‘E aí, bora correr?’: Comovente depoimento de quem teve a vida transformada pela corrida é sua inspiração para hoje

por Breno Perruci

“Usted que acuerda de madrugada. Usted que muchas veces deja su familia. Usted que es llamado de loco. Usted no es loco, es corredor. E viva los corredores!”. Essas palavras em espanhol até hoje ecoam na minha cabeça. Foi nesse dia, 8 de abril de 2018, quando ouvi isso, que definitivamente caiu minha ficha do quão é lindo esse esporte. Ah, a tradução em português é: “Você que acorda de madrugada. Você que muitas vezes deixa sua família. Você que é chamado de louco. Você não é louco, é corredor. E viva os corredores”.

Mas o mais interessante dessa história nem são as palavras em si, é o contexto e de onde saíram. Eu ouvi isso, pasmem, de um morador de rua em Santiago, durante a Maratona do Chile. Estava eu correndo a Meia Maratona, por volta do quilômetro 12 ou 13, quando surge esse senhor na calçada ao lado da avenida. Maltrapilho, barba longa e branca, puxando um carrinho de ferro cheio de suas roupas velhas e sujas, além de algumas tralhas. Lembro-me muito bem, como se fosse agora, a cena causou um furor impressionante. Uns acenaram para ele, outros gritaram agradecendo e eu assisti aquilo tudo arrepiado, literalmente encantado. Foi muito massa.

Eu fico me perguntando o que levou aquele senhor visivelmente desgastado pelas intempéries da vida, a exclamar daquela forma tão vibrante e emocionada aos corredores. Uma pena eu não ter corrido com meu celular naquele dia, porque sem dúvida eu teria parado, feito fotos, teria pedido pra ele repetir pra que eu pudesse gravar. Mas quis o destino que aquele momento ficasse registrado apenas em nossas mentes e agora resolvi compartilhar com vocês. Amigos, esse é um daqueles momentos que um corredor nunca esquece.

Já pratiquei muitos esportes ao longo desses meus quase 39 anos, mas foi na corrida de rua que me encontrei e tenho certeza matemática como muita gente também se identifica com esse texto. A corrida carrega inúmeros clichês que até poucos anos eu mesmo fazia pouco, só que hoje eu posso atestar, é tudo verdade. “Correr é vida”, “corrida de rua vicia”, “corrida é o esporte individual mais coletivo que existe”, “correr é um estilo de vida”. Repito, é sim tudo verdade. É tudo isso e muito mais.

Lembro-me muito bem quando eu não corria e virava as noites nos bares da vida aos finais de semana, que sempre debochava e fazia piadas quando via os corredores aos sábados bem cedinho. Hoje me vejo indo dormir nas sextas-feiras às 7 ou 8 horas da noite, simplesmente porque no sábado preciso acordar entre 3 e 4 horas da madrugada, e para que? Isso mesmo, correr. E olhem, vocês que não correm, não fazem ideia de como é prazeroso começar antes do sol raiar.

E falando pra quem não corre, eu sei que é difícil ter a real dimensão do que a gente sente e não tem outra, você só saberá provando. Correr vai além de um esporte. Transforma vida e traz mudanças profundas, muitas vezes inimagináveis. Vai além de fazer do gordo, um magro. Faz do preguiçoso, um disposto. Faz do desleixado, um determinado. Torna o porra-louca, um focado. Deixa o antes sem parâmetros, o agora metódico. E toda essa nova carga toma conta da nossa personalidade e se enraíza de forma definitiva. Alguém vai dizer, “correr faz milagres?” Eu afirmo categoricamente, em mim fez.

Essa semana li um artigo do publicitário Nizan Guanaes chamado “Correr é o novo MBA”. Um texto sensacional e de uma percepção incrível dos efeitos do estilo “corredor de rua” de ser na vida de uma pessoa. A prática desse esporte, sem que você perceba te faz desenvolver dons que você nem sabia que poderia ter e se tinha, te melhora. Te deixa disciplinado, estrategista, determinado e focado. Alguém que não corre ainda pode dizer “e pra que toda essa besteira por causa de corrida?”. Besteira nada. A questão toda é que aos poucos e sem que você se dê conta, essas novas qualidades te guiam em todos os aspectos da vida. No trabalho, família, hábitos, alimentação, enfim, te transformam pra melhor.

Me perdoem se exagerei no texto, mas eu acho que não. Após 6 anos correndo eu vejo que esse é um dos poucos esportes no qual todos ganham e ganham sempre. Nos outros você muitas vezes perde né? Nesse não, a cada corrida é uma vitória e o melhor, a vitória é sua. Você vence ao completar uma prova, quando melhora seu tempo, quando corre mais, ao se superar, ao ajudar alguém ou ser ajudado, quando faz novos amigos, quando viaja a lugares que não conhecia, ao conseguir um índice pra uma prova importante, quando perde peso, quando deixa os remédios e melhora a saúde. Amigo, duvide mais não e aceite. Na corrida, a gente só ganha.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gerson Azevedo de Oliveira disse:

    Amigo Breno, parabéns pelo lindo artigo!
    Sensacional!
    Desculpe pela emoção. Chorei ao ler seu artigo!
    Como você, sempre fui atleta de futebol e futsal, mas acho que Deus quis que eu conhecesse, há sete anos, esse esporte – corrida.
    Identifiquei-me tanto com a corrida que acho que me apaixonei.
    Voltando ao mais importante, show de bola seu artigo. Está dando vontade de chorar de novo!
    ?????

  2. Samir Xavier disse:

    Excelente texto! Vivo a Corrida a um pouco mais de 25anos e ela transformou minha vida por um todo. Desde ser apenas um amante da corrida para ser professor de uma assessoria de corrida já com mais de 10anos.

