UFRN segue cadastramento de convocados na segunda chamada do Sisu

Mais de 1.800 convocados na lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) já realizaram o cadastramento na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que segue o atendimento dos aprovados e suplentes nesta terça-feira, 18, em Natal e nos campi do interior. A instituição recebe os candidatos das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h, conforme o cronograma por cursos definido em edital.

De acordo com a pró-reitora de Graduação, Maria das Vitórias de Sá, espera-se que mais de 90% das vagas oferecidas pelo Sisu sejam ocupadas na segunda chamada. “As vagas remanescentes serão preenchidas pelos suplentes cadastrados, portanto, é de extrema importância que os candidatos convocados compareçam ao cadastramento”, ressalta.

O atendimento dos retardatários acontece nesta quarta-feira, 19, na Escola de Ciências e Tecnologia (ECT), para os aprovados e suplentes de cursos nos campi de Natal e Macaíba, e no Centro Regional de Ensino Superior de Caicó (CERES-Caicó) para os aprovados no campus Caicó. Os retardatários dos campi de Currais Novos e Santa Cruz são recebidos nesta terça-feira, 18, no CERES-Currais Novos e na Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (Facisa), respectivamente.

Os candidatos devem realizar o envio eletrônico prévio da documentação até esta terça-feira, 18, por meio do Portal do Candidato, onde também estão disponíveis o cronograma de convocações, quadro de vagas, entre outras informações do Sisu na UFRN.

Com informações da UFRN

INSS: veja quanto ficarão contribuições de MEIs, autônomos e donas de casa a partir de março

Foto: Jorge William / Agência O Globo

A partir do salário de março (com pagamento em abril), mudarão as alíquotas de contribuição ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de empregados, empregados domésticos e trabalhadores avulsos. Por conta da reforma da Previdência, haverá percentuais diferentes para faixas salariais distintas. No entanto, quem não tiver um vínculo empregatício formal continuará podendo, como antes, se encaixar nas alíquotas de 5%, 11% e 20%.

A quantia paga mudará apenas por conta do novo salário mínimo, fixado em R$ 1.045. Mas, neste caso, o novo valor já será recolhido em março (referente ao rendimento de fevereiro). O EXTRA mostra, a seguir, como ficarão as parcelas.

Donas de casa, desempregados, estudantes bolsistas e outros perfis que contribuem com 5%, por exemplo, passarão a desembolsar R$ 52,25. O mesmo acontece com a contribuição mensal dos microempreendedores individuais, que é paga por meio da DAS.

Ainda há para os MEIs, no entanto, acréscimo de Imposto sobre Serviço (ISS), de R$ 5, e/ou de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), de R$ 1, dependendo das atividades desempenhadas por eles. As guias poderão chegar a custar, portanto, R$ 58,25.

O contribuinte que escolhe a alíquota de 11%, para garantir um salário mínimo como benefício previdenciário, passará a pagar R$ 114,95. Já os que optam por calcular 20% sobre o salário pretendido no momento da aposentadoria ou do pagamento de benefícios de risco, deverá arcar com valor entre R$ 209 (para o mínimo) e R$ 1.220,20 (para o teto).

Aqueles com registro formal

Os empregados, empregados domésticos e trabalhadores avulsos serão divididos desta forma: os que receberam salário até R$ 1.045 pagarão alíquota de 7,5%; para remunerados em R$ 1.045,01 a R$ 2.089,60, a alíquota será de 9%; os que ganham entre R$ 2.089,61 até R$ 3.134,40 pagarão 12%; e os contribuintes com salários entre R$ 3.134,41 e R$ 6.101,06 arcarão com 14%.

1. Descubra seu perfil

Quem quer contribuir, sem um vínculo empregatício formal, precisa entender em que categoria pode se encaixar: contribuinte individual ou segurado facultativo.

Contribuinte individual: Aquele que trabalha por conta própria (de forma autônoma) ou que presta serviços de natureza eventual a empresas, sem vínculo empregatício. Pode ser, por exemplo, um sacerdote, um síndico remunerado, um motorista de táxi, um vendedor ambulante, uma diarista, um pintor, um eletricista.

Segurado facultativos: Pessoa com mais de 16 anos, que não tem renda própria, mas decide contribuir para a Previdência Social. Pode ser uma dona de casa, um desempregado, um estudante bolsista, dentre outros perfis.

2. Escolha sua alíquota

– 5% sobre o salário mínimo (Ou seja, R$ 52,25)

Esta possibilidade é reservada a dois perfis principais: facultativo de baixa renda e Microempreendedor Individual (MEI). Garante todos os benefícios (como aposentadoria invalidez, auxílio-doença, auxílio-reclusão e salário-maternidade), exceto aposentadoria por contribuição.

Facultativo de baixa renda: Dona de casa que se dedica exclusivamente a esse trabalho e, portanto, não tem renda própria, sendo necessário também possuir renda familiar de até dois salários mínimos (Bolsa Família não entra para o cálculo) e estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), com situação atualizada nos últimos dois anos. A inscrição é feita junto ao Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) do município.

Microempreendedor Individual (MEI): Pessoa que trabalha por conta própria (a lista de atividades que permitem essa classificação está no (www.portaldoempreendedor.gov.br) e que se legaliza como pequeno empresário. Também são requisitos faturar, no máximo, R$ 81 mil por ano, não ter participação em outra empresa como sócio ou titular e ter, no máximo, um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria.

– 11% sobre o salário mínimo

Ou seja, R$ 114,95

Pode aderir o contribuinte individual ou o facultativo que não preste serviço nem tenha relação de emprego com pessoa jurídica (empresa). O segurado, neste caso, só pode contribuir com valor calculado sobre o salário mínimo e, portanto, terá o piso nacional como benefício previdenciário. Neste caso, também são garantidos todos os benefícios, exceto aposentadoria por tempo de contribuição.

– 20% sobre o salário de contribuição

Ou seja, de R$ 209 (baseado no salário mínimo) a R$ 1.220,20 (referente ao teto, de R$ 5.839,45)

O indivíduo deve pagar o valor da alíquota multiplicada pelo salário pretendido no momento da aposentadoria ou do pagamento de benefícios de risco. Os recolhimentos efetuados neste plano servem também para requerer todos os tipos de aposentadoria, além dos outros benefícios.

Comece a pagar

– Quem paga sobre o valor de um salário mínimo também pode realizar pagamentos trimestrais, contribuindo com a taxa mensal multiplicada por três e preenchendo o campo “competência” da guia de recolhimento, obedecendo aos trimestres civis.

– Há códigos de contribuição para enquadrar cada perfil de segurado (individual ou facultativo), de acordo com o plano de contribuição (normal ou simplificado) e a periodicidade de pagamento (mensal ou trimestral). Por isso, é importante checar no site do INSS (www.inss.gov.br) o código correspondente às suas escolhas e preencher a guia de recolhimento corretamente.

– A guia pode ser gerada por meio do site do INSS ou comprando um carnê em papelaria e preenchendo-o manualmente.

– Apenas no caso de Microempreendedor Individual, a guia, chamada de DAS-MEI, é gerada no próprio Portal do Empreendedor.

E se quiser mudar?

– O contribuinte individual e o facultativo que pagam o INSS por meio do plano normal de contribuição (alíquota de 20%) podem, a qualquer momento, optar pelo pagamento no plano simplificado (alíquota de 11%), bastando alterar o código na guia de recolhimento.

– A mesma situação se aplica ao que estiver recolhendo no plano simplificado e quiser voltar para o plano normal.

– Se o contribuinte aderir ao plano simplificado, de alíquota 5% ou 11%, mas posteriormente quiser contar com recolhimentos maiores, deverá ser feita a complementação dos pagamentos para os valores referentes à alíquota de 20%. A agência da Previdência Social aplicará ainda juros moratórios.

Como funcionam alguns benefícios?

– Auxílio-doença

É um benefício por incapacidade devido ao segurado do INSS que comprove, em perícia médica, estar temporariamente incapaz para o trabalho em decorrência de doença ou acidente. Para requerer o direito, é necessário ter 12 contribuições mensais, com algumas exceções para doenças profissionais, acidentes de trabalho e acidentes de qualquer natureza ou causa.

– Pensão por morte urbana

É um benefício destinado aos dependentes (cônjuge, companheiro, filhos e enteados menores de 21 anos ou inválidos) de beneficiário que era aposentado ou trabalhador que exercia sua atividade no perímetro urbano. A duração dos pagamentos será variável conforme o número de contribuições feitas pela vítima e do tempo de união com o dependente ou idade, por exemplo.

– Salário-maternidade urbano

É um benefício devido a uma pessoa que se afaste de sua atividade, por motivo de nascimento de filho, aborto não criminoso, adoção ou guarda judicial para fins de adoção. A duração do benefício depende do motivo que deu origem: 120 dias no caso de parto; 120 dias no caso de adoção; 120 dias, no caso de natimorto; 14 dias, no caso de aborto espontâneo ou previstos em lei (como estupro ou risco de vida para a mãe), a critério médico.

Para requerer o direito, é necessário ter dez meses de contribuição, no caso do contribuinte individual (que trabalha por conta própria), facultativo e segurado especial (rural). O desempregado precisa comprovar que é segurado do INSS e, conforme o caso, cumprir carência de dez meses trabalhados.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Beatrix disse:

    BG gostaria que vc tentasse descobrir se existe alguém aposentado que pagava esses 5% ,pois trabalhei mais de trinta anos no INSS e tds que vi dar entrada na aposentadoria foram negadas.

Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social (Semtas) em Natal abre Processo Seletivo para contratação temporária

Foto: Divulgação

A Prefeitura Municipal do Natal,por meio da Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social (Semtas), publicou na última sexta-feira (14), no Diário Oficial do Município, o edital de Processo Seletivo Simplificado para contratação de Supervisores e Visitadores para o Programa Criança Feliz/Primeira Infância no Sistema Único da Assistência Social (Suas),que tem como público alvo gestantes, crianças de 0 a 6 anos e suas famílias.

As inscrições serão realizadas na própria Semtas, situada na Avenida Bernado Vieira, 2180 – Dix Sept Rosado, nos dias 27 e 28 de março, das 9h às 13h. Não há taxa. Neste edital, estão sendo ofertadas quatro vagas para Supervisores com nível Superior e 40 vagas para Visitadores com nível médio, ambas com carga horária de 40 horas semanais.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. AVELINO disse:

    olha as eleições ai gente. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

CGU constata superfaturamento de R$ 6 milhões em locação de bodyscans e tornozeleiras no RN

 Foto: Seap/Divulgação

Uma auditoria realizada pela Controladoria Geral da União (CGU) constatou irregularidades em contratos de locação de tornozeleiras eletrônicas e escâneres corporais para presídios do Rio Grande do Norte. Dentre as irregularidades apontadas, está a locação de bodyscans com prejuízo potencial de R$ 6 milhões por falta de estudos preliminares.

Os trabalhos de campo aconteceram de 24 de outubro a 6 de novembro de 2019. Foram fiscalizados o uso de R$ 5.545.428,00 – recursos federais transferidos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) ao Estado do Rio Grande do Norte.

Todos os detalhes aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Esses 5 milhões não dá pra ampliar vagas no sistema?

  2. Tadeu disse:

    Sem querer contar esse segredo, mas já contando, os presos por mais pobres que pareçam, pagam muito bem aos advogados para ficarem soltos… e são valores bem altinhos…. por isso é que tem tanto assalto, roubo e sequestro por aí.. é pra manter o padrão de vida no crime….

    • hermenezildo disse:

      Boa!

      Em alguns casos quem geralmente paga o pato são os pais, avós…, tiram de onde não tem e passa necessidade.

  3. Marcelo disse:

    TEM MUITA GENTE QUE GANHA POR FORA COM A POPULAÇÃO CARCERÁRIA!
    É NEGÓCIO QUE RENDE MUITO…

    • Anderson disse:

      Concordo, tem um mercado gigantesco que se alimenta da violência e criminalidade. A omissão do Estado com a violência interessa ao próprio Estado. Quem tiver sabedoria, ligue os pontos e descubra.
      Dica: a saúde sofre do mesmo mal, a cura da aids é menos lucrativa do que os atuais tratamentos.

Defesa de ex-PM Adriano da Nóbrega pede perícia independente em corpo

A defesa de Adriano da Nóbrega pediu autorização à Justiça para realizar uma perícia independente no corpo do ex-policial militar, com o objetivo de esclarecer as circunstâncias de sua morte, ocorrida em 9 de fevereiro no município de Esplanada, na Bahia.

