Bolsonaro diz em rede social que ministro da Educação “ainda não foi definido”

Foto: reprodução

O presidente Jair Bolsonaro afirmou a um apoiador, em resposta a um comentário feito no Facebook, que “ainda não foi definido” quem irá substituir Carlos Alberto Decotelli no Ministério da Educação.

A afirmação foi feita na manhã deste sábado, 4, em resposta ao comentário de um seguidor que se disse “pasmo” com as descobertas feitas sobre o currículo de Decotelli. “O senhor indicou novo ministro da educação, em cinco minutos descobriram tanta coisa dele que fiquei pasmo, será que o governo não tem ninguém que possa fazer essas consultas antes para evitar tanta matéria para o Jornal Nacional”, escreveu o seguidor no Facebook.

Imagem: reprodução/Facebook

O presidente ainda não confirmou se o atual secretário de Educação do Paraná assumirá o MEC, apesar de o convite ter sido feito. “Ainda não foi definido o nome do futuro ministro da Educação. Um abraço”, respondeu Bolsonaro na publicação.

A indicação de Feder, anunciada na manhã desta sexta-feira (3), começou a balançar no final do dia devido à resistência de aliados próximos a Bolsonaro e de parte de sua base eleitoral.

Há apenas 1% de chance de o presidente Jair Bolsonaro manter a nomeação de Renato Feder para o comando do Ministério da Educação. É o que disse ao R7 uma fonte ligada ao presidente, destacando que esse 1% só existe porque o presidente “é imprevisível”.

O presidente Jair Bolsonaro também teria afirmado a parlamentares na manhã deste sábado (4), segundo a CNN, que não vai escolher o secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, para o Ministério da Educação. “Está fora”, teria afirmado Bolsonaro a interlocutores. “Não tem ninguém ainda”.

Na conversa, de acordo com relatos, Bolsonaro brincou com o fato do nome de um indicado perder força quando sai na imprensa, ainda que favorito, porque passa por um raio-X.

Com informações de CNN, R7 e BR Político.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. QUEIROZ 2022 disse:

    Queiroz é um cara educado.

  2. Apir Pertinente disse:

    E qual foi o governo que construiu Presídios Federais?
    Foi um passo muitíssimo importante. Ainda precisamos de mais.
    A maior vergonha de como se prender no Brasil é por bandidos cheios de dinheiro em presídios comuns. Nestes eles se sentem muito à vontade, tem tudo que querem. E até continuam praticando crimes enquanto cumprem as penas, um absurdo!

  3. Ivana disse:

    Pelo andar da carruagem, deverá nomear um ptista. MAIS DO MESMO.

  4. Fernanda disse:

    Ele ainda está ouvindo seus novos conselheiros: o Centrão e Temer. Vamos aguardar!

  5. Sergio disse:

    Dentro do Ministério de Educação, deve ter vários funcionários de carreira, competentes para o cargo. Mas a promessa de nomear notáveis, foi pra iludir o eleitor. Tem que ser da extrema-direita e sem o menor carisma, pra não ofuscar o Bolsonero.

    • Raimundo disse:

      Sempre foram de extrema esquerda.
      Haddad que criou o kit gay, que frequenta umbanda, que apoia a liberação de drogas e que na campanha disse que iria soltar 300 mil bandidos (ele disse que 40% detentos eram crimes leves- estranho pois crimes até 4 anos geralmente não dá cadeia).
      Será que é igual a Lula que diz que adolescentes roubam celulares (e em muitos casos matam) SÓ para ganhar um dinheirinho…
      No desgoverno lulopetista, a educação no Brasil é uma das piores do mundo.
      Últimos lugares no teste de Pisa.
      Alunos que batem em professores, drogas nas escolas etc.
      Com Bolsonaro já começou a mudar.
      A esquerda é que quer a volta da má educação.
      Antigamente as escolas públicas eram referência.

  6. Marieta disse:

    O MEC não resisitrá a outra vergonha consecutiva!

    • Francisco Gerson disse:

      Vai sim! Depois de resistir por dezesseis anos a todo tipo de falcatrua e incompetência do “petê”, resistirá a tudo!

    • Pedro Henrique disse:

      O petê abriu Universidades e institutos federais. Foram 16 anos de melhorias na educação. Queriam que o PT resolvesse aquilo que os outros levaram 500 anos pra fazer? Você sabia que portugal proibia escola de funcionar no Brasil? Você sabia que Bolsonaro não é muito fã de escola?

    • Minion alienado disse:

      Em pouco mais de 18 meses de governo esse gado não esquece do petê. Freud explica?

    • Manoel disse:

      É verdade Francisco Gerson, só no RN foram 16 IFs espalhados por tdo estado, UFRN ter duplicado a quantidade de alunos, além de outras universidades espalhadas pelo interior….
      Imagine se o PT tivesse trabalhado, né?

COMENTE AQUI