Após falha de segurança, Instagram diz que nenhum dado privado de usuários foi vazado

O Instagram veio a público desmentir a polêmica de que teria exposto dados privados de influenciadores e celebridades usuários da rede social. Um banco com mais de 49 milhões de registros, hospedado no Amazon Web Services, foi encontrado online e disponível para acesso por qualquer um no início da semana. Nesta sexta-feira (24), o aplicativo do Facebook respondeu indicando que as informações estariam públicas através da base de dados da Chtrbox.

“Levamos muito a sério as alegações de mau uso de dados. Depois de uma investigação inicial sobre as alegações feitas, descobrimos que nenhum email privado ou número de telefone de usuários do Instagram foram cedidos. A base de dados da Chtrbox havia disponibilizado a informação, que era pública, a partir de várias fontes, sendo uma delas o Instagram”, diz o comunicado do Instagram.

Isso significa, em tese, que o banco com milhões de registros foi revelado, na verdade, pela Chtrbox, e o Instagram tem pouco poder para controlar as informações que seus usuários postam publicamente. Entre essas informações vazadas estavam: número de seguidores, se a conta era verificada, biografia, foto de perfil e localização (por cidade e país). Além disso, informações de contato privadas, como o endereço de email e o número de telefone do proprietário da conta do Instagram.

Olhar Digital