Em entrevista nesta terça-feira (18), o advogado Paulo Emílio Catta Preta confirmou a jornalistas que a família suspeita da primeira versão dada pela Polícia Militar da Bahia, de que ele foi morto ao reagir e trocar tiros durante uma operação policial que visava prendê-lo.

Questionado se a defesa trabalha com a hipótese de execução, o advogado afirmou que “tem ganhado robustez essa suspeita”. “Há marcas no corpo que, em princípio, podem trabalhar contra essa versão de uma troca de tiros, há notícia de quebra de costelas, sete costelas que teriam sido quebradas, isso tem que ser esclarecido”, acrescentou.

Ele afirmou que não deseja fazer nenhuma “perícia clandestina”, mas que é o desejo da família que haja um exame independente no corpo, feito com a presença de oficiais do Estado, cujo laudo permita confirmar ou não uma perícia oficial.

O advogado também voltou a relatar uma ligação que recebeu do próprio Adriano da Nóbrega em 4 de fevereiro, poucos dias antes de morrer, na qual o ex-PM relatou seu medo de ser assassinado pela polícia. “Ele estava muito convicto realmente de que seria morto”, disse Catta Preta, acrescentando que assumiu o caso quando seu cliente já estava foragido e que essa teria sido a única vez em que se falaram diretamente.

Catta Preta disse confiar nas autoridades estaduais e que por isso não considera, no momento, pedir a federalização das investigações em torno da morte de Adriano da Nóbrega. “Eu volto a dizer que o meu desejo é que isso seja resolvido nas instâncias ordinárias, comuns, estaduais. Eu acredito nas autoridades judiciárias”, disse ele.

O defensor acrescentou ainda considerar comentários feitos por políticos a respeito do caso como “contraproducentes” para a defesa. A respeito de perícia independente em telefones de Adriano da Nóbrega, o advogado afirmou ser cedo para seguir essa linha.

Nesta quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro comentou o caso, e também disse ser necessária uma perícia independente no corpo de Adriano, que se encontra no Rio de Janeiro. Na semana passada, a Justiça fluminense proibiu que o corpo fosse cremado.

Logo em seguida à decisão proibindo a cremação, o pedido da defesa da família para realizar sua própria perícia no corpo foi encaminhado à Justiça do Rio. Mas, no momento, é preciso aguardar uma definição sobre se quem deve decidir o assunto é a Justiça da Bahia, informou Catta Preta.

Ex-capitão do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Adriano da Nóbrega era investigado por diversos crimes, sob a suspeita de envolvimento com milícias e assassinatos por encomenda. Ele era procurado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Ele também era procurado por suspeitas de envolvimento nas mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em março de 2018.

Agência Brasil

VÍDEO: Groovador lamenta não tocar em Natal no carnaval e mostra frustração

O baixista potiguar Júnior Groovador, que virou sensação na internet e ganhou reconhecimento nacional e internacional, até o momento, vive a frustração de não tocar no carnaval em Natal.

No vídeo em destaque, o músico, com uma educação e humildade fora da curva, deseja sucesso aos participantes do evento na capital, mas não esconde a frustração pela falta do que reconhecimento em sua terra.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mendonça Jr disse:

    Terra amaldiçoado, Natal.
    Gente fraca.
    Terra de Henrique Alves, José Agripino, Garibalde bosta de batata, Walter Alves, e tantos outros folcloristas da política.

  2. Cigano Lulu disse:

    Vá se acostumando, que isto aqui é Natal – terra das famosas 'panelinhas'. E como Natal não há tal.

  3. Paulo disse:

    BG
    Santo de casa não obra milagres, preferem os de fora todo mundo sabe porque, além também dos de casa não receberem os pagamentos, os de fora recebem antecipado.

  4. Maria Coutinho disse:

    Um tanlento potiguar que não é reconhecido pelos potiguares. Lamentável.

  5. Allan Laranjeiras disse:

    Hum, estranha essa história, só por curiosidade Qt será que ele pediu de cachê para tocar no carnaval de Natal,

Câmara Municipal de Parnamirim lança Boletim Informativo online semanal

Fotos: Divulgação

Visando dar mais transparência aos seus trabalhos, a Câmara Municipal de Parnamirim lançou, nesta semana, seu Boletim Informativo “Câmara Informa”. O objetivo é disponibilizar à população mais um meio para a divulgação dos trabalhos realizados pela Casa Legislativa.

A publicação online trará todas as semanas o resumo dos principais debates dos vereadores e proposições discutidas em plenário, audiências públicas, sessões solenes e eventos externos do legislativo, como a ‘Câmara Cultural’ e a ‘Câmara na Rua’.

Para o presidente da Câmara, vereador Irani Guedes, a criação do informativo é mais uma forma da população ter conhecimento dos trabalhos realizados pelo poder legislativo. “Fomos a primeira Câmara do estado a ter as sessões e audiências transmitidas pelo Facebook. Com o boletim, que não gera nenhum tipo de custo, pois é feito pelos servidores da casa, a população terá mais um meio de se informar a respeito dos trabalhos da Câmara de Parnamirim”, explicou.

Na primeira edição, os destaques são para o início do ano legislativo, com leitura da mensagem do Executivo; a posse dos novos servidores; a devolução de recursos aos cofres públicos; e os números de projetos de lei, audiências públicas, sessões solenes e demais atividades da Casa no ano passado.

O informativo fica disponível de forma permanente no site da Câmara: www.parnamirim.leg.br, além de ser enviado via WhatsApp.

FGV: economia brasileira cresceu 1,2% em 2019

Foto: Arquivo/Agência Brasil

O Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – cresceu 1,2% em 2019, segundo dados do Monitor do PIB da Fundação Getulio Vargas (FGV). De acordo com a pesquisa, divulgada nesta terça-feira (18), o resultado foi provocado, sob a ótica da demanda, pelos crescimentos de 2,7% na formação bruta de capital fixo (investimentos) e de 1,8% no consumo das famílias.

As importações também cresceram (1,4%) no período. As exportações, por outro lado, tiveram queda de 2,2% no ano.

Sob a ótica da produção, os três grandes setores cresceram: serviços (1,3%), indústria (1,5%) e agropecuária (0,5%).

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Bom… melhor do que nada.

  2. Anônimo disse:

    Pena que a do nosso é só atraso com esse desgoverno do PT !

