BRASIL X ALEMANHA: Isso representa mais que um simples jogo! Representa a vitória da competência sobre a malandragem!

Veja o texto abaixo, de um autor desconhecido que recebemos via whattsapp, segundo o autor, ele representa muito bem a situação do Brasil diante da vergonhosa derrota para Alemanha.

 

“Isso representa mais que um simples jogo! Representa a vitória da competência sobre a malandragem! Serve de exemplo para gerações de crianças que saberão que pra vencer na vida tem-se que ralar, treinar, estudar! Acabar com essa história de jeitinho malandro do brasileiro, que ganha jogo com seu gingado, ganha dinheiro sem ser suado, vira presidente sem ter estudado! O grande legado desta copa é o exemplo para gerações do futuro! Que um país é feito por uma população honesta, trabalhadora, e não por uma população transformada em parasita por um governo que nos ensina a receber o alimento na boca e não a lutar para obtê-lo!  A Alemanha ganha com maestria e merecimento! Que nos sirva de lição! Pátria amada Brasil tem que ser amada todos os dias, no nosso trabalho, no nosso estudo, na nossa honestidade! Amar a pátria em um jogo de futebol e no outro dia roubar o país num ato de corrupção, seja ele qual for, furando uma fila, sonegando impostos, matando, roubando! Que amor à pátria é este! Já chega!!! O Brasil cansou de ser traído por seu próprio povo! Que sirva de lição para que nos agigantemos para construirmos um país melhor! Educar nossos filhos pra uma geração de vergonha! Uma verdadeira nação que se orgulha de seu povo, e não só de seu futebol!!”

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcelo disse:

    Engraçado. Eu estava saindo de um prédio comercial e vi esse texto em uma dessas TVs Indoor. Pode isso Arnaldo ?? O Esgoto já vazou do Facebook, como a bosta sai por cima de um vaso entupido…

  2. anonimo disse:

    texto interessante em partes mas não concordo com tudo trata-se de um texto preconceituoso e fraco ,não podemos nos esquecer que um presidente semi analfabeto foi o melhor gestor dos últimos tempos e que ate hoje a classe média hoje desclassificada não engoliu certas conquistas da s classes D e E , não devemos dar discurso de honestidade quando as classes mais favorecidas se dizem honestas quando não é conveniente para elas ganhar ,ganhar alguma vantagem ,digo dependendo de que lado do balção ela esta.

  3. ANTONIA GARCIA disse:

    Este texto reflete bem o velho complexo de vira-lata desta elite escravocrata, racista, ignorante que subestima a inteligência do povo.

  4. eduarda disse:

    benades feiz um jogo bom mais foi um pena o brasil pede ganho o jogos todo ma hora da alemanha pedeu foi um dicispero para todoa brasilero

  5. FERNANDO PIRES disse:

    Falou tudo!

  6. Ronan disse:

    Texto ridículo, simplista e preconceituoso!

  7. Matheus Marotta disse:

    Esse texto é de autoria de Mira Líbia Campos, médica e Dermatologista, residente em Ipatinga atualmente. Ela enviou o Texto ao marido Geraldo que enviou em um grupo de amigos no Whatsapp. Rapidamente virou um viral e tem vários Sites e pessoas compartilhando e postando e vários mudando a assinatura, como se fossem proprietários do texto.
    Quem faz isso não leu o trecho "Amar a pátria em um jogo de futebol e no outro dia roubar o país num ato de corrupção, seja ele qual for, furando uma fila, sonegando impostos, matando, roubando" ou fingiu que não entendeu ou é realmente um corrupto e se sente no direito de se apropriar de idéias.
    Para mim não passam de pessoas medíocres e mesquinhas.

  8. Márcia disse:

    Esse teste foi plagiado por muitos mas o autor verdadeiro chama-se Eduardo. É só olhar o horário das portagens
    Muito feio isso. Depois brasileiro quer exigir honestidade doa políticos que tem. A mudança começa por nos mesmos.

  9. Alessandra disse:

    Vamos ver se em outubro começa a mudança …

  10. Ronald disse:

    Esse texto é de autoria de Chico Estrella, ex jogador de futebol e atual comentarista de esporte da Rádio Clube de Vitória da Conquista, na Bahia.
    Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100006106452721&ref=ts&fref=ts

  11. Ricardo Estrela disse:

    O texto é de Chico Estrella, ex jogador de futebol e atual comentarista de esporte da Rádio Clube de Vitória da Conquista, na Bahia. Não de qualquer outra pessoa… Eu sei porque ele é meu pai!!

