VÍDEO: PM´s e bombeiros protestam na Governadoria por correção salarial de 60%

Policias militares e bombeiros se concentram em paralisação em frente a sede do Governo do Estado. O movimento paredista está ocorrendo em todo o Estado nesta segunda-feira, 17.

De acordo com o subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), “tentamos de todas as formas, porém o Governo continua resistindo com a alegação da crise fiscal, mas que só existe para alguns setores”, expõe.

O déficit salarial dos militares atualmente chega a 60,48% e a categoria não recebe ao menos a reposição inflacionária há cinco anos, argumenta o presidente. Além disto, os militares do RN possuem o pior salário inicial da Federação, na carreira policial, e, ainda, o pior salário entre as demais forças de segurança do RN.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Silva disse:

    O governo do diálogo deu show. Prevaleceu o bom senso. O RN ganha com isso.

  2. Clovis Junior disse:

    Caramba, tudo vira motivo para chacota. O estado tá lascado, os aumentos ou reposições tem que ser mais condizentes com a realidade. Ela dando 60% para eles, abre margem para todo o resto do funcionalismo vir acampar lá na frente, vide o pessoal da educação e saúde.

  3. LULADRÃO disse:

    Ninguém deve recriminar está paralisação dos policiais.
    Não esqueçam, que os servidores da justiça, que recebem mais de R$ 30.000,00 foram agraciados com um aumento no mês passado de 16%.
    Como o governo tem dinheiro para uma categoria abastarda e não tem para outra?

    • Felipe Fernandes disse:

      Ou as pessoas são desenformadas ou são maldosas mesmo. O aumento da justiça veio lá de cima, foi um efeito cascada, TODOS os governadores tiveram que fazer esse "reajustes", pois o JUDICIÁRIO é um poder autônomo e tem sua própria receita. Quem acha o executivo ruim, é só sair e estudar para ser do judiciário, simples assim"

  4. Ivan disse:

    Esse desgoverno errou a dar 16% p/categorias que não precisavam. Deveria ter aproveitado a oportunidade e ter mandado um recado pros servidores, somos um estado/patrão POBRE, não podemos pagar teto salarial aqui…Precisa q se desenhe??????Não o fez, agradou à esses privilegiados, e agora, qual será o argumento para negar às demais categorias???? Responda govero inoperante!!!! Esse estado não pode aumentar a folha mais…um governo não pode existir apenas para se auto-alimentar!!!

  5. Victor Souza disse:

    Aumento de 60%? querem que os outros servidores fiquem sem receber? pois mesmo recebendo atrasado estão recebendo integral todo mês, o restante dos servidores recebe 30% apenas.

  6. Felipe Fernandes disse:

    Uma grande irresponsabilidade da associação de cabos e soldados, o Estado está quebrado e não foi culpa somente do PT, ficam fazendo "chantagem" com o governo, ademais, eles recebem sempre em dia, primeiro que todas as categorias. Deveriam esperar o Estado se organizar para reivindicarem o tão merecido aumento. Porque muito pior é a situação dos policias civis, que não tem efetivo, nem estrutura e estão com os salários atrasados há tempos. Se eu fosse a Governadora, pediria intervenção federal e cortaria o ponto, até porquê, PM não pode fazer greve. Mais lógico que antes tentaria conversar com as associações

    • Itan vieira de souza disse:

      Ten que pra mesmo vcs acha que ela vai dar de mão bejada que nem deu 16 por cento a tuma dela

  7. Lampejao disse:

    Desgoverno incompetente !!!!!!

  8. Manoel disse:

    Engraçado, pra aumentar salário de desembargadores, juízes, promotores, procuradores, defensores públicos, auditores fiscais e até de professores tem dinheiro mas para dá aumento pra quem ganha menos o estado tá quebrado…

  9. Aluízio disse:

    KKKKK 60% esses PMs estão doidos. Estado véi falido vai arranjar dinheiro onde para dar 60% e onerar a folha em mais 289 milhões. O RN Não consegue pagar os R$ 482,5 milhões da folha atual, imagine jogar 289 milhões. em cima. o Estado deveria cortar 30% dos salários com redução da carga horária, aí as coisas começariam a melhorar.