  3. Cidadão pagador de impostos disse:

    Em dezembro/2018 a previsão de crescimento era de 2,5%.
    O governo Bolsonaro entrega 1,2%.
    Crescimento menor q no governo Temer!
    Vai ser incompetente assim lá na casa do baralho…

    • Cidadão disse:

      Ainda, tá chorando?
      Aceita q dói menos !

    • Ceará-Mundão disse:

      Considerando o país que recebeu após a "destruição" realizada pelos governos do PT e a conjuntura mundial (comparando com outros países, o crescimento brasileiro ficou bem situado), o presidente está realizando um excelente trabalho. O Brasil está se recuperando economicamente, os índices de segurança estão melhorando, a fronteira agropecuária está se expandindo, a política externa está reaproximando o país de países "do bem" e muitas obras de infraestrutura estão sendo entregues (várias delas há muitos anos aguardadas). O Brasil melhora visivelmente. E o RN, (des) governado pela governadora do PT, como está? Faz uma análise, "cumpanhero".

FOTOS: Assembleia Legislativa do RN recebe prêmio de 1º lugar em gestão conferido pela Unale

Fotos: João Gilberto

“Tão importante quanto o prêmio é poder compartilhar os avanços com outras casas legislativas”. Com essas palavras, o presidente da Assembleia Legislativa do RN, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), destacou o recebimento do troféu da 1ª edição do Prêmio União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale) à Casa, em sessão solene na manhã desta terça-feira (18). Entregue pela presidência atual e anterior da entidade, a premiação nacional contempla os projetos exitosos que humanizam os serviços prestados pelo Poder Legislativo. Eleita pelos participantes da 23ª Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE), a Casa Legislativa do RN venceu em 1º lugar a categoria Gestão, com o projeto Legis RH.

“Para falar em gestão é necessário voltar no tempo. Para 2015 quando assumimos a presidência da Assembleia pela primeira vez e fizemos um planejamento estratégico, também pela primeira vez. Além de economicidade e transparência, precisávamos investir na autoestima dos servidores. Esses foram os nossos pilares. Fizemos um time de excelência e esse time começa a colher os louros dessa dedicação e profissionalismo. Divido esse prêmio com os deputados e com todos os servidores desta Casa”, afirmou Ezequiel Ferreira.

O comprometimento e envolvimento com a gestão pública dos gestores da Assembleia do RN chama a atenção do ex-presidente da Unale e deputado estadual, Kennedy Nunes (PSD-SC). “Assim como a transparência e preocupação com o cidadão”, completou. O parlamentar recordou a parceria da Assembleia Legislativa do RN com o Grupo Reviver no mutirão de exames gratuitos de mamografia em 2019. “Vim até aqui e presenciei a Casa aberta para o povo e com a vida comum do cidadão. Fiquei impressionado também com uma feira de artesanato que estava acontecendo. Tudo isso só reforçou a nossa ideia de um prêmio para reconhecer e estimular as ações da Assembleia Legislativa”, disse.

Em sua fala, a atual presidente da Unale, deputada estadual Ivana Bastos (PSD-BA), destacou a importância da mulher na política, a necessidade de ampliar essa representatividade e da premiação. “Essa é a minha primeira visita como presidente da Unale e essa emoção de hoje vai marcar minha vida. A nossa intenção com a criação do prêmio foi para compartilhar as coisas boas. E vocês (Assembleia Legislativa do RN) fizeram a diferença no evento”, disse.

Também participaram da solenidade o procurador-geral do estado, Luiz Antônio Marinho, o conselheiro geral de Natal, Genildo Pereira, o secretário geral da Unale, Gustavo Carvalho, o diretor geral da Assembleia Legislativa do RN, Augusto Viveiros, o diretor geral da Unale, Germano Stevens, e os deputados Tomba Farias (PSDB), George Soares (PL), Getúlio Rego (DEM), Isolda Dantas (PT), Francisco do PT, Albert Dickson (PROS) e Hermano Morais (PSB).

Legis RH

A premiação contempla os destaques nas categorias Gestão, Atendimento ao Cidadão e Projetos Especiais com o objetivo de incentivar as boas práticas de gestão. A ferramenta Legis RH conquistou o 1º lugar nacional na categoria Gestão.

Para participar do prêmio ainda na etapa das inscrições houve avaliação da qualidade do trabalho da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. E, num segundo momento foi a análise pela banca julgadora, formada por representantes da ouvidoria do Tribunal de Contas da União (TCU), Ouvidora-Geral da União (OGU), Escola Nacional de Administração Pública (Enap), Defensoria Pública do Estado da Bahia (DP/BA) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que deram notas para os itens: eficiência, criatividade, inovação, resultados e replicabilidade.

O Legis RH é utilizado no setor de Recursos Humanos e Folha de Pagamento da Casa, e gerou uma economia de mais de 75% com sistemas utilizados antes deste período, possibilitando o investimento em insumos e infraestrutura.

A ferramenta premiada despertou o interesse de outros legislativos, como foi o caso da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), que enviou para a sede Potiguar, no início de dezembro de 2019, três técnicos em informática, com o objetivo de conhecer os programas desenvolvidos pela Diretoria de Gestão Tecnológica da Casa.

Na semana passada, servidores da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte apresentaram em São Paulo detalhes do sistema Legis RH para implantação na Alesp.

As Casas Legislativas da Bahia, Rio de Janeiro, Pernambuco e Mato Grosso também demonstraram interesse em conhecer o sistema desenvolvido pelos servidores potiguares e, em breve, estimam visitar a sede do Rio Grande do Norte.

 

Semurb alerta sobre necessidade das licenças para eventos carnavalescos em Natal

Foto: Secult

Com o período carnavalesco se aproximando, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) faz um alerta para os organizadores de festas de Carnaval sobre a necessidade da Licença de Uso de Espaço Público (LUEP) ou da Autorização Ambiental para festas em espaços privados para a realização dos eventos.

Ambos os documentos devem ser solicitados junto à secretaria com até oito dias úteis antes do festejo. Por isso, quem não fez a solicitação em tempo hábil não tem mais como emiti-los. Estar com as licenças em dia é a garantia de que o evento ocorra dentro das conformidades ambientais e urbanísticas visando o conforto e a segurança das pessoas.

De acordo com o supervisor geral de Fiscalização Ambiental da Semurb, Leonardo Almeida, é importante que os organizadores de eventos licenciados observem as condicionantes da licença ou da autorização ambiental, pois a não observância constituem uma infração ambiental de natureza grave.

