Braga Netto sugeriu mudança de coletiva sobre coronavírus para alinhar esforços e evitar ‘racha’

O Antagonista apurou que partiu do ministro da Casa Civil, Walter Souza Braga Netto, em alinhamento com o secretário de Governo, Luiz Ramos, a ideia de transferir para o Palácio do Planalto a coletiva de atualização sobre os esforços de combate ao novo coronavírus.

Oficialmente, a troca atenderia a uma necessidade maior de coordenação entre os ministérios após a criação do Comitê de Crise (nível ministerial) e do Centro de Coordenação de Operações (Nível Executivo e Operacional), além de centralizar a divulgação das informações.

Informalmente, fontes da Presidência ressaltam que a medida ajuda a reduzir o protagonismo de Luiz Henrique Mandetta, que estava causando ciúmes em Jair Bolsonaro e seus filhos. Mandetta é considerado essencial pelos generais do Planalto, que querem evitar de toda maneira um racha interno em meio à crise da Covid-19.

Nos últimos dias, Braga Netto identificou nas redes sociais o mesmo movimento que já causou outras ‘vítimas’ e que, recentemente, tentou rifar o general Ramos no debate sobre os bilhões das emendas parlamentares.

O ANTAGONISTA