Audiência pública termina em bate-boca na Câmara Municipal de Natal

Os ânimos acabaram se exaltando nesta quarta-feira (11), durante uma audiência pública para discutir o Plano Municipal de Educação na Câmara Municipal de Natal. De acordo com Arthur Dutra, advogado do movimento Força Democrática, depois de iniciados os discursos, com participação de Jaufran, Hudson e Fernanda, Walyson e Yuri, no momento em que Jaufran falava, uma militante do PSTU se posicionou próximo à mesa, e começou a proferir insultos contra o orador Jaufran Siqueira, e durante o bate-boca chamou todos os envolvidos de homofóbicos e preconceituosos.

Segundo Artur Dutra, durante a confusão, o estudante Yuri Cardoso pediu que a militante respeitasse o direito à liberdade de expressão, o que despertou a fúria do vereador Hugo Manso, que partiu para cima do jovem, segurando seu braço, chamando-o de violento e pedindo que fosse retirado do plenário. A sessão, em seguida, foi encerrada.

Ainda segundo Artur Dutra, diante do ocorrido, foi documentado um ofício, que já foi  protocolado junto à Presidência da Câmara, solicitando as imagens da sessão para tomar as providências cabíveis contra os agressores, inclusive, o vereador petista, que só não fez coisa pior porque foi impedido.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. […] pública que discutia o Plano Municipal de Saúde, que o blog noticiou na postagem “Audiência pública termina em bate-boca na Câmara Municipal de Natal“. Para Hugo Manso, houve uma “reação violenta” por parte de participantes. O […]

  2. Ana Patrícia disse:

    Já estamos vivendo uma ditadura. Arme – se quem.puder!

COMENTE AQUI