Shopping derruba cobrança de estacionamento somente após 30 minutos em Natal

O Shopping Via Direta e a empresa que administra o estacionamento do estabelecimento conseguiram suspender na Justiça a cobrança de estacionamento somente após 30 minutos, conforme determinava a Lei Municipal nº 617/2020, promulgada no último dia 11 deste mês.

A decisão foi proferida em caráter de liminar pelo juiz Luiz Alberto Dantas Filho nesta quinta-feira (17) assegura o direito do estabelecimento comercial continuar cobrando normalmente a tarifa pelo estacionamento.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cidadão Potiguar disse:

    Ir ao Shopping para muitos é apenas Status, no Alecrim temos mais diversidades que s Shoppings, e só pagar R$2 a um pastorador e pronto!

  2. Oliveira disse:

    Gente é muito simples, é só nao frequentar esse shopping , eu passo na frente e não entro é muito caro o estacionamento desses shopping, tem muitos anos que não entro em nenhum dos dois natal shopping e Via direta simples assim. Não preciso do shopping ele que precisa do cliente.

  3. Braulio Pinto disse:

    Interessante e flagrantemente ilegal é que para ter acesso a serviços públicos como vistoria veicular, emplacamento tenha que se pagar estacionamento. Central do cidadão não sei se ainda existe por lá

    • Everton disse:

      Detran no natal shopping?

    • Braulio Pinto disse:

      Alguém falou Natal Shopping? Tenta ler de novo. Ou então peça ajuda a alguém que sabe ler.

    • Manoel C. disse:

      Tem um Detran no natal shopping, mas o preço do estacionamento paga algumas voltas de gasolina.

  4. Emerson oliveira disse:

    Os shoppings nao devem cobrar! Pegar como exemplo o Midway, que sabe receber um cliente! Pois é de interesse do shopping oferecer estacionamento para a cartela de clientes ser maior!

  5. Tarcísio Eimar disse:

    Eu cantei a liminar semana passada

  6. Edna disse:

    Na verdade, é difícil a decisão cair. Há um problema técnico que prejudica a lei… Com relação à interferência do poder público na iniciativa privada, essa se mostra necessária sempre que houver abuso, excesso. Do contrário, teríamos um jogo sem regras ou, pior, sem árbitro.

  7. Junin disse:

    O cara vai ao shopping gastar, prestigiar as lojas e não tem direito nem a colocar o carro pra dentro a não ser que pague….!!!! É começar a prestigiar o comércio do bairro e que se dane o shopping!!!!

    • Tarcísio Eimar disse:

      Isso mesmo. Mas como a população concordo, vai até pra tomar um sorvete

  8. Luciana Morais Gama disse:

    Parabéns ao Dr. Luiz Alberto Dantas Filho pela brilhante decisão. O Poder Público não
    pode intervir na iniciativa privada.

    • GCF disse:

      Boa noite.
      Minha cara, o poder público, como o próprio nome indica, é o poder do povo exercido por seus representantes legais. As cobranças de estacionamento em locais que abrigam serviços de interesse público, como é o caso do Shoping Via Direta com a Central do Cidadão, demonstram extremo aproveitamento do Shoping para extrair dinheiro do cidadão. Realmente um absurdo. Continue comemorando pois em pouco tempo essa absurda decisão vai ser devidamente desembargada.

COMENTE AQUI