‘E aí, bora correr?’: 24ª Corrida Soldados do Fogo deve reunir 5 mil pessoas neste sábado em Natal

Tudo pronto para a 24ª edição da Corrida Soldados do Fogo. A entrega dos kits começa nesta quinta-feira (5) e os atletas inscritos podem procurar o quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte, na Avenida Prudente de Morais, das 10h às 19h.

Já na sexta-feira (6), diante do jogo da seleção brasileira pelas quartas de finais de Copa do Mundo, a entrega de kits será em horário reduzido, das 9h ao meio dia. Para compensar a organização também fará entrega de kits no sábado (7), dia da prova, mantendo o horário das 9h às 12h.

Realizada há 24 anos consecutivos, a prova festeja o aniversário dos Corpos de Bombeiros do Brasil comemorado no dia 2 de julho. O evento terá largada às 16h e a expectativa da organização é reunir cerca de 5 mil pessoas, entre atletas inscritos e em público geral.

A corrida terá os circuitos de 5 km e 10 km. A prova terá largada e chegada no quartel do Corpo de Bombeiros, passando pelas principais ruas dos bairros de Tirol e Petrópolis, como as avenidas Prudente de Morais, Alberto Maranhão, Rodrigues Alves e Campos Sales.

Ainda restam poucas inscrições para serem comercializadas e os interessados podem se dirigir ao quartel do Corpo de Bombeiros e efetuar inscrição e pagamento, nos mesmos dias e horários destinados à entrega dos kits.

A organização pede aos que puderem colaborar, que doem 1Kg de alimento não perecível no ato da retirada do kit. Os alimentos arrecadados serão doados à Caravana Semeando O Amor da Paróquia Nossa Senhora da Candelária.

‘E aí, bora correr?’: Reunimos para você as principais corridas em Natal para este ano; se prepare e confira

Foto: Tiago Lima

Alô, corredores potiguares! Vai começar a temporada intensiva de provas em Natal e região metropolitana. Nessa semana foram confirmadas as datas de várias das principais corridas de rua  já consolidadas no segundo semestre do nosso calendário. Só na capital, cinco grandes eventos serão realizados. Seguindo a ordem cronológica, a programação inclui a Corrida Soldados do Fogo, dia 7 de julho; o Circuito Nordeste de Corridas, dia 4 de agosto; a Meia Maratona do Sol, em 15 de setembro; a Corrida da PRF 191, dia 10 de novembro; e a Corrida do Ministério Público, programada para dia 8 de dezembro.  

“As corridas de rua conquistaram os potiguares e isso tem nos motivado a melhorar ainda mais cada edição destes eventos, visando sempre oferecer a melhor estrutura e a segurança necessária que o corredor precisa na prática do esporte”, afirma Gabriel Negreiros, um dos organizadores dessas provas.  

A corrida Soldados do Fogo é a competição de rua mais tradicional do Rio Grande do Norte e compõe há 24 anos consecutivos o calendário festivo do aniversário do Corpo de Bombeiro Militar do RN. A largada está marcada para acontecer às 16h, do dia 7 de julho, do Quartel do Comando Geral dos Bombeiros.  As inscrições já estão abertas.

Na sequência, Natal será a primeira capital nordestina a receber o Circuito Nordeste de Corridas. O evento vai acontecer em mais seis cidades até 2019. A competição tem duas distâncias de provas, 5 km e 10 km.  

A Meia Maratona do Sol já está consolidada como a maior corrida de rua do Rio Grande do Norte e uma das mais importantes do Brasil. A prova vai para sua quinta edição e oferece toda estrutura de uma boa corrida de rua com um percurso difícil, mas ao mesmo tempo convidativo e desafiador que sempre inicia em um dos cartões postais da cidade. Com percursos de 21 km, 10 km e 5 km, os organizadores esperam 8 mil inscritos para este ano, 2 mil a mais que em 2017.  O primeiro lote de inscrições já está aberto.

Já a corrida da PRF 191 tem o objetivo de aproximar o público da Polícia Rodoviária Federal e promover saúde e qualidade de vida aos participantes. Além disso, possui caráter social com ações solidarias à instituições que combatem o câncer infantil. Os percursos disponíveis são de 10 km, 5 km e 3 km. A prova estreou ano passado e foi sucesso de críticas especialmente pelo percurso diferenciado em plena BR-101.

Com duas opções de trajeto, 5km e 10km, a corrida do Ministério Público do Rio Grande do Norte acontecerá pela primeira vez em 2018. A prova está ainda na fase de preparativos e a previsão é que ocorra no dia 8 de dezembro.

Revezamento

Outra corrida que gera expectativa entre atletas é o Desafio Natal-Touros. A terceira edição da prova está marcada para 25 de agosto e pode ser disputada em quatro modalidades, individual, dupla, quarteto ou octeto. São 80 km de percurso saindo da Zona Norte da capital potiguar, seguindo pela BR-101 Norte até o Centro da cidade de Touros. As inscrições para essa prova também já estão abertas.

Tem corrida de rua para todos os gostos e bolsos, cada uma com seu atrativo. Então, estão mais que na hora que afinar a preparação com seu professor e fechar as melhores estratégias. Tem muita gente boa de olho nesses eventos. Muita gente daqui e de outros Estados também.

E aí, bora correr?

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcliene disse:

    E aí bora correr? Bora!
    Mas cadê as informações completas?
    Link de pelo ao menos uma das organizadoras de cada evento,telefone,rede social ou qualquer contato que possamos acesso. Obrigada!