Humor

VÍDEO: Brasileiro desabafa após voos cancelados: “Mesma cueca há 6 dias”

Um vídeo de um verdadeiro perrengue no aeroporto de Lisboa viralizou no Twitter na tarde desse sábado (2). Isso porque o comediante brasileiro, Abdiás Melo, está passando maus bocados por conta da greve que levou ao cancelamento de voos em Portugal.

“Meu anjo, eu estou com a mesma cueca faz seis dias. Eu não tomei banho. É um absurdo, meu sovaco está fedendo e eles não fazem nada”, desabafou em entrevista para o canal português RTP.

Ainda no vídeo, o homem lamenta a falta de informação e até de intimidade nos aeroportos: “Eu só consigo fazer cocô em casa. Eu tô preso, sem fazer cocô”, finaliza

Até o momento, mais de 65 voos foram cancelados no aeroporto de Lisboa, causando filas longas de espera com milhares de pessoas frustradas à procura de solução.

Metrópoles

Opinião dos leitores

  1. Por acaso não há greve nenhuma no aeroporto de Lisboa … O que há é má organização e falta de pessoal, que despediram durante a pandemia …

  2. Por acaso não há greve nenhuma no aeroporto to de Lisboa … O que há é má organização e falta de pessoal, que despediram durante a pandemia …

  3. Que é isso gordin, é só abrir a mala e ir no banheiro do aeroporto, õ povim ceboso o pernambucano

  4. A esquerda vai culpar Bolsonaro. Alguém duvida? Vão inventar que tá ruim a situação no Brasil e o cara foi se virar em Portugal. Esperem e vão ver.

    1. Que merda véi! Tudo de vocês é esquerda, direita! Você comem política e ficam arrotando merda pra todo lado. Bando de lunáticos!

    2. Povo doente e fanático, esse comentarista do blog. A vida deste se resumem a política, o câncer está em vocês, psicopatas políticos. Vão viver…

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PF prende mais três suspeitos pela morte de Bruno e Dom Philips em operação contra pesca ilegal

Foto: reprodução/g1

A Policia Federal do Amazonas cumpriu neste sábado, 6, sete mandados de prisão e prendeu mais três suspeitos pela morte de Bruno Pereira, servidor da Funai, e Dom Philips, jornalista britânico, em operação contra pesca ilegal no Vale do Javari, no Amazonas. Entre os presos estão três familiares de Amarildo de Freitas Oliveira, o “Pelado”, envolvidos com a ocultação dos corpos. Amarílio de Freitas Oliveira, conhecido como “Dedei” e filho de Amarildo, foi preso de madrugada em uma danceteria em Atalaia do Norte.

Jeferson da Silva Lima, conhecido como “Pelado da Dinha” e Oseney da Costa de Oliveira, o “Dos Santos”, irmão de Amarildo, são os outros detidos. Dez mandados de busca e apreensão também foram realizados. Todos estão sendo investigados por associarem-se a “Colômbia” visando a realização de pesca ilegal na região.

De acordo com a PF, a equipe conseguiu identificar a real identidade do indivíduo de alcunha “Colômbia”. Trata-se de Ruben Dario da Silva Villar, um cidadão colombiano que utilizava documentos ideologicamente falsos, como carteira de identidade brasileira e documento de identidade peruano, dentre outros. Com o avanço das investigações, a PF identificou fortes indícios de que “Colômbia” seria líder e financiador de uma associação criminosa armada dedicada à prática da pesca ilegal na região do Vale do Javari, responsável por comercializar grande quantidade de pescado que era exportado para países vizinhos.

Segundo a PF, a operação de pesca ilegal foi aberta em paralelo ao assassinado de Bruno e Dom. Por meio das investigações, descobriram que o servidor da Funai era alvo da quadrilha e foi morto porque combatia a pesca ilegal na região. Dom foi executado porque estava com Bruno. As investigações prosseguem para o total esclarecimento do caso.

Jovem Pan

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Brasil registra 181 óbitos e 16 mil casos nas últimas 24h

Foram divulgados os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste sábado (6), de acordo com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass):

– O país registrou 181* óbitos nas últimas 24h, totalizando 679.939 mortes;

– Foram 16.703* novos casos de coronavírus registrados, no total 34.011.173;

*Não atualizaram: DF, MA, MG, MT, RJ, RR e TO

A média móvel de óbitos nos últimos sete dias é de 208. A a média móvel de novos casos é de 28.227.