“Quando o evento está devidamente licenciado, com a comprovação que o responsável apresentou toda a documentação, é a garantia que ele acionou os órgãos de segurança pública e que está cercado de todos os cuidados para evitar quadro de poluição ambiental e riscos a segurança de terceiros”, disse o supervisor.

O descumprimento é considerado infração ambiental de natureza grave e a multa começa em R$ 2.093,52 (dois mil e noventa e três reais e cinqüenta e dois centavos). Além disso, o evento está sujeito a interdição imediata e aplicação da multa em desfavor do responsável pela organização da festa, caso a atividade esteja colocando em risco a segurança das pessoas.

Ainda segundo Almeida, outro problema recorrente é a cobrança de entradas de festas financiadas pelo poder público. A cobrança de entrada de algum evento só pode ser realizada se o responsável fizer o recolhimento da taxa de uso e ocupação do espaço público. “Todo e qualquer evento que for declarado de interesse cultural e artístico financiado está isento do pagamento da taxa de licença de autorização. Porém, ele está vedado de cobrar a entrada a terceiros”, reiterou.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo disse:

    BG
    E tome taxa, tome imposto, para ser usado em terceirizados R$ 7.7 milhões, muito dinheiro do contribuinte usado ao bel prazer do alcaide de plantão. O povo precisa apanhar muito para aprender a VOTAR.

Comissão de Ética da Presidência arquiva denúncia sobre Fábio Wajngarten; Secom celebra e diz que prevaleceu a verdade e o bom senso

Fábio Wajngarten, chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social , no Palácio do Planalto — Foto: Adriano Machado/Reuters

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República decidiu não abrir investigação sobre Fábio Wajngarten, chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom). Ele foi denunciado por ser acionista de uma empresa que presta serviços a algumas emissoras e agências que mantêm contratos com governo, como revelou reportagem do jornal “Folha de S. Paulo”.

O relator do caso, o conselheiro Gustavo Rocha, votou pelo arquivamento. Ele foi acompanhado por outros três integrantes da comissão. O placar final foi de 4 a 2 pelo arquivamento. De acordo com o presidente do colegiado, Paulo Henrique dos Santos Lucon, a comissão pode voltar a discutir a questão caso surjam novas evidências.

“Foi feita a análise da legislação cabível e a comissão entendeu que não havia indícios para o prosseguimento do processo”, afirmou.

O presidente da comissão afirmou ainda que o fato de Fábio não exercer funções de gestão na empresa foi levado em consideração pela comissão.

Desde janeiro, a “Folha” vem publicando reportagens sobre o caso. Wajngarten, segundo o jornal, é acionista de uma empresa de pesquisa e auditoria de mídia que presta serviços a algumas emissoras de TV e agências de publicidade que mantêm contrato com a Secom, comandada pelo secretário.

Após o arquivamento da denúncia, a Secom divulgou nota na qual disse que “ficou comprovado” que “não há conflito de interesses entre a atuação do secretário e a sua empresa” (veja a íntegra da nota no final desta reportagem).

A defesa de Wajngarten também se manifestou e disse que o secretário “como servidor, se submeteu respeitosamente à Comissão de Ética Pública, como advogados, magistrados, promotores em seus órgãos de controle” e que “a Comissão de Ética atuou com a independência que engrandece sua instituição permanente”.

No dia 31 de janeiro, a Polícia Federal abriu inquérito, que tramita em sigilo, para investigar supostas irregularidades cometidas pelo secretário.

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República fiscaliza a conduta de ministros, dirigentes de estatais e ocupantes de cargos de natureza especial, como Wajngarten. Os demais servidores federais são fiscalizados pela CGU (Controladoria-Geral da União).

Nota da Secom

Veja a íntegra da nota divulgada pela Secretaria de Comunicação da Presidência:

A decisão da Comissão de Ética Pública da Presidência da República é um marco na defesa do Secretário de Comunicação Fábio Wajngarten.

Reduz a insidiosa campanha promovida por um jornal ao seu lugar, apenas um permanente acinte de calúnias e difamações que se revelaram infrutíferas, apesar da implacável campanha diária.

Ficou comprovado, com a decisão da Comissão de Ética Pública da Presidência da República, de que não há conflito de interesses entre a atuação do Secretário e a sua empresa. E que nenhum grupo econômico do setor foi favorecido pelos atos administrativos do Secretário de Comunicação.

Prevaleceu a verdade e o bom senso. Não há nada de aético ou ilegal na atuação do Secretário Fábio Wajngarten, à frente da Secretaria de Comunicação. A denúncia arquivada é um atestado de idoneidade a ele.

O Secretário de Comunicação continua confiante de que em outros fóruns aonde as supostas denúncias são objeto de apuração, a conclusão será a mesma porque elas não encontram respaldo na realidade.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Bom… o cara é sócio majoritário de uma empresa, assume um cargo público e faço vultuosos repasses a emissoras de TV, sem critérios técnicos, que a empresa que ele é sócio presta serviço.

    Que venham mais lava jatos no futuro.

  2. Ceará-Mundão disse:

    Nenhuma irregularidade. Quem duvidar disso, recorra à Justiça ao invés de ficar espalhando mentiras por aí. Chega a ser engraçado a gente ver pessoas que defendem bandidos efetivamente CONDENADOS pela Justiça ficarem posando de defensores da "moral" e da "ética". Hipocrisia ou mera defesa de interesses particulares? Ou as duas?

  3. Fernando Lemos disse:

    Mamata que chama?

  4. Minion alienado disse:

    Ética com moralidade questionável.

    Podem mete o cacete no petê.

Chuvas foram registradas em grande volume nas últimas 24 horas em São Francisco do Oeste, Francisco Dantas, Pau dos Ferros e outros municípios; veja mapa pluviométrico

Foto: Reprodução/Emparn

Entre 7h  dessa segunda-feira(17) até 7h desta terça-feira(18), a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn) registrou a ocorrência de chuvas de 103,7 milímetros (mm) no município de São Francisco do Oeste localizado no Oeste Potiguar, região que mais choveu no período. Francisco Dantas, 98,0mm; Pau dos Ferros, 86,0mm também receberam grande volume de água. Veja abaixo outros municípios.

