CGU garante que governo vai demitir servidores que embolsaram auxílio emergencial “a bem do serviço público”

Após constatar que impressionantes 396.316 servidores fraudaram o auxílio emergencial de R$600 pagos pelo governo a pessoas pobres, o próximo passo do governo, por meio da Controladoria Geral da União (CGU) será “separar o joio do trigo” para depois “literalmente, cortar cabeças”, segundo o ministro Wagner Rosário afirmou à coluna. Serão poupados só aqueles cujos nomes e CPFs foram usados por golpistas. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Servidores que embolsaram os R$600 serão demitidos a bem do serviço público e responderão por crimes como peculato e falsidade ideológica.

Entre os 396.316 agentes públicos que afanaram quase R$280 milhões (exatos R$279.674.400,00) estão 17.551 militares da União.

A CGU também identificou um total de 7.236 servidores federais, mas a grande maioria (371.529 servidores) está no DF, estados e municípios.

O ministro-chefe da CGU afirmou que tem como identificar os servidores que cometeram fraude para se apropriar do dinheiro público do auxílio.

DIÁRIO DO PODER

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Azevedo disse:

    Parabéns a CGU, pois o que esses funcionários públicos fizeram não foi propriamente embolsar o auxílio emergencial e sim roubaram a união. Esse ato é para colocar esses bandidos atrás de um presídio de segurança máxima.

  2. Eu disse:

    Recalques contra militares ?
    Estranho
    Muito gado vermelho

  3. João Macena disse:

    Tem que demitir todos. Civis e militares. Agora, estou na arquibancada para ver. Particularmente, não acredito. Estamos no BRASIL! João Macena.

  4. .40 disse:

    Era pra ter começado pelos militares.

  5. Carlos Henrique Chal disse:

    A punição tem que ser exemplar para todos.
    E o militares vão ser excluídos a bem da disciplina e ter seus soldos da reserva cancelados.
    Todos foram desonestos independente do regime a que estejam ligados.
    Dois pesos e duas medidas distintas.

  6. Manoel C disse:

    Eu duvido demitir servidor, duvidando mais ainda se o mesmo for militar.

  7. Jailson disse:

    O militares estão fazendo uma farra grande c o dinheiro alheio

  8. Observando. disse:

    Correcao. Servidores federais envolvidos seriam a principio 7 mil. Mas CGU nao pode demitir servidor estadual e municipal. Pode representar ao MP e ao ente estadual e municipal.

  9. Observando. disse:

    Sao pouco mais de 600 mil servidores federais na ativa. Entao vai demitir metade. Sei……

  10. Sergio disse:

    Medida corretíssima. Mas, e os militares que receberam e calaram?

  11. Joao disse:

    Vai demitir os militares que receberam também?

COMENTE AQUI