O ministério da Saúde calcula que mais de 32,6 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

ABC vira o jogo contra o São José-RS e garante classificação antecipada para próxima fase da Série C

Foto: Adriano Abreu

O ABC garantiu a classificação antecipada para a próxima fase da Série C do Campeonato Brasileiro após vencer, de virada, o São José-RS no Frasqueirão.

A vitória Alvinegra por 3 a 2 veio nos acréscimos do segundo tempo de jogo. O gol da classificação foi marcado por Felipinho aos 46 minutos da segunda etapa. O time gaúcho esteve à frente no placar por duas vezes.

O ABC chega aos 31 pontos e está matematicamente garantido na segunda fase da competição faltando uma rodada para o fim da primeira fase.

Na última rodada, o Mais Querido encara o Figueirense-SC, no sábado, dia 13, às 17h no Orlando Scarpelli.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

MPE pede para Beto Rosado corrigir a cor dele

Foto: reprodução/PP

O Ministério Público pediu à Justiça Eleitoral que o deputado federal Beto Rosado (PP), que pleiteia este ano a renovação do mandato, corrija o Requerimento de Registro de Candidatura no que diz respeito à raça.

O MP Eleitoral questiona o fato de Betinho Rosado ter se declarado de “cor parda”. O procurador regional eleitoral, na petição encaminhada ao juiz, observa que ao pedir o registro de candidatura nas eleições de 2018, Rosado se declarou “de cor branca”.

O MPE afirma, ainda, que pode ter havido um erro de preenchimento do Requerimento de Registro de Candidatura.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Allyson mergulha na campanha de Jadson para Deputado Estadual

Foto: reprodução/redes sociais

O candidato a deputado estadual pelo solidariedade, Jadson, percorreu por municípios da região oeste neste sábado (6).

Acompanhado do Prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, Jadson cumpre agenda política em Apodi, Messias Targino e Upanema.

Pela manhã eles estiveram em Apodi, foram recepcionados pelo candidato a deputado federal e vereador, Gilvan Alves (Solidariedade), e esteve com lideranças e referências comunitárias do município, ouviram Gilvan, Jadson e Allyson.

A tarde eles estiveram em Messias Targino e agora a noite seguem para a última agenda do dia em Upanema.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

MPE pede impugnação da candidatura de Zé Lins, ex-prefeito de Currais Novos

Foto: reprodução

O ex-prefeito de Currais Novos José Marcionilo de Barros Lins Neto, mais conhecido como Zé Lins, candidato a deputado federal pelo PP, é alvo de pedido de impugnação por parte do Ministério Público Eleitoral.

O MP alega que Zé Lins teve as contas relativas ao ano 2005, primeiro de sua gestão como prefeito de Currais Novos, julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Em 2016, a decisão transitou em julgado e o ex-prefeito foi condenado a pagar multa e devolver valores referentes a convenio firmado com a Fundação José Augusto. Julgado por ato doloso de improbidade, Zé Lins fica inelegível até 2024, segundo argumenta o Ministério Público no pedido de impugnação.

O MPE aponta, ainda, que o ex-prefeito não teria pago ou parcelado as multas estabelecidas pelo TCE e que não está quites com a Justiça Eleitoral.

O ex-prefeito pode recorrer e fazer campanha até o julgamento pelo Tribunal Regional Eleitoral.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO: Bolsonaro convoca apoiadores para o 7 de Setembro, durante evento em Recife

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a pedir, neste sábado (6/8), que apoiadores mobilizem atos e participem dos eventos no feriado de 7 de Setembro. O chefe do Executivo federal, que cumpre agenda no Recife (PE), endossou a organização de “um movimento do povo brasileiro que não abre mão da sua liberdade e que defende liberdade à sua democracia”.


 

“Hoje, temos um presidente que tem orgulho de dizer que acredita em Deus, que respeita os seus militares e seus policiais, que defende a família. E que deve lealdade ao seu povo. Mas nós temos algo tão ou mais importante que a nossa vida: a nossa liberdade. E a grande demonstração disso, eu peço a vocês, que seja explicitada no próximo dia 7 de Setembro”, destacou.

