário no fim do mês, como vejo muitos fazendo. Tenham sensibilidade e deixem de hipocrisia e de comentários estúpidos. Francamente!

    1. Omi, vc vive bostejando nos seus comentários ! Quem é contra o trabalho de ninguém aqui? Ocorre q estamos numa pandemia que matou quase meio milhão de brasileiros (obviamente muito mais famílias foram atingidas nisso aí) e seu ídolo , o MINTO, ficava menosprezando vacina e máscara! Agora a culpa é dos governadores e prefeitos que para mitigar a pandemia se valeram da Lei 13.979/2019 sancionada pelo próprio presidente inepto e viraram culpados por isso!

    2. A Constituição está acima de qualquer lei. Direitos e garantias são cláusulas pétreas e vc é um reles papagaio de esquerda, um codinome pago por algum político vermelho.

  3. Eu contrai Covid e fiquei internado 4 dias. Felizmente não se agravou, mas até hoje sinto sequelas que dificultam meu dia a dia. Tenho provas de que foi num restaurante de Ponta Negra. Será que posso/devo processá-lo?

    1. Vc foi obrigado a frequentar o restaurante? Se foi, processe quem lhe obrigou. Deixe de palhaçada, assuma suas ações e os riscos inerentes. Eu também já tive, toda minha família teve. E daí? Quero processar a China, o que vc acha?

    2. Vc deve ter visto o vírus entrando no bar. E não avisou a ninguém.

  4. Prestem atenção. ABRASEL não esta exigindo nada do GOVERNO FEDERAL que deixou de comprar vacinas e consequentemente, empurrou os problemas pra Estados e Município…vou ter um SABOR em em anotar quem são os Associados da minha cidade pra me livrar desse povo.

    1. Crie vergonha na cara e deixe de espalhar mentira. Faltando vacina onde? Na sua casa? O Brasil é campeão de vacinação.

    2. Verdade Greg! Precisa ser muito bovino e comer capim cloroquinado para não saber que o MINTO só comprou vacinas neste ano… Passou o ano passado todo negando a pandemia, vacinas, uso de máscaras e promovendo aglomeração sem máscaras e a cloroquina ! Por causa desse negacionismo do presidente inepto, só começou a vacinação no Brasil com a “vachina” e bem atrasada… Basta comparar como foi a vacinação na época da pandemia de H1N1 para ter ideia da diferença!

    3. Onde os estados aplicaram os bilhões que receberam do governo Bolsonaro? Estados e municípios, com o aval do STF, resumiram suas ações a impedir as pessoas de trabalhar, de estudar e de VIVER, embora tenham recebido BILHÕES do governo Bolsonaro. Não aplicaram tais recursos na saúde. A governadora Fátima do PT fez o que contra a COVID? O prefeito de Natal abriu hospital de campanha. E a governadora?

    4. O que deu o supedâneo jurídico para os governantes imporem medidas sanitárias e de aumento do distanciamento social foi a Lei 13.979/2019 sancionada pelo próprio MINTO! Os “bilhões” que o governo do inepto mandou certamente sofreram desvios, mas há limite de insumos e profissionais que são finitos! Não existe essa de abrir leitos infinitamente! Isso é um discurso vazio de gado que pasta comendo grama com cloroquina!

    5. Ninguém falou em “infinito”. No RN, por exemplo, a governadora não abriu NENHUM novo leito. E nenhuma lei pode se sobrepor à Constituição. Os direitos e garantias são cláusulas pétreas. Vc não passa de um codinome pago por alguém..

    1. Perfeita sua indagação, Zuza. 👏👏👏👏👏👏👏Para esse fato não há “REPARAÇÃO”.

    2. Alguém foi forçado a frequentar alguma “aglomeração”? E os trabalhadores de bares e restaurantes? Vc deve ser mais um servidor público que ficou recebendo salário sem trabalhar (não ficaram em casa).

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *