42% dos beneficiários do auxílio emergencial votariam em Bolsonaro para presidente

Pesquisa do PoderData, divisão de estudos estatísticos do Poder360, indica que 42% dos brasileiros que já receberam ou aguardam receber o auxílio emergencial votariam em Jair Bolsonaro para uma possível reeleição em 2022. A proporção é 4 pontos percentuais mais alta que entre a população em geral, em que 38% dos entrevistados escolheram o presidente.

O candidato à Presidência em 2018 pelo PT, Fernando Haddad, aparece em seguida na escolha dos beneficiários do coronavoucher, com 15% das intenções de voto.

Já quando consideram-se apenas os que tiveram o cadastro recusado, a preferência por Bolsonaro cai drasticamente. Nesse estrato, apenas 23% afirmaram que votariam no atual presidente.

Os dados foram coletados de 3 a 5 de agosto, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 512 municípios, nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

Antes, a divisão de pesquisas do jornal digital chamava-se DataPoder360. Agora, o nome mudou para PoderData. A mudança faz parte do novo conceito da identidade visual do Poder360.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. WFC disse:

    Se esses 42% soubessem que a proposta do Bolzo foi de 200,00… que foi a OPOSIÇÃO que lutou pelos 600,00…

    • M.D.R. disse:

      Primeiro agradecemos a DEUS, depois o Presente da CÂMARA E DO SENADO, seus adeptos de confiar nas suas propostas.
      ZERO para esse MINISTRO DA ECONOMIA , até agora as propostas é para o CONTRIBUINTE se responsabiliza pelo ROMBO.

    • Francisco de Assis disse:

      Saber eles sabem, mas a paixão cega é uma coisa doentia. Sabemos que o amor acaba quando acaba o dinheiro, portanto só nos resta acompanhar essa ópera bufa até ver aonde vai dar.

  2. Manoel disse:

    200 reais era o que Guedes e o genocida queriam pagar para o povo.
    Graças a oposição que esse valor passou para 600.

    • M.D.R. disse:

      Se fosse pelo o Ministro da ECONOMIA, AUXÍLIO DE EMERGÊNCIAL, ñ passava de R$ 200,00/ é sacrificar cada vez mais o pai de família, ou seja, miséria.
      Parece que parente da GOVERNADORA do RN, que tendenciosa para praticar "DESIGUALDADE SOCIAL E INJUSTIÇA SOCIAL. "

  3. Antônio disse:

    Se o pacto. Durar até 22 tem alguma chance.

  4. Dário disse:

    Pai mito, está copiando o esquema de pai Lula.

  5. Paula disse:

    Coitados acham que Bolsonaro queria dar esse auxílio, sabe de nada inocente

  6. MITOLÓGICO disse:

    Assim, o Mito ganha logo no 1 turno em 2022. KKKKKKKKKKKKKKKKK

    • Tonho da Lua disse:

      Dåããããã
      Viva o mito
      Porta voz dos retardados que nem eu
      Bolsonaro é bom
      Lula é mau
      Dããããããã

  7. Jeam disse:

    O que me surpreende é o PT está em todas..
    Apesar de tudo que já fizeram..

    Não tem jeito..
    Se o PT voltar no tempo como fez com JOSE DE ALENCAR…Bota o Mito pra catar laranja.

  8. Gibira disse:

    Não tem pra ninguém é Bolsonaro 2022.
    O Véio Bolsonaro é duro Kkkk.

    • Tonho da Lua disse:

      Bolsonaro é bom
      Lula é mau
      Dããããããã
      Viva o Brasil🇺🇲
      Dããããããã

    • Neto disse:

      Esse tonho da lua demorou, mas se declarou.
      Queima ou não queima??
      É somente uma pergunta.

COMENTE AQUI