    • Rodrigo disse:

      Se pra os deputados, juízes, desembargadores, procuradores, promotores, auditores fiscais , que já ganham 40 mil, ela deu 17%, pra as categorias que ganham 2 mil ela deve dar no mínimo 30%, pior, se der isso, não vão ganhar nem o valor que esses marajás, receberam como parte do aumento, coisa de 5.000 reais. É mole?

    • chibatazil disse:

      Ou você é babão da governadora, ou analfabeto funcional, ou se faz de doido. Eles não querem 60% de aumento, apenas a reposição inflacionária dos ultimos cinco anos, em que não tiveram qualquer reajuste nos vencimentos. E outra, a governadora não pode diminuir os salários dele, a lei não permite, e por fim, cidadão, deixe a sociedade três dias apenas sem a polícia nas ruas, para ver o inferno em que a cidade se transforma.

    • Aluízio disse:

      Chibatazil deixa de chantagem, pois vc sabe que PM NÂO PODE FAZER GREVE. Essa questão de redução salarial entrará em pauta brevemente no STF, e é bom que seja aprovada, pois é na folha que está a única forma de redução de despesa do Estado. A reposição da inflação de 60%, como vc redundará em 289 milhões a mais na folha.

  10. Lima disse:

    Fatoca Lula Bezerra provando do próprio Veneno.
    É muito fácil criticar né não D. Fátima?
    A vida toda, agora apontem as soluções.
    Bora!!
    Vamos!!

  11. Ricardo disse:

    Tudo que fizerem contra ao desgoverno de Fátima Lula Bezerra, é pouco.
    Tá bom da governadora vir pra frente do prédio da governadoria e atear fogo como ela fez em greves passadas.
    Ela tinha que enfrentar esta situação. Pois em outros tempos ela ficava no sol e chuva excitando os companheiros a fazer baderna.
    Hoje está exatamente na mesa e sala que foi de dona Wilma, Rosalba, Robson , Iberê, Garibaldi, só tomando cafezinho, comendo do bom e do melhor, meia dúzia de babões, dizendo que ela tem razão, etc, etc… e eles também já foram grevistas bem remunerados e assim continua. Oh cambada nojenta é bajuladores!!!

  12. Arnaldo Franco disse:

    Não se preocupem! Daqui pro final de semana, os desiguais para deveres, mas iguais para direitos assumirão a segurança. Podem ter certeza que já estão de prontidão.

  13. Roberto disse:

    Estão certos, hoje o nosso direito de ir e vir só é garantido única e exclusivamente por essa categoria de verdadeiros heróis, num tempo em que não se respeita mais instituição nenhuma nesse país.

    • Gerson disse:

      Esses "heróis" mensalmente chantageiam o governo com ameaça de greve. O ente é pobre, nâo pode pagar salário alto. Nâo está gostando, pede para sair e vai trabalhar no UBER.

  14. PAULO disse:

    Desocupem a via, estão dificultando a movimentação dentro do centro administrativo e prejudicando o direito de ir e vir das pessoas…

    • Antonio Barbosa Santos disse:

      Mas o PT não é dado a se preocupar com esse direito.
      Tanto não é que invade rodovias em pleno dia útil e no horário de pico.
      Agora aguenta do teu veneno petralha.

  15. Ricardo disse:

    É gopi, é gopi,é gopi e é gopi.

  16. JBBatista. disse:

    Eu pergunto e quem está ha mais de 20 anos sem aumento. tem muita politicagem nesse meio.

    • Pronto, falei! disse:

      Não tem politicagem, JBBatista. É pura necessidade… Politicagem não iria, jamais, tirar toda uma tropa de sua rotina para fazer fuxico, muito menos politicagem. Ao menos respeite quem coloca a vida em risco por você.

  17. Manoel disse:

    Eh góipi! Ainda bem que nosso Estado eh rico. Nem precisa de reforma da previdência, né governadora?

  18. vilanir gurgel disse:

    Certíssimo.!!!!!
    Para Procuradores e outras categorias que já ganham salários fora da realidade não há crise.

    • Fernando disse:

      Se deu aumento de 17% pra procuradores, juizes, desembargadores, deputados, promotores, auditores fiscais que já ganham os maiores salariais do estado, com certeza pras categorias que ganham 10% desses privilégiados, o governo que não aceita injustiça, vai dá um aumento de pelo menos 30%. A não ser que apóie somente os privilegiados.