Bolsonaro também reafirmou que participará do tradicional desfile das Forças Armadas, em Brasília, previsto para a data. O presidente acrescentou que, no mesmo dia, deverá ir ao Rio de Janeiro à tarde para marcar presença em uma manifestação de apoiadores.

“Estarei às 10h da manhã em um grande desfile militar e, às 16h, no Rio de Janeiro. Esse movimento não é político, não é de A, nem de B, nem de C, é um movimento do povo brasileiro, que não abre mão da sua liberdade, que defende liberdade à sua democracia”, completou.

No fim de julho, durante convenção que oficializou a candidatura de Tarcísio de Freitas ao governo de São Paulo, Bolsonaro anunciou: “Às 16h [do dia 7 de Setembro], nossas Forças Armadas estarão desfilando na Praia de Copacabana ao lado de nosso povo”.

A realização de um eventual desfile militar em Copacabana colocou o mandatário do país em rota de colisão com o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), que não cedeu aos apelos do presidente e decidiu manter a cerimônia no centro da cidade, na Avenida Presidente Vargas. “Onde o Exército solicitou e onde sempre foi feito”, disse Paes nas redes sociais.

Metrópoles

Opinião dos leitores

  1. Eu já vou mandar adesiva o capuis do meu pejo 208 amanha botar as bandeira na janela e pintar as Carlota de verde amarelo pra homenagear Meu Bolsonarozão em Recife e no dia da vitória 2 de outubro com a bandeira verde amarelo de Bolsonaro e do Brasil

  2. Vamos combater a seita satânica do pt , vamos lutar pela nossa liberdade, pela democracia que os bandidos corruptos e assassinos dessa esquerda diabólica teimam em asumir o poder a qualquer custo, Bolsonaro é o homem eleito por DEUS para derrotarmos esses vermes corruptos e ditadores comunistas.

    1. Tb Calígula,estou aqui feito um soldado para defender nosso Brasil e nosso comandante.Tamo
      Junto MITO

    2. Tb Calígula,estou aqui feito um soldado para defender nosso Brasil e nosso comandante.Tamo
      Junto mito.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

VÍDEO: Jovem de 14 anos que se afogava em praia na Espanha é salvo por drone

Foto: General Drones

Um serviço pioneiro de salva-vidas, feito por drone, salvou um rapaz de 14 anos que se afogava em uma praia da Espanha.

O garoto lutava contra uma forte correnteza em Valência quando a ajuda tecnológica chegou. As imagens foram gravadas pelo drone e a empresa responsável divulgou o vídeo do resgate.

O vídeo mostra o drone chegando e soltando um colete salva-vidas para o adolescente, que estava exausto. O colete foi uma assistência valiosa e manteve o jovem boiando até que o jet-ski do socorro chegasse com um salva-vidas humanos.

Tensão e pânico

Foram momentos de tensão e pânico, mas no final tudo terminou bem.

“Por causa das ondas fortes, foi uma manobra complicada, mas finalmente conseguimos dar a ele o colete e ele pôde flutuar até que os salva-vidas o alcançassem”, informou a direção da empresa à Reuters. O resgate foi na semana passada.

Drones nas praias

A General Drones tem 30 drones de resgate em 22 praias ao longo da costa da Espanha.

Além dos equipamentos voadores, a empresa fornece também operadores para postos de salva-vidas.

Só Notícia Boa

Opinião dos leitores

  1. Quando Bolsonaro souber vai comprar e distribuir aos Bombeiros do Brasil.
    Tem corporação que nem bóia tem.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Candidaturas frustradas ao Planalto consumiram R$ 15 milhões na pré-campanha

Foto: Infoglobo

Três dos principais partidos do país, PSDB, Podemos e União Brasil gastaram cerca de R$ 15 milhões com pré-campanhas à Presidência da República que ficaram pelo caminho. Ao menos parte do dinheiro usado para custear atos de pré-campanha, propagandas e até salários dos pré-candidatos saiu do fundo partidário, abastecido com recursos públicos. Os números constam nas prestações de contas enviadas pelas legendas à Justiça Eleitoral.

A mais cara das empreitadas frustradas foi paga pela PSDB. O partido organizou eleições internas, as chamadas prévias, para escolher o nome que representaria a legenda na corrida ao Palácio do Planalto. Estavam na disputa os ex-governadores João Doria (SP) e Eduardo Leite (RS), além do ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio. Nesse processo foram consumidos R$ 12,2 milhões. O dinheiro foi usado para custear visitas dos pré-candidatos aos estados, debates internos e um evento com 700 filiados, além do sistema usado para garantir votação à distância.

