Bolsonaro brinca sobre Previdência com crianças: ‘Vocês vão garantir nossa aposentadoria’

Jair Bolsonaro na cerimônia de hasteamento da bandeira com alunos do 5º ano da escola Bela Vista, do Novo Gama(GO). Foto: Jorge William / Agência O Globo

O presidente Jair Bolsonaro aproveitou uma cerimônia da qual participaram alunos do Ensino Fundamental para falar sobre a reforma da Previdência para os adolescentes. Após o ato de hasteamento da bandeira no Palácio da Alvorada, Bolsonaro disse que os estudantes são o futuro do país e chegou a dizer, brincando, que a aposentadoria dos ministros dependeria do trabalho dos estudantes, inicialmente sem mencionar o regime de capitalização , que dispensaria essa contribuição dos mais jovens para quem está aposentado.

— Até vocês, quando vocês estiverem trabalhando, vocês vão garantir a nossa aposentadoria, desse pessoal que está aqui atrás. Então, nós precisamos bem formar vocês — disse o presidente, interrompido por risos dos ministros.

Também rindo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, fez sinal de negativo com a mão, lembrando que o regime de capitalização dispensaria essa contribuição dos pequenos. Bolsonaro se referia ao atual sistema de repartição, em que os que estão trabalhando contribuem para pagar os benefícios dos inativos.

— Nós vamos libertá-los deste peso — disse Guedes.

Em seguida, o presidente faz referência ao novo sistema de capitalização, que vem sendo contestado por parlamentares. No modelo, cada trabalhador seria responsável pela própria poupança no futuro. A capitalização seria voltada apenas para novos entrantes no mercado de trabalho.

— Nós estamos tentando aqui… Não vou explicar aqui… Uma outra forma de aposentadoria, mas não vai ser de uma hora para outra — continuou Bolsonaro, emendando outra brincadeira com seu ministro da Economia: — O Paulo Guedes vai depender do INSS com toda certeza, está quase se aposentando.

O presidente recomendou ainda que as crianças estudem para garantirem um futuro melhor:

— O que vai fazer vocês felizes lá na frente vai ser o conhecimento que vocês adquirirem na escola agora. E só tem uma maneira de adquirir conheciento: respeitar professor, respeitar o símbolo da República, respeitar os mais velhos, pedir bênção para papai e para mamãe logo cedo. Porque assim todos nós seremos felizes no futuro.

Essa é a segunda vez que o presidente reúne ministros para participar da cerimônia de hasteamento da bandeira no Alvorada. Os alunos que participaram do evento são da Escola Municipal Bela Vista, do Novo Gama (GO). A escola foi convidada para o ato no último sábado e levou 36 alunos para a cerimônia, todos do 5º ano do Ensino Fundamental. Além de ouvirem o discurso do presidente, os alunos cantaram o Hino Nacional durante o hasteamento da bandeira nacional. Três deles interpretaram o Hino em Libras e depois conversaram na língua de sinais com a primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

A cerimônia ocorreu antes da 12ª reunião do Conselho de Governo, da qual participam todos os ministros.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Pra fazer graça ele é ótimo, mas para governar que é bom, está difícil. Sem novidades

  2. Anti-Político de Estimação disse:

    Capitalização = filé mignon do mercado financeiro

    • André Fortes disse:

      Verdade. Engraçado é ver os lisos defendendo como se fossem tubarões da bolsa de valores. rsrsrs

    • Manoel disse:

      O melhor mesmo é entregar tudo para o Estado e ele ficar desviando para outras finalidades… No nosso RN, por exemplo, os pensionistas estão todos recebendo atrasado, isso quando recebe… Quem disse que você precisa aplicar na bolsa de valores o que o Estado deixará de descontar na folha salarial? Vocês sabem mesmo como é capitalizada a previdência? Você acha mesmo que as relações de trabalho e emprego são como antes? Várias profissões já acabaram ou vão acabar em breve; a cada dia tudo é informatizado e o trabalho manual vai perdendo espaço e isso é uma realidade mundial! Se tudo que foi feito nos governos anteriores estava certo, por que tem esse imenso desemprego no Brasil e em outros países como EUA e Austrália é quase inexistente o desemprego? Acordem!

    • Ricardo disse:

      Quem tem salários acima de 6.000 reais e abaixo de 100 mil, que não são poucos, se aposentavam com 60 anos e recebia esse valor até uns 100 anos, porquê? Esses tem alimentação, plano de saúde, psicólogo, preparador físico, fisioterapeuta, viagens internacionais, enfim viveria aposentado quase o mesmo tempo que trabalhou, pois teria vida super confortável. Que previdência suporta isso, nenhuma, alguém iria pagar pra ele quase 20 anos, que o que ele contribuiu jamais pagaria isso. Então, é isso que a reforma quer corrigir, esses privilégiados serão os que verdadeiramente não darão mais prejuízo ao estado.

    • Netto disse:

      Sistema atual = caviar, lagosta e filé mignon e vinho tetra-premiado da alta burocracia.

COMENTE AQUI