OESTE POTIGUAR

São Francisco Do Oeste(Prefeitura) 103,7
Francisco Dantas(Emater) 98,0
Pau Dos Ferros(Particular) 86,0
Dr. Severiano(Emater) 74,0
Antonio Martins(Emater) 70,0
Serrinha Dos Pintos(Prefeitura) 62,5
Portalegre(Particular) 60,6
Viçosa(Prefeitura) 43,8
Umarizal(Fazenda Camponesa(partic)) 33,0
Martins(Particular) 31,2
Lucrécia(Emater) 27,3
Severiano Melo(Prefeitura) 25,0
Coronel João Pessoa(Emater) 22,0
Rafael Fernandes(Emater) 21,0
Ipanguaçu(Emater) 17,0
Rafael Godeiro(Emater) 16,3
João Dias(Emater) 16,0
Rodolfo Fernandes(Prefeitura) 13,0
Messias Targino(Prefeitura) 12,3
Olho D’agua Dos Borges(Particular) 12,0
Itau(Particular) 10,0
Riacho Da Cruz(Emater) 9,9
Água Nova(Prefeitura) 9,0
Tibau(Prefeitura) 7,9
Janduís(Emater) 7,0
Venha Ver(Emater) 5,0
Jose Da Penha(Emater) 4,5
Caraúbas(Particular) 4,4
Riacho De Santana(Emater) 3,0
Luis Gomes(Delegacia) 2,0
São Rafael(Particular Ii) 1,5
São Rafael(Emater) 1,2
Assu(Emater/st. Casa Forte) 0,3
Apodi(Base Fisica Emparn) 0,3

CENTRAL POTIGUAR

Timbaúba Dos Batistas(Prefeitura-fz. Timbauba) 50,0
Caicó(Emater) 46,8
Caicó(Acude Itans) 31,0
Santana Do Serido(Emater) 24,4
Florânia(Sitio Jucuri) 21,5
Jardim Do Serido(Emater/passagem) 19,5
Caico(Acude Mundo Novo-emparn) 14,0
Fernando Pedroza(Emater) 13,3
São Vicente(Emater(ex-particular)) 12,3
Serra Negra Do Norte(Emater) 12,0
São João Do Sabugi(Emater) 7,5
Ouro Branco(Sindicato Trab.rurais) 3,5
Angicos(Prefeitura) 2,9
São José Do Seridó(Associacao Usuarios Agua) 2,3
São Fernando(Emater) 2,2
Pedro Avelino(Particular) 0,9

AGRESTE POTIGUAR

Santa Cruz(Emater) 1,1
Monte Alegre(Emater) 1,0

LESTE POTIGUAR

Parnamirim(Base Fisica Da Emparn) 5,8
Montanhas(Prefeitura) 2,7
São Gonçalo Do Amarante(Base Fisica Da Emparn) 2,0

Após péssima repercussão, Álvaro Dias revogará decreto que regulamenta transporte de passageiros por aplicativos em Natal

Em entrevista ao Meio-Dia RN nesta terça-feira(18), a vereadora Nina Souza(PDT) antecipou que o prefeito de Natal, Álvaro Dias, vai revogar o decreto que regulamenta a atividade de transporte de passageiro por aplicativo em Natal.

A decisão acontece após a péssima repercussão do atual texto, que tinha como foco os encargos a serem pagos e multas aos motoristas.

Próximo do fim do Meio-Dia RN, a Prefeitura confirmou a revogação, em nota:

“Tendo em vista a polêmica suscitada pelo Decreto nº 11.903, de 14 de fevereiro de 2020, o qual trata do serviço privado individual de passageiros, que é o nome oficial do transporte por aplicativo no município. Levando em conta os argumentos trazidos ao debate por entidades representativas do setor, o prefeito Álvaro Dias decidiu sustar a norma, aceitando democraticamente as ponderações apresentadas.

Dessa forma será revogado o decreto, para que seja reaberto o processo de discussão da matéria com toda a sociedade, a fim de assegurar, ao mesmo tempo, uma legislação que resguarde os direitos e a segurança dos usuários, mas não iniba o livre exercício e as atividades de milhares de natalenses que trabalham com esse modal de transporte”, encerra o texto.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jefetson fernandrs disse:

    Já passou da hora , o povo tem que dar um basta nestas tratativas e interesses de poucos.
    Política antiga em pleno 2020 e depois se esconder pura safadeza , não cabe mais.

  2. Agamenon disse:

    Álvaro Dias fez estágio como prefeito de Natal, não ganha a eleição. Tá fora!

  3. Cristiano disse:

    Boa noite não sei o que está acontecendo com os governantes desse país que não ver que esses aplicativo estão todos inregular . Com preço abaixo do normal e os passageiros estão sem segurança muitas coisas erradas acontecendo e as autoridades assistindo de camarote. Isso é uma vergonha.

  4. Antonio Turci disse:

    O Prefeito Álvaro Dias apenas usou o bom senso e percebeu a injustiça que seria penalizar quem trabalha com Uber. Parabéns, Prefeito.

    • Ojuara disse:

      Pois é, ia penalizar muito a Uber, ate Pq arrecadando quintos mil reais por dia, cinquenta mil por ano é muito né. Kkkkkk

  5. Amilton de Almeida disse:

    Minha opinião. Acho que está na hora deste povo sofrido acordar .Natal e um grande Diamante mal lapidado nunca ninguém investe em nada falta tudo. Em relação a transporte e uma vergonha ônibus caindo aos pedaços ruas mais esburacadas que queijo suisso. Não dá ou o povo aprende votar não venda seu voto ou vcs vão sofrer muito ainda e sempre a os mesmos que assumem trocadas famílias e os lixos continuam Acorda povo sofrido. Quando alguém for comprar seu voto peguei dinheiro do safado e vote em branco simples e vc e a máquina.

  6. Lope disse:

    Se o prefeito desafiar a UBER vai ficar só de tanga 😂

  7. Bruno disse:

    Mexeu com aplicativo de transporte e internet vc que é político aprenda que será demitido politicamente

  8. Ana paula disse:

    A Uber consegue novamente, colocar toda uma administração de quatro. Kkkkk

    • Ricardo disse:

      Vou discordar Paula, quem sempre coloca a administração de Natal de quatro, como diz você, são os grupinhos de sempre que insistem no atraso de nossa capitial.
      Nada novo é possível implantar em Natal em termos de alternativa de transporte público. Sem VLT, sem metrô, sem microônibus com ar em linha regular, e temos mil e uma exclusividade para os ônibus. Apenas voltaram atrás em mais 01 tentativa de dificultar as opções de transporte, favorecendo a um pequeno grupo de empresários que mandam e desmandam nessas terras.