Ao fim do processo que criou cizânias mal curadas até hoje, o vencedor das prévias, Doria, desistiu de disputar a Presidência da República. Ele recuou sob forte pressão de aliados, céticos com as suas chances de vitória. O tucano patinava no patamar dos 3% das intenções de voto nas pesquisas. Ao fim, o PSDB optou por apoiar a candidatura da senadora Simone Tebet, do MDB, ao Planalto.

Cada um dos três postulantes teve direito a R$ 4,2 milhões para pagar os custos de suas pré-campanhas nos estados. Dentre os gastos mais significativos, estão R$ 2,6 milhões desembolsados a empresas que desenvolveram uma ferramenta de votação online. A principal responsável pelo instrumento foi a Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul, que recebeu R$ 844 mil. A instituição foi o terceiro ente privado que mais recebeu dinheiro do PSDB em 2021, segundo o relatório entregue ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Já o Podemos apostou no ex-ministro da Justiça Sergio Moro para disputar a Presidência. O partido bancou um endereço em São Paulo para abrigar a campanha, pagou salário fixo de R$ 22 mil por mês ao ex-juiz e manteve um marqueteiro à disposição dele. Só o evento de filiação de Moro custou em torno de R$ 200 mil. Já neste ano, o ex-juiz alegou desentendimentos internos e migrou para o União Brasil, pelo qual deverá concorrer ao Senado pelo Paraná. O prejuízo total da empreitada foi estimado em cerca de R$ 2 milhões.

O próprio União Brasil também deixou para trás uma pré-candidatura ao Executivo federal. O partido gastou cerca de R$ 1 milhão com dois eventos para lançar o nome do deputado Luciano Bivar (PE) ao Planalto — um em Brasília, com buffet à vontade, e outro em São Paulo, no Transamérica Expo Center, que contou com bateria de escola de samba. Só nas redes sociais, foram investidos cerca de R$ 88 mil com vídeos que mostravam a principal promessa de Bivar na pretensa campanha — a criação do imposto único. Bivar, porém, abandonou o projeto para se candidatar à reeleição na Câmara e, na semana passada, a legenda lançou a senadora Soraya Thronicke (MS) para a disputa presidencial.

Procurado, o PSDB informou em nota que as prévias trouxeram uma “série de efeitos positivos” à sigla, como “aproximação com os filiados e militância, ampla cobertura de mídia (que se fosse publicidade custaria dezenas de vezes o valor das prévias) e fortalecimento da democracia interna”.

Sem obstáculo legal

O Podemos declarou que a pré-candidatura de Moro já é “página virada” na sigla e que todos os gastos foram “devidamente comunicados” à Justiça Eleitoral.

O União Brasil, por sua vez, afirmou que os contratos firmados contemplam “todos os seus pré-candidatos e fazem parte da estratégia de torná-los mais conhecidos”. A sigla ainda disse que todos os serviços de publicidade, edição de vídeos e pesquisas contribuíram para “aumentar o nível de conhecimento sobre o União Brasil e seus pré-candidatos”.

Apesar dos custos elevados com pré-candidaturas que naufragaram, não há nenhum impedimento legal em um partido investir milhões em um projeto eleitoral que não prospera. Segundo a legislação eleitoral, a fiscalização sobre os gastos devem levar em conta se eles realmente foram feitos e relatados à Justiça.

Opinião dos leitores

  1. MORO, futuro presidente do Brasil. Esses criminosos que roubam as riquezas do país, provocando aumento da miséria dos cidadãos, serão extirpados de vez, e as riquezas do país estará entregue na íntegra, sem roubo, aos brasileiros, os verdadeiros donos das riquezas da nação.

  2. Se essa grana saísse do bolso deles, com certeza nenhum gastaria esse valor. Como é dinheiro do povo brasileiro aí gasta sem limites. VERGONHA!

  3. Se essa grana saísse do bolso deles, com certeza nenhum gastaria esse valor. Como é dinheiro do povo brasileiro aí gastar sem limites. VERGONHA!

