Augusto Aras nega omissão e admite ir à Justiça se Bolsonaro fizer decretos por isolamento vertical

Cobrado por partidos políticos e por seus próprios pares a se posicionar sobre as ações do presidente Jair Bolsonaro, o procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou em entrevista exclusiva ao GLOBO que é “extremamente injusta” a crítica de que tem sido omisso em meio à crise do coronavírus. Indicado por Bolsonaro ao cargo, Aras afirmou que as manifestações do presidente estão resguardadas pela liberdade de expressão e pela imunidade do seu cargo. Mas disse que poderá recorrer à Justiça se o presidente “vier a baixar um decreto contrariando a orientação da horizontalidade”, em referência ao isolamento recomendado pelo Ministério da Saúde.

Leia a entrevista do procurador clicando aqui: https://oglobo.globo.com/brasil/aras-nega-omissao-admite-ir-justica-se-bolsonaro-fizer-decretos-por-isolamento-vertical-1-24340343

O GLOBO