Bolsonaro quer rever uso de aviões da FAB após auxiliar de ministro fazer uma “viagem particular” que custou R$ 700 mil

Avião da FAB usado em comitivas presidenciais
Avião da FAB usado em comitivas presidenciais Foto: Alan Santos/PR

 

O presidente Jair Bolsonaro deve pedir a auxiliares que revisem as regras de uso de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) após o secretário-executivo da Casa Civil, Vicente Santini, utilizar uma aeronave oficial para se deslocar até Nova Délhi, na Índia. Bolsonaro ficou incomodado com o voo particular do número 2 de Onyx Lorenzoni, enquanto demais ministros optaram por viajarem por companhias aéreas comerciais.

Santini, que substitui Onyx durante as férias do ministro, viajou no dia 21 do Brasil para Davos, na Suíça, onde participou do Fórum Econômico Mundial, e de lá para a cidade indiana, onde se juntou à comitiva presidencial. Todos os deslocamentos foram feitos em um jato Legacy, da Aeronáutica. A viagem de FAB do secretário-executivo foi noticiada pelo site do jornal O Globo.

O governo não informa o custo da viagem, mas de acordo com oficiais da FAB ouvidos pelo Estado, um deslocamento como este não sai por menos de R$ 740 mil.

Santini viajou acompanhado de mais duas servidoras. A secretária do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Martha Seillier, e a assessora internacional do PPI, a diplomata Bertha Gadelha.

Segundo interlocutores, Bolsonaro demonstrou ter ficado “muito irritado” com o voo “particular” e a mensagem negativa que pode passar à opinião pública, contrária ao discurso de austeridade nas contas públicas adotado pelo governo federal. O presidente não quis se dirigir a Santini, mas fez chegar a “bronca” ao secretário-executivo.

A estes interlocutores, Bolsonaro disse que quer saber como funcionam as regras de solicitação de aviões da FAB para modificá-las, a fim de evitar “abusos”, como classificou este caso.

O assunto já deverá entrar na pauta nesta terça-feira, quando Bolsonaro desembarca em Brasília. Santini, no entanto, não terá chegado ainda à capital federal porque estará voltando no voo “especial”, que é mais demorado, já que o Legacy não tem a autonomia do avião presidencial.

Exemplos

A indignação do presidente, de acordo com os interlocutores, foi maior pelo fato de ministros importantes de seu governo, como Paulo Guedes (Economia), terem enfrentado as horas de voo até Davos em aviões comerciais.

Além de Guedes, que pagou um “upgrade” para viajar de classe executiva do próprio bolso, também foram em voos regulares a ministra Tereza Cristina (Agricultura), Bento de Albuquerque (Minas e Energia) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde).

Histórico

O incômodo com Santini tem crescido em setores do governo. Auxiliares do presidente questionam sua presença constante em eventos com Bolsonaro, mesmo os que não têm qualquer relação com sua área de atuação. Também questionam a “desenvoltura” com que o secretário-executivo da Casa Civil circula no terceiro andar do Palácio do Planalto, onde fica o gabinete presidencial.

De acordo com o Diário Oficial da União (DOU), a viagem de Santini foi autorizada pelo presidente “com ônus”. Mas o decreto não fala em autorização para solicitar voos da FAB.

Questionada sobre o uso do avião oficial, a Casa Civil informou que “a solicitação cumpriu todos os requisitos previstos na legislação vigente”. “Por uma questão de agenda, o secretário Santini participou da reunião do Conselho de Governo na terça-feira (21) e, embarcou para Davos às 14h, chegando justo a tempo de participar de compromissos assumidos naquela cidade, onde participou de reuniões, encontros bilaterais e a carteira do PPI foi apresentada a dezenas de investidores”, informou a pasta, por nota.

A FAB também informou que o pedido cumpriu os requisitos legais.

ESTADÃO

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Gaius Baltar disse:

    A mamata acabou!
    A mamata acabou
    A mamata acabou?
    A mamata acabará
    A mamata talvez acabe
    A mamata? Veja bem…
    A mamata….

  2. François Cevert disse:

    A mamata acabou? kkkkkkk Vão pagar consultoria milionária pra abrir o 'caixa dois' da casa civil? se abrir o titular não se segura na cadeira, essa viagem é só um triz do que acontece!!!

    • Ceará-Mundão disse:

      Essa auditoria foi contratada em 2018, "cumpanhero", pelo presidente que chegou ao poder após ser o vice da chapa do PT por DUAS vezes. Deixe de espalhar mentiras por aí, aprenda a falar a verdade, tá ok?

  3. Ceará-Mundão disse:

    Tem de rever isso aí, embora a coisa já tenha melhorado muito. Nos governos anteriores a farra era geral, tanto no uso de aviões da FAB, quanto nas enormes comitivas presidenciais, que geravam gastos absurdos com hospedagens, jantares, etc. Houve presidentA que desviou rota de viagem para fazer farra de vinhos, com direito a fotos e vídeos visivelmente embriagada. O outro levava sua amante para todo lugar. Essas práticas não existem mais. Mas tem que moralizar ainda mais. Esse governo é diferente e tem de deixar isso muito claro.

    • Gaius Baltar disse:

      Bolsonaro foi eleito pra acabar com a mamata e não pra diminuí-la. Não dá pra comparar com o PT, pois seria o mesmo de comparar um trabalhador honesto com um criminoso. Essa não pode ser a régua de comparação.

  4. Curiosa disse:

    Já era pra ter revisto desde o primeiro momento. Na realidade os aviões da FAB não deveria decolar com ninguém, já existe o avião presidencial que serve o presidente e sua comitiva, e todos os outros deveriam andar de avião comercial, seja nesse ou nos próximos governos.

  5. Nordestino disse:

    Bucho furado é a outra alma mais honesta do mundo.
    O excremito (diminutivo de excremento).
    Vem aí a nova igreja do bucho furado o enviado das trevas

  6. Aparecida disse:

    O Presidente deveria tornar transparente as despesas do seu cartão corporativo. Ele tem de graça casa, comida, carro , motorista e segurança. E mesmo assim consegue gastar quase UM MILHAO por mês. E muita hipocrisia.

  7. Dalmo Salgueiro disse:

    PROOONTO os zumbis com esclerose proposital reclamando! A turma que só sabe o que se passa hoje e o futuro e esquecem tudo que foi desmantelado e usurpado entre os anos de 2003 a 2016.
    Quantas viagens com aviões da FAB foram feitas entre 2003 a 2016? Mais de 12 MIL tudo a custa do bolso do povo. Mas já esqueceram.
    Rodrigo Maia que apoia a esquerda fez só esse ano, de férias, 11 viagens com avião da FAB e não teve um esquerdopata que reclamasse…
    Hipocrisia fede! É a esgotosfera protegendo seus corruptos de estimação.

  8. Santos disse:

    Só incomodou pq a viagem foi noticiada? A farra com os jatinhos da FAB é antiga. Já tem mais de 1 ano de governo, demorou demais. Aguardando a publicação das providências qie reduzam essa farra. Havendo, acredito que O Globo tb irá divulgar.

  9. Zulmira Melo disse:

    Sem falar no presidente da câmara federal(nonho),que mesmo estando no recesso fez 11 viagens . É mole????????

  10. Azevedo disse:

    Essa farra de voos por integrantes dos poderes executivo, judiciário e legislativo tem que acabar, pois o caboclo tem uma rapariga em outro estado ou País e deseja visitar, aí pega uma aeronave da FAB e segue para o encontro por conta dos bonecos contribuintes.

  11. Brasil e RN acima de tudo disse:

    "Acabou a mamata". Será hein!?

  12. Bolsomimionenganado disse:

    Os bolsominios não comentam esse tipo de matéria fake news. E quando comentam é sempre citando o PT e o Lula. Mas se tiver o nome PT é uma enxurrada de comentários de pessoas de caráter ilibado em nome da família e da igreja. Vai vendo esses falsos moralistas, só veem o que querem ver. Só pra não passar de otário.
    Afinal, eles podem.
    Brasil em cima dos burros. Deus para os ignorantes.

  13. Abel disse:

    MITO, não tem que rever, tem que demitir esse aloprado.

  14. Tarcísio Eimar disse:

    Tem q acabar mesmo. PR, gerencie o país como se fosse uma empresa privada e acaba com essas mamatas

  15. Justiceiro disse:

    Acabou não! É tudo combinado para parecer que há controle e indignação. Vejam o caso da filha e da enteada que acompanharam o presidente na viagem à Índia, apenas para fazer turismo…

  16. Observando. disse:

    A boquinha acabou.

COMENTE AQUI