  4. Dessa vez BOMsolnaro nem vai precisar gasta por que o Brasil de Cabo arrabo de cima abaixo já sabe que o veio é macho!!!!!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO: Mulher tenta dar golpe em delegado e recebe resposta: “Otária”

Na tentativa de aplicar mais um golpe contra idosos que moram em áreas nobres do Distrito Federal, como o Lago Norte, estelionatários tiveram uma surpresa ao ligar para o celular de uma escrivã da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

Apesar de organizada e bem elaborada, a vigarice foi logo descoberta, e um delegado da corporação ainda se encarregou de mandar um recado curto e grosso para uma mulher que se fazia passar por funcionária de um banco público.

O episódio ocorreu na 9ª Delegacia de Polícia (Lago Norte) e foi acompanhado por um grupo de policiais que estava na unidade. Quando o celular da escrivã tocou, a sigla falsa do banco apareceu, como se a ligação partisse da instituição financeira. Os estelionatários tiveram o cuidado de transferir a ligação para pessoas diferentes, como se houvesse duas áreas de atendimento, e chegaram a fornecer “número de protocolo”.

A segunda pessoa a falar do outro lado da linha era uma mulher que simulava ser uma atendente. A golpista pedia que a vítima instalasse um aplicativo de nome Quick Support, que funcionaria como um antivírus. No entanto, o recurso concedia o franco acesso dos bandidos ao celular da vítima. “Assim, os criminosos entram no aplicativo instalado nos aparelhos e fazem a festa. Pagam contas, efetuam transferência, pagamento via Pix e adquirem empréstimos”, explica o delegado da 9ª DP, Erick Sallum.

Prejuízo de R$ 100 mil

Em determinado ponto da conversa entre a escrivã da PCDF e a golpista, a policial afirma que iria passar o telefone para o “marido”, que a ajudaria a localizar o suposto aplicativo. Quando o delegado responde que havia feito o procedimento, instantes depois ele responde dizendo ter localizado um mandado de prisão contra a estelionatária. Após alguns segundos sem silêncio, os golpistas desligam a chamada.

De acordo com Sallum, todos os dias pessoas idosas procuram a delegacia do Lago Norte para registrar ocorrências após caírem em golpes semelhantes. “Como muitos são aposentados e com boa condição financeira, os estelionatos acabam resultando em golpes altos, com valores superiores a R$ 100 mil. É fundamental pedir a ajuda de todos, pais, filhos, irmãos, que se protejam e alertem os idosos sobre esses golpes. É preciso ficar alerta e desconfiar dessas ligações”, ressalta o delegado.

No mês passado, a 9ª DP já havia deflagrado operação para cumprir oito mandados de busca e apreensão contra um grupo acusado de fraudes eletrônicas. As buscas ocorreram nas cidades de Cuiabá (MT), Araçatuba (SP), Glicério (SP), Birigui (SP) e Coroados (SP). A operação conta com o apoio das Polícias Civis de São Paulo (PCSP) e de Mato Grosso (PCMT).

Novas tecnologias

Diferentemente do esquema padrão de clonagem de WhatsApp, os golpistas demonstraram maior ousadia ao aplicar o golpe contra uma família do Distrito Federal. Primeiro, fizeram contato com um parente, usando um número de celular com a foto da vítima.

Com o argumento de que aquele seria o novo número, o criminoso solicitou a um dos familiares que o inserisse nos grupos de pessoas mais próximas. Depois, ao se infiltrar no WhatsApp, coletou informações para dar credibilidade à história e passou a solicitar empréstimos em mensagens privadas.

Segundo o delegado Erick Sallum, a investigação dimensiona a atual realidade das fraudes eletrônicas e a dificuldade nessas diligências, pois os criminosos moram em outras unidades da Federação, demandando profunda atividade de inteligência e cooperação entre as Polícias Civis.

“É importante notar que aplicativos de chat e de transferência bancária são ferramentas novas. Veja que o WhatsApp foi lançado em 2009, e o Pix, em 2020. Sendo assim, as atuais vítimas desses golpes viveram a maior parte de suas vidas numa época em que não existiam essas tecnologias. Nessa lógica, as pessoas precisam ter calma quando receberem solicitações de dinheiro. Façam da maneira antiga, converse pessoalmente, ligue e escute a voz do solicitante, verifique antes de fazer transferências. Não se deixe conduzir pela pressa do criminoso”, orienta o titular da 9ªDP.

Metrópoles

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *