ACREDITE SE QUISER: Justiça solta por engano ex-deputados acusados de corrupção

Um erro no número do alvará de soltura expedido pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) levou à libertação dos ex-deputados Paulo Melo e Edson Albertassi, presos pelas operações Furna da Onça e Cadeia Velha, desdobramentos da Lava Jato no estado.

Segundo o TRF2, o alvará saiu com os números dos processos da Furna da Onça e, indevidamente, com o da Cadeia Velha também, processo pelo qual eles permanecem presos preventivamente.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. AVELINO disse:

    FACIL, FACIL DE CORRIGIR, FOI UM ERRO NUMERAÇÃO DE PRESIDIO, RETORNE OS DEVIDOS LUGARES E PRONTO. CORRIGIDO .

  2. Salva Jesus 🙏 disse:

    Que situação chegou o judiciário Brasileiro. Faltou concluir algumas disciplinas na faculdade. É inacreditável o que os intrepestes da Luiz que estão atuando estão degradando uma categoria respeitosa. Um condenado 3 x solto. É varia ostris que nem cale a pena citar.
    Sinto que estamos numa roubada em ter realmente em quem confiar para ter amparo. Vicios, conluio, Habeas corpus etc….

  3. Salva Jesus 🙏 disse:

    Que situação chegou o judiciário Brasileiro. Faltou concluir algumas disciplinas na faculdade. É inacreditável o que os intrepestes da Luiz que estão atuando estão degradando uma categoria respeitosa. Um condenado 3 x solto. É varia ostris que nem cale a pena citar.
    Sinto que estamos numa roubada em ter realmente em quem confiar para ter amparo. Vicios, conluio, Habeas corpus etc….

  4. Luis disse:

    Ela solta sabendo que o criminoso é ladrão, imagina por engano

COMENTE AQUI