    • Dalberti disse:

      Concordo em parte com o texto acima. Tenho consciência que o Brasil tem muitos problemas que não são recentes, muitos deles estão relacionados com o descaso políticos e outros retratam bem as marcas da nossa história. Num artigo de Teresa Sales Ao adentrar nas raízes da desigualdade social na cultura política brasileira entende-se que no âmbito da sociedade escravocrata os homens livres e pobres, sujeitos ao favor dos senhores de terras, amesquinharam-se na sombra de suas dádivas. A cultura política da dádiva sobreviveu ao domínio privado das fazendas e engenhos coloniais, sobreviveu à abolição da escravatura, expressou-se de uma forma peculiar no compromisso coronelista e chegou até nossos dias. Entendo que as as políticas de distribuição de renda não pode ser consideradas como obra de um governo que transforma a população em parasita e sim como obra de um governo competente, que tem compromisso com o povo pobre e sofrido e sabe da dívida que o Brasil tem com essas pessoas. quem escreveu esse texto deveria ter vergonha ao afirmar isso, deveria passar alguns dias estudando a história do Brasil em vez de culpar apenas o governo pelos problemas deste país.

    • lucia martini disse:

      Belíssimo texto. Retrata fielmente as pessoas de bem, que fazem este país crescer.

  12. Cláudio de Castro disse:

    Um país que coloca sua seleção de futebol como importância maior que outras prioridades de verdade não tem o direito de crescer…A Alemanha não se tornou um país de primeiro mundo investindo no futebol, mas em educação básica. Assim como a Noruega, Finlândia, Suíça, Suécia, Canadá, entre tantos países desenvolvidos…enquanto o povo brasileiro estiver se lamentando por uma equipe esportiva de seja lá qual for o esporte, não merece prosperar…o que faz um país crescer é trabalho, estudo e persistência…o que seria de um povo que que torce pela sexta e odeia segundas…tenta levar vantagem em tudo…a única razão que algumas pessoas idolatram jogadores de futebol é porque não tentam melhorar suas vidas, daí precisam compensar suas frustrações em ídolos pré-fabricados…se trabalharmos, estudarmos, lutarmos por dias melhores para nós, teremos em 2018 a maior das alegrias que o povo brasileiro poderá ter, independente da colocação da seleção na Copa, daí uma possível vitória só será um complemento da alegria conquistada, e não a razão de tudo e a única chance de alegria de um povo…viva o povo brasileiro, dane-se a seleção e a copa…e leve a FIFA junto…alegria do povo deveria ser comida na mesa e dignidade, e não título de campeonatos…

    • Dalberti Alves dos Santos disse:

      Concordo em parte com o texto acima. Tenho consciência que o Brasil tem muitos problemas que não são recentes, muitos deles estão relacionados com o descaso políticos e outros retratam bem as marcas da nossa história. Num artigo de Teresa Sales Ao adentrar nas raízes da desigualdade social na cultura política brasileira entende-se que no âmbito da sociedade escravocrata os homens livres e pobres, sujeitos ao favor dos senhores de terras, amesquinharam-se na sombra de suas dádivas. A cultura política da dádiva sobreviveu ao domínio privado das fazendas e engenhos coloniais, sobreviveu à abolição da escravatura, expressou-se de uma forma peculiar no compromisso coronelista e chegou até nossos dias. Entendo que as as políticas de distribuição de renda não pode ser consideradas como obra de um governo que transforma a população em parasita e sim como obra de um governo competente, que tem compromisso com o povo pobre e sofrido e sabe da dívida que o Brasil tem com essas pessoas. quem escreveu esse texto deveria ter vergonha ao afirmar isso, deveria passar alguns dias estudando a história do Brasil em vez de culpar apenas o governo pelos problemas deste país.

  13. GUNNAR disse:

    o texto é do treinador sidney moraes do nautico (= e super bem falado

  14. Ari disse:

    Deveríamos ser campeões de honestidade, competência, produtividade, educação, saúde, segurança, justiça etc. Somente após esses títulos, poderíamos ser campeões de futebol.Não podemos continuar a ser o pais do samba, futebol, carnaval e corrupçao. Não podemos continuar sendo "bananas", sendo espoliados por políticos ladrões, corruptos que deveriam estar na papuda mas estão no comando do país, com os votos dos trouxas. Acorda Brasil. Está nas nossas mãos. Vamos deixar de ter vergonha de sermos brasileiros.

