Educação

Carteirinha digital estudantil gratuita será lançada nesta segunda-feira

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

As novas carteirinhas estudantis digitais serão lançadas na segunda-feira (25). A informação foi confirmada por fontes do MEC (Ministério da Educação) para a produção da Record TV nesta sexta-feira (22).

Batizada de ID Estudantil, o documento poderá ser baixado de forma gratuita pelo celular e o estudante poderá utilizá-lo para ter acesso à meia-entrada em shows, teatros, cinemas e demais atividades culturais.

O ID Estudantil foi criado por meio de uma MP (Medida Provisória) publicada pelo presidente Jair Bolsonaro em setembro como uma alternativa às carteirinhas de estudantes, hoje sob a responsabilidade de entidades estudantis.

De acordo com informações do MEC, o ID Estudantil poderá ser baixado gratuitamente por aplicativo de celular e usado por estudantes para obter desconto em entradas de cinema, teatro, shows, entre outras atividades. O aplicativo estará à disposição dos estudantes a partir desta segunda-feira, quando será lançado oficialmente.

O estudante deverá consentir com o compartilhamento dos dados cadastrais e pessoais com o MEC. As informações fornecidas pelos alunos vão subsidiar o Sistema Educacional Brasileiro: novo e inédito banco de dados nacional de estudantes, que será criado e mantido pelo ministério. O MEC garante o sigilo dos dados.

R7

Opinião dos leitores

  1. UM CAVALO BATIZADO É MAIS EDUCADO DO QUE ESSE GROSSO.
    IMAGINAR UMA PESSOA DESSAS COMO MINISTRO DA EDUCAÇÃO…
    É ESSE EXEMPLO DE PESSOAS DO BEM, CRISTÃO E EDUCADO QUE VCS QUEREM CONSTRUIR?

  2. Medida excelente. Agora o governo deve acabar também com as anuidades dos conselhos. Porque o que faz o profissional é o diploma e não ficar pagando estes com conselhos para alimentar estes sindicatos

    1. Pelo q eu saiba conselho não alimenta sindicato. Conselho é mero fiscalizador da profissão, é o fiscal do governo quanto a exercício ilegal da profissão. Agora sindicato sim, foi criado pra defender os direitos dos profissionais, que muitas vezes não fazem

  3. Ministro competente e corajoso. Por enfrentar a militância esquerdista enraizada nas universidades públicas, por explicitar a vagabundagem que tomou conta da academia e por querer corrigir os péssimos resultados que a dominação petista promoveu na educação, tem sido perseguido pelos arautos do atraso, incluindo reitores, professores, parte da mídia, estudantes que não estudam, etc.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *