Justiça Federal do RN determina ao Sindicato dos Vigilantes que não bloqueie acesso à Central de Vigilância Eletrônica da UFRN

Decisão da Juíza Federal Moniky Mayara, da 5ª Vara do Rio Grande do Norte, determinou que o Sindicato dos Trabalhadores Vigilantes em Empresas de Vigilância e Segurança Privada Monitoramento Eletrônico não obstrua qualquer o acesso à Central de Vigilância Eletrônica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

“No caso, a UFRN busca proteção possessória direcionada às dependências do seu campus central, ante a alegação de atos de turbação praticados por terceiros a título de protestos relacionados a movimento paredista da categoria dos profissionais vigilantes”, escreveu a magistrada.

Ela realçou que a UFRN comprovou, nos autos do processo, que está sofrendo turbação na posse do Campus Universitário. “Os réus estão ocupando de forma irregular área pertencente à UFRN, além de estarem impedindo, igualmente de forma irregular, as ações de vigilância no campus central”, destacou a Juíza Federal Moniky Mayara.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Joca disse:

    Kkkkk esses vigilantes tem mais moral que a OAB ….OAB não consegue derrubar os 60 dias de férias do nobres magistrados ….já os vigilantes pararam o RN 15 dias