  15. Anônimo disse:

    Que saco de gente mal humorada que gosta quando a brincadeira acaba! Sempre tem que ter os apeladores de plantão, neste caso os ‘tumultuadores’ quebrando tudo e os chatos com as lições de moral contra quem tava curtindo a festa.
    É claro que o Brasil está longe da perfeição e que os países de "1° mundo" estão na nossa frente em muitos aspectos.. Mas agora a culpa é do esporte???? Quer dizer então que não precisamos de Copa, campeonatos, competição, nada que ajude a enraizar o gosto pelo esporte nas crianças? Não precisa né, não precisamos de "circo". Quer dizer que na Alemanha os jogado-res ganham menos que os nossos, ninguém se importa se seu time perder ou ganhar, eles praticam esportes porque nascem sabendo que faz bem à saúde e à sociedade e não porque um dia foram incentivados a gostar, e os torcedores da Alemanha estão agora analisando as políticas dos seus governantes em vez de comemorarem a vitória no jogo? Acho que não né?
    Engraçado como que antes de ter virado moda criticar a copa, o esporte sempre foi apontado como um aliado à educação na solução dos problemas das nações menos desenvolvidas. Agora é bonito criticar a copa como culpada por todas as mazelas, é bonito dizer que quem estava/está curtindo o evento está entre os alienados que se contentam com a política de pão e circo. Pra mim alienados são este monte de "maria vai com as outras", multiplicando comentários, críticas e posturas infundamentadas, e mais alienados ainda por não se perceberem como parte do jogo partidário muito bem montado com a exploração do analfabetismo funcional da maioria. É muito fácil tecer críticas sobre o que todo mundo já sabe que tá errado. Difícil é apontar soluções e isso não estou vendo ninguém fazer! A solução é manifestar? Como? quebrando tudo, estragando o patrimônio e estragando a festa? Não? Então a solução é nas urnas? Como, votando em branco? Ou escolhendo um candidato pelo que vc lê nas redes sociais sem saber da onde veio a informação e sem ter noção do resto da figura?
    Políticas econômicas à parte, o que muda um país é a educação, e não vamos avançar nisto massacrando o esporte. Sem o “circo” teria mais criminalidade e menos crianças na escola. Quem desvia o foco de questões mais importantes por causa do evento é porque já não tinha esse foco (no caso a consciência política) de qualquer forma, com ou sem copa. Eliminar as grandes competições nos esportes é andar pra trás, quando deveríamos era incentivar mais, nos outros esportes, nas ciências e nas artes, incentivar sim o patriotismo, o espírito competitivo e esportivo, que só levam o país pra frente. Estão crucificando os vilões errados…
    Eu quero é mais pão, mais circo e menos gente ignorante/irritante (leia-se mais educação).

  16. Salles Souza disse:

    Nada a ver, uma coisa não tem nada a ver com a outra, todos nós sabemos que nada vem de graça na vida, que devemos trabalhar e estudar, no texto o autor generalizou dizendo que todo brasileiro é malandro, corrupto e ladrão, para completar retiro parte do próprio texto: "Que sirva de lição para que nos agigantemos para construirmos um país melhor! "
    Lição de que? só se for para aprender a fazer gols contra um time em pane!

  17. Waldovy Coelho disse:

    Pelo valor do comentário, gostaria de saber quem é o autor do texto, pra agradece-lo.
    sds.

    • José disse:

      Amigo, tem TUDO a ver… isso é reflexo do nosso amadorismo, no nosso JEITINHO brasileiro de fazer as coisas, sempre deixar pro final, sem estrutura, sem treinamento, sem projeção, sem ética, isso tudo é reflexo, os 7×1 não foi culpa dos jogadores, esses caíram de gaiato… foi culpa de uma comissão técnica e de um técnico, que não se preparam como deveria, viram o time desestruturado e mesmo assim insistiram no erro… coincidência com nosso jeito de governar??? não… é fato… isso é transmitido pra tudo na vida do brasileiro, inclusive no futebol… imediatismo, a CBF acha que trocar de técnico a 1 ano da copa vai resolver, o técnico acha que a comissão técnica está preparada… e o time acha que o técnico saberá o que fazer no jogo… no final, ninguém estava preparado, no final a aposta era sempre de que no individual o Brasil levava vantagem… na vida real, a maioria dos brasileiros sempre pensam no individualismo, sempre "farinha pouca meu pirão primeiro" não é que todos sejam corruptos nem malandro, mas os que fazem direito são pouco valorizados, sofrem, sofrem, sofrem, são abafados… e quando dá alguma coisa errada, quem praticou o ato joga no colo de quem é correto… precisamos mudar nossa base se quisermos ter alguma coisa para ter orgulho, pois até o futebol nos traiu…

  18. paulo kasinsk disse:

    O texto está correto, chama para uma visão mais ampla do que é trabalho, disciplina e educação. E expõe, inversamente, a estupidez e o amadorismo, o que é a firula e o nosso eterno embromation. Pena que essa não é a lição que vai ficar. Como disse Lugano, o brasileiro é superficial, seu forte não é pensar com profundidade e vir à tona com o que de fato interessa: renovar-se e seguir em frente. Logo, logo chegará o Carnaval e outro lepo lepo fará a alegria desse povo indolente e acomodado. Ao comentarista Felipe, digo que não, se a nossa Seleção ganhasse não significaria que a Alemanha é um país esculhambado. O significado real é que continuaríamos mergulhados em mais "cem anos de solidão", olhando para o nosso umbigo e achando que somos o centro da perfeição. De qualquer forma, me resta um conforto e uma esperança: reconhecemos e soubemos aplaudir o espetáculo proporcionado pela Alemanha, um verdadeiro Concerto que deixou a todos maravilhados. Confesso que em certo momento pensei em estar vendo um videogame, tal a precisão dos movimentos e das jogadas. Um verdeiro "admirável mundo novo", título perfeito de um famoso livro de Aldous Huxley, e que serve tão bem..

  19. tiago disse:

    Vamos comemorar a alegria do grande legado q foi deixado…. vejamos em Natal não foi muito diferente das outras sedes… teríamos oito grandes intervenções no trânsito que foram reduzidos a duas e só foi entregue na última hora uma. .. prudente nem se fala… o fabuloso entorno do centro administrativo foi reduzido apenas ao pátio do estádio arena das dunas. O TLV ainda é uma lenda q só funciona na Europa ou se um dia usaremos será somente na próxima copa… nos restaram fome zero. Mobilidade zero. Educação zero saúde zero. A carga tributária e preços de produtos mais caros do planeta mas o melhor de tudo e a mentalidade de pessoas q acreditam na incompetência desses mesmos governantes q estão cavando a cova da nação.
    Ainda bem q o Brasil perdeu a Copa. .. só assim pra o povo perceber que a ilusão q estão pintando do q esta acontecendo na realidade é bem diferente.
    Acorda brasileiros vamos votar consciente. Tudo precisa mudar começando de nos mesmos.

  20. Gabriel Floripa disse:

    Seria legal oferecer a autoria do texto:
    Artigo publicado na sessão opinião do site emdireitabrasil.com.br por Dr Huygens Garcia – Chefe do transplante hepático do Hospital Universitário da UFC.

  21. Fabio disse:

    E o que é que a Presidenta tem a ver com isso? Agora tudo é usado contra ela. Era oposição incompetente. Porque não apresentam propostas ao invés de quererem ganhar no jogo sujo?

    • José disse:

