Cabo da PM invade Governadoria em Natal, diz que não sairá do local e inicia greve de fome

Um cabo da Polícia Militar, em ato de desespero, invadiu a sede da governadoria, no Centro Administrativo em Natal nesta sexta-feira(05) e informa que está iniciando uma greve de fome. E que não sairá do local enquanto uma solução definitiva da categoria não forma tomada.

Em áudio emocionado que circula no Whatsapp, o cabo desabafa fala: “Estou aqui por vocês, por mim e pela minha família. Tenho dignidade e exijo respeito do Governo”.

Por fim, o cabo da PM fala em um outro áudio que não admite mais nenhum companheiro de farda morrer “por conta da injustiça do sistema, por conta dos governos e autoridades que fazem vista grossa”.

No início desta manhã, servidores foram surpreendidos com policiais cercando o acesso da governadoria, em solidariedade ao companheiro que invadiu o local. Situação depois foi normalizada.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. RODRIGO disse:

    Não faço parte de nenhuma das forças de segurança, nem tenho parentes nas mesmas. Porém todos os dias acordo pensando nesses pais de família que estão há pelo menos 1 mês sem receber seus salários. Penso em como estão sanando os débitos com os cartões, a escola dos filhos, o aluguel, o combustível do automóvel, e por fim a alimentação de suas famílias. Penso nos mais de 500 milhões que dispõe em caixa oTJRN, dinheiro esse de nós contribuintes e que ultimamente tem servido para fazer a farra dos já esnobes de nossa digníssima justiça. Sou um cidadão que estou revoltado com o que tenho visto e, que mesmo prejudicado pela falta de policiamento nas ruas apoio as atitudes desses homens e mulheres que todos os dias saem de suas casas e, que muitas vezes das suas vidas para proteger a sociedade. Em 2018 não vamos eleger esses senadores que aí estão, esses Deputados federais e estaduais. O poder de fazer diferente está em nossas mãos…

  2. Valmir disse:

    Sabemos que a situação é grave, mas não pode perder a razão, está se tentando uma solução e ela virar, estou em situação semelhante, pior são os que estão ameaçados de demissão. Calma tudo passa.

  3. Desalentado disse:

    Enquanto uns não tem o que comer, outros ganham 4700 de auxílio moradia. Mas o TCU e o MPF estão lá em Brasília, só no bem bom.

  4. Lulu disse:

    Ao corpo político do RN pedimos que cumpram suas obrigaçoes , a justiça do RN pedimos que horrem e cumpram a lei. CVS todos sao nossos empregados, façam-se cumpridores de suas tarefas… Cumpram a Obrigaçao que lhe fui posta com justiça, pq o que vcs estao fazendo com os servidores é de uma magnitud tao grave que muitas cabeças vao rilar. Olha o GCR está na porta de entrada, segura-se vcs politicos e gestores de todas as amplitudes estao encurralados sem saida. .. Lamento por vcs serem estas bostas que nos envergonharam. .. Vai todos ser condenados 1 por 1 aguardem faltam pouco pra vermos estes bandidos no xilindro e outros mortos. Se ex príncipes estao sendo mortos imagine estes politicos ladroes vagabundos. Intervençao militar ja. GCR fazendo a varredura.

  5. Paulo Silva disse:

    O governador devia assumir sua INCOMPETÊNCIA e entregar o cargo….

    • Daniel Sam disse:

      Como se um competente tivesse uma carinha de condão e gerasse 500 milhões na hora…

    • Silvio50 disse:

      O governo poderia economizar dispensando o verdadeiro exército de fakes que povoam as redes sociais defendendo o governador e tentando dividir com as demais autoridades a sua completa incompetência.

  6. Ricardo disse:

    Os trabalhadores e a sociedade apoiam a luta dos policiais civis e militares por melhores condições de trabalho e dignidade, agora os outros trabalhadores que também estão passando pelo mesmo problema só pedem a esses policiais, que muitas vezes partem com extrema violência contra outras classes de trabalhadores quando estão nos seus direitos de também buscar o melhor para sua classe, que reflitam e vejam que quem manda bater nos outros trabalhadores são esta classe de privilegiados que estão sempre no poder e mamando do dinheiro do Estado. Somos todos trabalhadores e merecemos respeito também.

  7. WandeC disse:

    Total desrespeito do governo para com aqueles que arriscam a vida para defender a sociedade.
    E eles fazem isso em troca de um salário miserável, que está deixando de ser pago.

  8. JOÃO VITOR disse:

    Sabe o que se chama isso? Desespero por ter não ter dinheiro para ele pagar as suas contas e nem colocar o pão na sua mesa, para esse policial falta o básico. Imagino o estado de nervos dessa classe, que já trabalha no limite, por ter não ter condições dignas de trabalho e muito menos humana, pois lhes é negado tudo isso e muito mais, e quem paga o preço mais alto é a sociedade como um todo, pois o Governador e sua família está rodeado de seguranças por todos os lados e onde quer que eles vão, e tudo pago com o dinheiro do povo, pois não é pago com o dinheiro dele não. É lamentável que isso esteja ocorrendo com esse policial, talvez ele tenha acordado hoje sem ter o que comer na sua mesa, talvez a sua despensa esteja vazia, as suas contas todas atrasadas, água e luz cortadas quem sabe até, ninguém sabe o que passa um ser humano desse por não ter como cuidar de si e de sua família, aí ele não tem a mínima condição psicológica de cuidar da segurança de uma sociedade que vive com medo de tanta violência. Continuo sem acreditar, assim como tantos outros que não é falta de dinheiro não, é falta de gestão, é falta de fazer o necessário e cortar drasticamente o desnecessário. Acorda RN! Acorda Brasil! Estamos em um DESgoverno por todas as partes. Total apoio a esse policial que se encontra em desespero, pois um ato desse é de quem está profundamente descontrolado emocionalmente pelo dano que o Estado lhe causou, essa é a mais pura verdade. Fico indignado, revoltado, por ver que esse cidadão está passando por isso, não sei nem quem é, mas é um homem que foi posto pra nos defender e hoje é ele quem tá precisando de defesa e de nosso apoio.

  9. País podre disse:

    #euapoioosservidores

  10. Frasqueirino disse:

    Tem policial armado na Governadoria. Os funcionários estão sendo avisados pelas redes sociais para nao não se dirigirem ao local.
    Situação caótica. Acabou o diálogo. Governo perdendo o controle da situação.

COMENTE AQUI