Após JN, Bolsonaro conquista 175 mil novos fãs nas redes sociais em 24h

O candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), entrevistado ontem pelo Jornal Nacional, da TV Globo, ganhou 175.031 novos seguidores em seus perfis no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube em um intervalo de apenas 24 horas. Os dados foram levantados pela consultoria Bites, especializada em monitoramento de atividades nas redes.

Segundo o estudo, ao qual o InfoMoney teve acesso, o saldo da entrevista de Bolsonaro ao telejornal de maior audiência do País corresponde a sete vezes as conquistas de Geraldo Alckmin (PSDB) nos últimos 30 dias e quatro vezes as de Marina Silva (Rede) no mesmo período.

O movimento gerado foi tamanho que a hashtag #bolsonaronojornalnacional ocupou os trending topics do Twitter no Brasil por 16 horas, sendo 11 delas antes mesmo de o telejornal ir ao ar. Bolsonaro terminou o dia com 909 mil referências neste microblog. Só para se ter uma ideia, Ciro Gomes (PDT) teve 40 mil menções no dia anterior, quando abriu a série de entrevistas com presidenciáveis no Jornal Nacional.

No YouTube, três vídeos publicados nesta quarta-feira já alcançaram 3,1 milhões de visualizações. No Google Brasil, o deputado viu o interesse dos internautas em buscas crescer seis vezes em relação à sua média dos últimos 12 meses. Em uma escala que vai de 0 a 100, Bolsonaro obteve ontem uma média de 25. Lula teve 3,2.

“A entrevista provocou grande perturbação junto à opinião pública digital e reforçou ainda mais a força do candidato no mundo digital, com impactos concretos nos resultados das próximas pesquisas eleitorais”, observaram os analistas da Bites.

“A premissa de que a Internet e as redes sociais funcionarão como caixa de ressonância da TV ficou evidente nessa terça-feira. Um candidato com grande ativo digital, líder nas pesquisas sem Lula, conseguiu mover a rede em sua direção. Tanto para ações positivas como reações negativas”, complementaram.

A expectativa dos analistas é que Bolsonaro mantenha seu atual patamar de intenções de voto nas pesquisas, com variações dentro da margem de erro. Com pouco tempo de televisão e estrutura partidária, o deputado deve usar o capital digital de que dispõe para fazer frente aos ataques que tende a sofrer de adversários, como o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin.

Apesar do desempenho considerado positivo do candidato, um dos episódios mais comentados foi visto como ponto negativo em sua participação no Jornal Nacional. No desentendimento com a jornalista Renata Vasconcellos, o estudo mostra que, aos olhos dos internautas, Bolsonaro protagonizou situação semelhante àquele atrito com Marina Silva no debate da RedeTV!. A situação, porém, foi pouco explorada por adversários até o momento

InfoMoney

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Martha Melo disse:

    Bolsonaro neles! Kkkkkk

  2. Chico disse:

    Aumentou mais ainda hoje, depois da surra que os globais deram em Geraldo Alckmin. Ontem eles inventaram de cutuca a onça com vara curta se deram mal, não ver que Bolsonaro é limpo, hoje pegaram Geraldo mais sujo que pau de galinheiro junto com o centrão de Eduardo Cunha e se montaram deixaram Geraldo atordoado. Por tanto é mais votos migrando para Bolsonaro. É primeiro turno. E ponto final.

  3. Marília disse:

    Sinceramente ou entrevista sem futuro, bolsolixo com o mesmo discurso de asno, defecando pela boca, novidade zero.

    • Tiago disse:

      Marília, pelo visto se ele estivesse defendendo bandido, ideologia de gênero, doutrinação nas escolas, falado um monte de mentiras vc teria gostado da entrevista. Mas como não foi isso que aconteceu… Esquerdistas não têm argumentos contra a verdade!

  4. Henrique disse:

    O salário de Bonner 800.000 o de Renata 200.000 e os bestas que brigam por políticos 965,00.

  5. Edu disse:

    Chama o homi de novo Bonner, assim facilita bastante a vitória kkkkk

  6. ALERTA disse:

    Renatinha perdeu o autocontrole e quase esgana o Mito, kkkkkkk. Fala-se que ela ganha cento e poucos mil e Bonner 800 mil..

  7. ALERTA disse:

    Renatinha perdeu o autocontrole e quase esgana o Mito, kkkkkkk. Fala-se que ela ganha cento e poucos mil e Bonner 800 mil.

  8. Bala de Prata. disse:

    Isso não quer dizer muita coisa, senão o interesse que a humanidade tem pelo que mórbido, grotesco, histriônoco; pelos farsantes. Ou seja, seguem (ou perseguem? ) o Bolsonaro pela curiosade, para se assustar ou rir com as lorotas dele. No final, esse coitado não vai chegar entre os três primeiros colocados. É melhor os eleitores dele Jair se acostumando com a ideia de derrota.

  9. joão gomes disse:

    claro, botou bonner e renata no bolso.
    vai acabar a boquinha da GLOBO e
    os bandidos não vão mais dominar.

  10. Chicote pra otários disse:

    Livro exibido por Bolsonaro no Jornal Nacional nunca foi adotado pelo MEC, diz editora

    • Raimundo disse:

      Lógico que não foi o próprio Bolsonaro colocou em discussão na comissão de educação e barrou a distribuição do matéria pornografico para crianças

  11. Chicote pra otários disse:

    Foi um jab direto nos petralhas e seus comparsas, 1, 2… Kkkkkkkkkkkkk

COMENTE AQUI