      Representa o jeito brasileiro de governar, imediatismo, amadorismo, jeitinho brasileiro, falta de investimento na base, um plano de poder e não de governo (CBF e PT), se acham maior do que o Brasil e que os Brasileiros, e como a CBF o PT acha que todos são massa de manobra, bastar dar um bom espetáculo ou um bolsa família (curral eleitoral), ao invés de serem merecedores do voto pelo ótimo trabalho, que esse pão e circo é o suficiente pro povo esquecer dos problemas reais dos dois órgãos… eu me revolto com o PT pelo simples fato de que apostei neles a primeira vez, eles tinham o poder pra mudar esse País, eles tinham o apoio da população, tinham o apoio da economia, mas ao invés disso eles entraram no jogo político, ao invés de fazer história, e investir em um país melhor, na base, merecer o respeito dos brasileiros, caíram na corrupção, uma atrás da outra, e não é que os outros partidos não eram corruptos, mas é que o que se esperava do PT era não ser igual aos outros partidos… e eles fizeram igualzinho… então, se for ter corrupção, prefiro um partido que apresente um planejamento, e não um PT da vida que investe no curral eleitoral (em ano eleitoral aumentar o bolsa família, contratar médicos cubanos ao invés de melhorar a estrutura dos hospitais públicos e dos recursos desses, dar minha casa melhor ao invés de investir na capacitação dos trabalhadores brasileiros, investir em minha casa minha vida ao invés de investir na infraestrutura do país pra que gere mais empregos e as pessoas possam comprar sua casa, e etc.. posso passar o dia inteiro aqui mostrando cada falha de um governo que um dia eu acreditei…. como nosso Felipão, a Dilma deveria assumir a responsabilidade e ser honrada com o povo brasileiro e assumir que o Brasil hoje está vivendo uma crise por total INGERENCIA do nosso governo, e que ela se sente envergonhada de como as coisas está acontecendo e da corrupção que o partido dela infestou ainda mais o Brasil… mas ela não tem coragem… como sempre, é muito mais fácil ficar apontando o erro da oposição do que reconhecer os próprios erros e tentar mudar…

  22. Carvalho disse:

    Só restou ao brasileiro a alegria de poder dar uma sonora vaia na presidenta incompetenta no Maracanã.

  23. Felipe disse:

    So lembrando que futebol é um esporte, texto que tem um fundo correto, mais uma licao errada ! Se a selecao ganhasse , a Alemanha era um pais esculhambado ??

    • Luiz disse:

      Pelo que está escrito significa que se o Brasil ganhasse não é necessário trabalho, estudo, competência, honestidade, estratégia, organização para se construir uma grande nação e muito menos para se ganhar uma mera partida de futebol.

    • ana disse:

      No Brasil não ficaram prontas as estradas, os viadutos, os aeroportos e nem o time da seleção………….coincidência?! ou jeitinho brasileiro!!!

  24. Aerton disse:

    Alguns brasileiros sempre com a síndrome de "vira-latas", que pena que até no futebol os europeus tenha "reafirmado sua superioridade", mais uma vez nós sulistas aprendemos com os "mais desenvolvidos".
    Ridículo seu post! Um povo que tem precárias condições de saúde, educação e saneamento não pode ser chamado de traidor e malandro! Não somos honestos? Trabalhadores? Um indivíduo que recebe auxílio para se alimentar é um parasita?
    Tenho vergonha não de ser brasileiro mas, de brasileiros como você!

    • Fulano disse:

      Pode ter certeza que nós, os brasileiros de verdade, temos vergonha de pessoas assim, que pensam como voce, isso que atrasa nosso país, esse pensamento de "ta ótimo assim", ta ótimo nada meu amigo, ta uma merda. Basta sair na rua, vai ver um zilhão de individuos tentando se dar bem em cima de qualquer coisa, tentando dar um jeitinho, tentando subornar um policial porque ta bebado e dirigindo, tentando arrumar um QI pra entrar no corpo de bombeiros, ou então, dando jeitinho de continuar recebendo o bolsa esmola enquanto ganha uma grana com outras malandragens, é mais fácil, enquanto isso, pessoas como nós pagamos a conta, ou seja, aquelas que realmente trabalham, pois a grande maioria nesse país, não quer nada com a hora de brasilia.

    • Aerton disse:

      Em que país vc vive? Ou em que parte dele? Moro em um lugar onde se acorda cedo, onde as pessoas enfrentam um transporte público caótico, para chegar ao local de trabalho. Jeitinho talvez na sua casta, aqui em baixo é luta todo dia. A cada manhã se mata um leão…
      Quando a ajuda chega ( Uns 100 reais) é um alívio. Troca o seu emprego por uma bolsa família de 100 reais? Acorda!!

    • De disse:

      Petista comunista detected! Alerta!

  25. Luciano disse:

    O autor nao deve votar no Arrocho Neves, pois o mesmo já disse que vai aumentar ainda mais os programas sociais do governo Dilma.

  26. Meu deus disse:

    Óbvio que foi um vexame,um erro grave da formação tática, somado ao apagão completo, mas isto não define nem a seleção, muito menos o país.

COMENTE AQUI