Anitta vai ao CNJ por suspeição de juíza em caso de ex-empresária

Marcos de Paula

Anitta não está para brincadeira. Após receber uma ordem judicial de pagar R$ 3 milhões a Kamilla Fialho, sua ex-empresária, a cantora decidiu responder questionando a própria Justiça.

A defesa de Anitta anunciou que vai entrar com duas suspeições e uma representação no Conselho Nacional de Justiça por suspeita de parcialidade da juíza responsável pelo processo, Flávia de Almeida Viveiros de Castro.

O Globo