    • Marcus Morais disse:

      Entra ano sai ano, troca prefeito e Elequicina fica na STTU!

  9. joão carlos disse:

    suicídio político, é o que isso seria

Com construção de viaduto, entenda a alteração no Trânsito no entorno do Gancho de Igapó

Foto: Divulgação

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Estado do Rio Grande do Norte informa que, devido ao início da construção do Viaduto do Gancho, a partir de quinta-feira, 20 de fevereiro, o tráfego nas ruas Henrique Dias e Ponte Nova será feito em mão única no sentido Centro/Aeroporto. Da mesma forma, as ruas Vivaldo Pereira e Santa Luzia vão operar em mão única no sentido Aeroporto/Centro.

Já para os carros que seguem do Aeroporto em direção a São Gonçalo do Amarante, o tráfego será feito pela Rua Criciúma, também em sentido único.

“Desde já, o DNIT agradece pela compreensão da população, com a certeza de que o resultado final da obra compensará os transtornos causados durante o processo”, diz o DNIT em nota.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fabio Dantas disse:

    faltou explicar com será o trajeto do amarante pra extremoz

  2. junior disse:

    Prepara a paciência para a ida e volta do litoral norte nesse carnaval

  3. Antonio Barbosa Santos disse:

    Como o DNIT só sabe, quando sabe, quando começa a obra e nunca quando termina, podemos esperar o fim desta lá por 2056.
    Vão alegar que choveu em junho e julho e fez calor entre dezembro e fevereiro como justificativa.
    Aguardemos.

  4. Ana disse:

    Correto seria: um mapa explicativo.
    Pq 90% nem sabe q ruas são essas.

  5. Gilson disse:

    Já que vão colocar mas CARRO para ponte nova é BOM Colocar 3 faixas no horário de pico na ponte Newton Navarro

  6. Gilvan disse:

    A Matéria não esclareceu nada, quem vai para rego moleiro por exemplo qual o percurso mais rápido?

Bolsonaro repete declarações feitas por Hans River a jornalista da Folha; entidades repudiam

Foto: Reprodução/G1

Ao deixar o Palácio da Alvorada, nesta terça-feira, Jair Bolsonaro falou sobre o depoimento de Hans River do Rio Nascimento à CPI das Fake News, na semana passada.

Ao falar à comissão, o ex-funcionário de uma agência de disparos de mensagens em massa por WhatsApp ofendeu e fez insinuações de cunho sexual sobre uma repórter da Folha.

“Olha a jornalista da Folha de S.Paulo. Tem mais um vídeo dela aí. Não vou falar aqui porque tem senhoras aqui do lado. Ela falando: ‘Eu sou […] do PT’, certo? No depoimento do Hans River, no final de 2018, para o Ministério Público, ele diz do assédio da jornalista em cima dele”, disse Bolsonaro.

Em seguida, o presidente diz, aos risos:

“Ela [repórter] queria um furo. Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim. Lá em 2018, ele [Hans] já dizia que ele chegava e ia perguntando: ‘O Bolsonaro pagou para você divulgar pelo Whatsapp informações?’ E outra: se você fez fake news contra o PT, menos com menos dá mais na matemática. Se eu for mentir contra o PT, eu estou falando bem, porque o PT só fez besteira.”

E ainda:

“Tem um povo aqui [referindo-se ao grupo de simpatizantes na porta do Alvorada]. Alguém recebeu no ‘zap’ uma matéria qualquer que suspeitou para prejudicar o PT e me beneficiar? Ninguém recebeu nada. Não tem materialidade, zero. Você não precisa mentir para falar sobre o PT, os caras arrebentaram com Petrobras, fundo de pensões, BNDES.”

Em 2018, a Folha publicou reportagens sobre a contratação de empresas de marketing que teriam realizado envios maciços de mensagens políticas durante a campanha eleitoral, o que é proibido por lei.

Entidades repudiam

Nesta terça, a Associação Nacional de Jornais (ANJ) e Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER) divulgaram nota conjunta em repúdio aos ataques:

“A Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER) e a Associação Nacional de Jornais (ANJ) protestam contra as lamentáveis declarações do presidente Jair Bolsonaro ao ecoar ofensas contra a repórter Patrícia Campos Mello, do jornal Folha de S.Paulo.

As insinuações do presidente buscam desqualificar o livre exercício do jornalismo e confundir a opinião pública. Como infelizmente tem acontecido reiteradas vezes, o presidente se aproveita da presença de uma claque para atacar jornalistas, cujo trabalho é essencial para a sociedade e a preservação da democracia.”

Há uma semana, no dia 11 de fevereiro, a mesma repórter da Folha já tinha sido alvo de ataques. Durante a sessão da CPI, Hans River disse que Patrícia Campos Mello “se insinuou” para ele para tentar obter informações sobre disparos de mensagens.

Com O Antagonista e G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    O presidente é o rei do Marketing…
    Ai sabe fazer o nome ficar marcado no inconsciente coletivo.
    Parabéns!

  2. Petra disse:

    Noooooojo desse verme. Que sujeito asqueroso..

  3. Gaius Baltar disse:

    Nada justifica essa quebra de decoro do presidente. A reportagem da Folha desmoronou-se, a repórter já estava desacreditada, então eu me pergunto pra que uma fala dessa? Se um moleque de 15 anos dissesse uma piada dessas seria escroto mas o que esperar de um cabeça tonta? Mas o o presidente? Um senhor de sessenta anos com essa piadinhas de boteco? Pode até ser que meia dúzia de Zé Ruelas daqueles que nem mulher tem achem isso engraçado, pois duvido que algum pai de família respeitável ache normal tratarem uma mulher assim. Esse tipo de palavreado pode até fazer sucesso em um certo nicho (retardado) do eleitorado mas afasta gente séria que acreditava que o respeito e os bons costumes estariam de volta à presidência, depois de tempos de “grelos duros” e “cachacinhas”. Parece que nos enganamos.

