2 PESOS E 2 MEDIDAS: Policiais do RN criticam deputado federal General Girão

A Associação dos Oficiais Militares do Rio Grande do Norte emitiu uma nota nesta terça-feira contra a postura de dois pesos e duas medidas do deputado federal General Girão.

Veja na íntegra:

Carta de repúdio da ASSOFME pelo ato do deputado federal general Girão

A Associação dos Oficiais Militares do Rio Grande do Norte recebeu com surpresa e extrema indignação a postura do deputado federal General Girão que se negou a assinar a emenda ao projeto de lei 1.645/19, que garante aos policiais militares e bombeiros militares o mesmo tratamento social dos militares da União.

Com essa atitude, o deputado federal nega aos bravos guerreiros de farda estaduais, que entregam suas vidas em defesa da sociedade e que enfrentam as mesmas restrições e deveres dos militares federais, terem o tratamento constitucional digno para a inatividade e suas pensões.

O deputado federal General Girão, justo ele que vem do segmento militar, que foi secretário de segurança pública do RN, renega aos militares estaduais o mesmo tratamento das Forças Armadas.

Natal, 20 de agosto de 2019

Associação dos Oficiais Militares do Rio Grande do Norte

DO BLOG: O Mandato do deputado Girão nesses quase 8 meses se resume a praticamente nada, é um mandado de uma unica pauta. Agredir a politica de corrupção do PT nacional, criticar constantemente a administração do PT no RN e para por ai. Resultado mesmo com defensor dos anseios do povo do RN vocês não vão achar não. 

Vamos torcer que mude a produção. 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Arnaldo Franco disse:

    De cara vê-se a diferença entre as FFAA e as PM. As Forças Armadas não tem associações. Cumprem rigorosamente o que mandam seus Comandantes. NÃO FAZEM GREVE. NÃO DEIXAM A POPULAÇÃO NA MÃO, MESMO QUANDO SÃO INCOMPREENDIDOS POR ELA. Meu respeito às Policias Militares e aos Bombeiros Militares.

  2. Justus disse:

    Com todo respeito aos Policiais Civis e Militares, em que lugar do mundo as Polícias estaduais são equiparadas às Forças Armadas? A solução é do Estado, não da União. Vide a PM de Goiás e do Distrito Federal..

  3. silva disse:

    Enquanto isso o filho de Girão continua nas tetas com cargo na vice-presidência. A mamata fez foi aumentar!

  4. Cassio Morais disse:

    🇧🇷 CORONEL AZEVEDO Continua como único parlamentar oriundo das forças de segurança no RN, a defender fielmente, categoria a que pertence. Se credencia ao SENADO em 2022.

  5. Lopes disse:

    Tem que criar a figura do PM temporário e limitar os salários do PM ao teto do INSS na aposentadoria pois, só assim a bomba previdenciária das PMs nos estados será desativada. No Exército, em um quartel, 3/4 de seus integrantes são temporários, desde do oficial até o recruta. Mesmo assim, o Exército ainda mantém uma situação previdenciária preocupante. Mesmo q não aprovem, neste momento, o teto do INSS na aposentadoria para militares, em alguns anos isso vai ser implementado, pois o sistema entrará em colapso. Matemática pura.

  6. Carlos Bastos disse:

    Acho é pouco, o povo estava contaminado com a onda Bozo, e votaram em qualquer canidato do partido dele. Agora é tarde

  7. Fernando disse:

    Funcionários do RN não fora atingido por reforma, continuam se aposentando como antigamente. Já se que essa reforma foi boa de mais, tão brigando pra ser incluídos nela. Pode Arnaldo?

  8. Lsv disse:

    Com a palavra o Sr Girão, fez ou não fez nada pelo Rn ou pelo Brasil ?
    Aparentemente, ROGÉRIO MARINHO sem mandato faz mais que todos, ou não ?

    • Sertanejo disse:

      Faz mesmo. Ajuda a cortar direitos de quem já não tem. Rogério Marinho não se elege mais nem para síndico pelo RN. Tanto é que já pensa em mudar o domicílio eleitoral para SP. Vá com Deus!

  9. observador disse:

    Depois que passou a reforma dos barnabes, comecou a tramitar a reforma dos militares da uniao. A economia prevista caiu para 10 por cento do projeto original.

    • Amo os Minions disse:

      Brasil acima de tudo!? Esse é o Brasil que eu quero, taokey!?

COMENTE AQUI