Alckmin terá de ‘recomeçar de novo’, diz aliado

Nilson Leitão, líder do PSDB na Câmara, disse a O Antagonista que após o atentado contra Jair Bolsonaro e a entrada de Fernando Haddad na disputa presidencial, o candidato Geraldo Alckmin terá de “recomeçar de novo”.

O deputado está otimista.

“Iniciou a tendência de crescimento. Ele [Alckmin] subiu 2 pontos percentuais após o ocorrido com o Bolsonaro.”

Na avaliação de Leitão, a esquerda tende a se unir em torno de Haddad, esvaziando Ciro Gomes e Marina Silva.

“Haddad é mais um concorrente no páreo. Geraldo terá que superar os três.”

O Antagonista