    • Ceará-Mundão disse:

      Olha, Gaius, não sou a favor de grosserias e termos chulos. Mas, quem disse tais coisas foi o depoente convocado pela própria oposição, que tinha a clara intenção de prejudicar o presidente (teimam em patrocinar um impossível "terceiro turno" da eleição). E ninguém pode afirmar que ele falou mentiras pois se trata da sua palavra contra a da repórter. E fico imaginando se esse cidadão tivesse dito algo contra o presidente. Como teria sido a repercussão, hein? Por outra, me desculpe mas não creio que vc votou no presidente. Não há do que se arrepender, portanto. Acrescento ainda algo: o presidente poderia ter dito a mesma coisa (citado a denúncia do tal Hans) de uma forma mais branda e evitado essa polêmica tola.

    • Gaius Baltar disse:

      Realmente não votei no presidente, por estar fora do país na época das eleições, mas apoiei sua eleição como apoiaria a de qualquer um que fosse contra o PT. Sou a favor do seu governo, concordo genericamente com o que ele está fazendo, mas não posso concordar com uma atitude boçal dessa. Repetir o que esse Hans falou não é digno do presidente de república que deveria resgatar a honra do cargo depois de 16 anos de pilantras.

    • Calixto Silva disse:

      Toda esta revolta só por que o presidente falou o que o Hans falou na cpmi? Aonde vcs estavam quando o José de Abreu cuspiu na cara daquela mulher no restaurante? Onde vcs estavam quando aquele boca pobre do José de Abreu chamou a atriz Regina Duarte de fascista e ainda disse que só por que ela tem uma vargina não merece respeito? Quem é o misógino aí? E quando Lula chamou Maria do Rosário e a actual governadora Fátima Bezerra de grelo duro. Onde estavam todos vcs? Quanta hipocrisia e incoerência destes idiotas úteis!

    • Gaius Baltar disse:

      Calixto Silva,
      Eu estava exatamente onde estou: reprovando qualquer atitude escrota, de quem quer que seja. Dá perfeitamente para ser contra a atitude de José de Abreu e contra a atitude de Bolsonaro. Sendo que do presidente eu esperava mais do que de um mentecapto petista. O que eu não apoio no PT não posso apoiar em Bolsonaro, deu para entender? Eu apoio Bolsonaro justamente porque ele é (ou deveria) ser melhor que Lula. E é claro que esse alarde todo é porque o presidente repetiu o que o pilantra mentiroso do Hans falou na CPI, ou esqueceu que ele armou tudo para incriminar Bolsonaro sem nunca ter sido contratado pela campanha do presidente? É claro que eu espero que o presidente não siga os passos de um cara que mentiu contra ele.

  4. Ceará-Mundão disse:

    Se esse Hans tivesse dito qq coisa ruim sobre o presidente, mesmo que mentira (como vemos tanto), os esquerdopatas estariam repercutindo, pedindo investigação e desqualificando o presidente. Ô gente!

    • Gaius Baltar disse:

      Todas as mentiras contra o presidente estão sendo desmascaradas. A diferença é que com esse tipo de piada de botequim o presidente afasta gente que sempre o apoiou.

  5. Ricardo Carvalho disse:

    Essa celeuma todinha só pq a repórter petralha queria dar o furo? O Presidente apenas repetiu o que Hans falou na CPI das "feique nius". Os seguidores do partido que virou quadrilha estão saudosos da anta que saudava a mandioca e ensacava vento. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Gaius Baltar disse:

      Você acha normal o presidente da República repetir o que um cabra mentiroso (que inclusive mentiu contra o próprio Bolsonaro) disse?

  6. Everton disse:

    Bolsonaro é indigno do cargo q ocupa

    • Ceará-Mundão disse:

      Claro que vc preferiria o analfabeto cachaceiro, mentiroso, corrupto e lavador de dinheiro. Ou a ensacadora de vento incapaz de elaborar uma frase simplória, incompetente, autora de irregularidades contábeis e capaz de "quebrar" até mesmo loja de 1,99.

  7. Nelson Maia disse:

    Acho importante também apurar essa denúncia de assédio da repórter.
    Desacreditar a palavra do rapaz, pura e simplesmente é uma solução simplista.

  8. Chico disse:

    É não pô, ele só é o reflexo da população brasileira.

  9. MAURICIO disse:

    postura tinha aquele cidadão que ajudou no roubo do dinheiro público, por exemplo? petrobras
    postura é não roubar e não deixar roubar, tem por ai alguns saudosistas de plantão, que não se conforma com a honestidade, tá no sangue

    • Gaius Baltar disse:

      Postura é não usar de palavras chulas para tratar uma mulher, qualquer mulher. Ser honesto é obrigação e não mérito. Eu espero do presidente postura E honestidade, algo que era impossível de esperar em Lula. Criticar uma atitude errada do presidente não é pedir a volta do PT, e sim apontar que apoiamos Bolsonaro justamente porque ele é o oposto do PT.

  10. Sérgio disse:

    Saímos dos corruptos para os loucos.
    Vergonha de ser brasileiro!

  11. Silva disse:

    E o mais interessante nessa história é que o Hans Tiver foi convocado pra depor pelo PT !

  12. joão carlos disse:

    jornalista que mente não merece crédito, deveria perder o diploma

    • Gaius Baltar disse:

      Está certíssimo. Mas nenhuma mulher deve ser tratada assim publicamente. Muito menos pelo presidente da república, um pai de família e ex-militar.

  13. Luiz Antônio disse:

    É uma questão de falta de postura. É muito baixo nível.
    A AMAN não merece esse representante.

    • Rivanaldo disse:

      Tais achando ruim o presidente fazer insultos misóginos contra jornalistas mulheres?

      Espera só qd ele e o regime verde oliva q tomou conta do Planalto começarem a prender e torturar jornalistas então.

      A gente avisou
      A gente cansou de avisar
      Mas a imprensa queria Guedes

    • Celso disse:

      A jornalista pode ter "se insinuado" para o Hans River? Pode sim. Não há testemunha!
      O Hans River pode estar mentindo? Pode sim. Só que estava ciente de que em caso de mentir em um depoimento à CPI, ele pode ser punido.
      Você decide quem mentiu.

    • paulo disse:

      BG
      Bom nível tinha o ladrão de 09-dedos as amiguinhas, eram grelo duro, a cidade de pelotas para exportar Gays, isto sim era um vagabundo desqualificado e ninguém dizia nada ficavam rindo, a ministra Marta Suplicy mandando o povo relaxar e gozar com a falta de aviões, era realmente uns CANALHAS.