Faturamento da Record no 1º trimestre sobe 659%; em segundo veio SBT e Globo passou para terceiro lugar

O faturamento da TV Record junto à Secom subiu 659% no primeiro trimestre de 2019, segundo o UOL.

A emissora preferida de Jair Bolsonaro ganhou 10,3 milhões de reais.

Em segundo lugar, veio o SBT, com um faturamento de 7,3 milhões de reais – um aumento de 511%.

A TV Globo passou para o terceiro lugar, com 7,07 milhões de reais.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ceará-Mundão disse:

    Bolsonaro realmente continua operando milagres. Nesses dias conseguiu fazer os esquerdopatas serem contra o 13° do Bolsa Família, a favor do aumento do preço do óleo diesel e defenderem a Rede Globo. E muitos outros "milagres" ainda vêm por ai. Kkkkkkkkkkkkk

  2. Junin disse:

    Três meios de corrupção aberta contra o povo brasileiro….e Nesse sentido televisivo não adianta bancar os sabichões porque na TV fechada a maioria dos canais ou são deles ou são sócios…..!!! Então a faxina em suas cabeças é geral!!!!

  3. Bruno Milla Tech disse:

    A TV preferida dos Brasileiros , nao so do presidente!!! Não deixo Minha filha de 4 anos ver o beija beija e rala e rola na Globo em plena quase tarde inicio da noite !’ Deus me livre !!!

  4. Raimundo disse:

    A dúvida é?
    O faturamento da globo caiu depois que foi retirado o apoio estatal?
    Esse aporte do governo migrou para as outras emissoras?
    Se o faturamento da Globo caiu por conta da retirada do patrocínio do governo a Globo tinha uma mamadeira gigante

    • Anti-político de estimação disse:

      Ao que tudo indica a "mamadeira" só fez trocar de bico. Agora está com Edir Macedo et caterva.

  5. Josué Medeiros Novaes Torres disse:

    Agora começo a entender o posicionamento da globo contra o governo Bolsonaro. Como nunca antes na história desse país o grupo globo se mostra contra o governo como te feito e a razão começa a aparecer.
    Lembro quando Bolsonaro foi entrevistado no jornal nacional e afirmou que a empresa seria tratada da mesma forma que as demais, sem as regalias que vinham recebendo do governo federal nos últimos 15 anos.
    De imediato o jornalista William Bonner leu uma nota afirmando que os recursos públicos representavam apenas 4% do faturamento do grupo globo. Parece que não é bem esse percentual, tanto que a emissora tem colocado todos seus artistas e apresentadores para fazer programas e falas criticando o governo diariamente.
    Fica cada vez mais explícito a falta de articulação do governo, está faltando distribuir moedas…

    • J. C. PEREIRA disse:

      Não quer dizer com esses números que o governo parou de gastar com publicidade, apenas optou por outros veículos