Chuva de meteoros atinge a Terra nesta semana; saiba como assistir

Ilustrativa

Terra será agraciada por uma chuva de meteoros intensa nesta semana. Chamada de Perseidas, a chuva ficará ainda mais forte entre as madrugadas dos dias 12 e 13 de agosto no hemisfério Sul. Isso acontece porque, às vezes, o nosso planeta passa pela cauda de um cometa. Neste caso, do Swift-Tuttle.

Mas de onde vêm esses meteoros? Segundo a Nasa, em termos de direção no céu, a resposta é a constelação de Perseus. “É por isso que a chuva de meteoros é conhecida como Perseidas”, explica a agência espacial em uma publicação em seu blog oficial.

Como assistir à chuva de meteoros?

Quem está no hemisfério vai ter mais sorte do que os brasileiros, por exemplo. Isso porque, neste ano, a Lua estará na fase minguante gibosa, quando o satélite começa a perder a iluminação, mas ainda tem luz o suficiente para atrapalhar a chuva de meteoros — uma vez que ambos estarão visíveis ao mesmo tempo e a Lua pode acabar (literalmente) minguando a vista da chuva de meteoros.

Por aqui, será possível observar cerca de 15 meteoros por hora, enquanto no norte da Terra será possível ver de 45 até 90 e o ápice da chuva será amanhã, no dia 11.

Apesar disso, a Nasa afirma que “a Perseidas é rica em meteoros brilhantes e bolas de fogo, então ainda valerá a pena sair bem cedo de manhã para ver alguns dos fogos de artifício da natureza”.

Exame