VÍDEO: Torcedores organizados entram em confronto com grupo pró-Bolsonaro e PMs na Avenida Paulista

Imagens: Pedro Ribeiro/Twitter

Um ato organizado por torcidas de clubes de futebol terminou em confronto com apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, os torcedores também reagiram à ação dos policiais militares para conter os mais exaltados e dispersá-los, na Avenida Paulista, região central de SP, na tarde domingo (31).

A polícia usou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes, que revidaram com pedras. Houve correria. Até por volta de 14h35, não havia informações sobre feridos. Os confrontos começaram por volta de 13h e duraram, pelo menos, até pouco antes das 15h.

Pelo menos três torcedores foram detidos pela Polícia Militar (PM) e levados à uma delegacia da região. Uma mulher que ameaçava manifestantes com um taco de beisebol na Avenida Paulista foi apenas conduzida pela polícia para outro local. Pessoas próximas pediam a prisão por porte de arma branca. O policial não se manifestou

A primeira confusão começou por volta de 13h, quando torcedores de Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos se manifestavam em defesa da democracia. Inicialmente, o embate foi com um grupo de defensores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que também realizam ato no local a favor da reabertura do comércio durante a pandemia.

Fotos: reprodução/GloboNews

A Polícia Militar (PM) usou, então, bombas de efeito moral para dispersar a confusão entre torcedores e bolsonaristas. Foi feito um cordão de isolamento entre os dois grupos que estavam entre o Masp e o prédio da Fiesp, mas os torcedores acabaram reagindo à ação da PM.

Segundo o coronel Álvaro Camilo, secretário executivo da PM de SP, por volta de 15h, não era possível afirmar ainda quem iniciou a confusão. “As imagens, os atos, analisando claramente vamos saber quem começou”, disse. “A Polícia vai agir agora para manter a ordem. Não interessa o grupo, não interessa o lado.”

Com informações do G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    Só para saber, os Corinthianos também vieram para o Rio fazer terrorismo também?
    Ou qui irão dizer que foram flamenguista, vascainos.
    Terroristas de esquerda nunca.

  2. Ciro Natan disse:

    Onde tem CUrintiANUS tem confusão e sinda se acham a nega do pedaço

  3. Ciro Natan disse:

    Os pão com mortadela estão loucos,estão atirando pra todo lado,

  4. Marcos Benício disse:

    Agora o bicho vai pegar, pois as torcidas de São Paulo não costumam correr de medo.
    Os bolsominions agora vão ter uma pedra no calcanhar, pelo menos em São Paulo!

  5. José disse:

    Parabéns as torcidas organizadass que foram os primeiros a enfrentarem esses loucos . São os primeiros que foram para alinha de frente pra conter o Facismo. Mais movimentos se somarão pra forma do Gado raivoso. Contra doido sonorizara outro doido.

  6. Severino disse:

    Eles querem o caos !!! Quando pior, melhor !!! Por mais que odeiem os militares serão a nossa salvação !

  7. Luiz disse:

    Só a organizada do conrintia para meter o cacete nesse gado brabo mito.

  8. Silva disse:

    Esses são os eleitores dos esquerda no Brasil.
    Integrantes de uma torcida organizada, onde os seus diretores estão presos por fazerem parte de uma facção criminosa.
    Tá explicado por que eles ganharam nós presisidios

  9. Severino disse:

    Torcidas organizadas fazem parte do crime organizado. Alguém aposta um centavo de que não tem perdedor de 2018 por trás desses arruaceiros?

COMENTE AQUI