Deputado diz que “não tem duvida” da transação envolvendo o mandato de Jean Wilis para David Miranda

O deputado José Medeiros (Pode-MT) vê “confirmação da obscuridade” no caso da movimentação considerada suspeita pelo Coaf de R$2,5 milhões nas contas do deputado David Miranda (Psol-RJ), casado com o jornalista Glen Greenwald. Medeiros pediu à Procuradoria-Geral da República para investigar possível compra do mandato do ex-deputado Jean Wilis (Psol-RJ) para favorecer Miranda, que era o suplente.

“É caso de polícia”, insiste o deputado José Medeiros, que agora não tem dúvidas da transação envolvendo o mandato.

“Onde tem fumaça, tem fogo, agora é impossível descobrir esse fogo”, disse José Medeiros, sobre as revelações do Ministério Público do RJ.

Para Medeiros, a situação é surreal e mostra que há cidadãos de 1ª e de 2ª. “Temos um sujeito de outro país que não pode ser investigado”.

CLÁUDIO HUMBERTO

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivan disse:

    Engraçado, e o caso Flávio Bolsonaro ficou mesmo no esquecimento?

  2. Ricardo disse:

    SEM DÚVIDAS!
    Tem coisas que são óbvias!
    Só falta vontade de provar.
    O jornalistazinho gringo tá com o fo fo piscando de medo! kkk

  3. Azevedo disse:

    Tá na cara que o complicado vendeu o mandato, é só a PF e o MP apurar que vai constatar, é batom na cueca.

  4. Riva disse:

    Ou provam que David cometeu ilícito ou fica provado que a justiça tá aparelhada pelo Moro . Essa denúncia tem tudo pra virar mais um tiro no pé

    • joaozinho disse:

      Justiça aparelhada por Moro? deve ser petista pra falar algo assim. Quem aparelhou com corrupcao e safadeza durante mais de uma decada foi o PT. E lula ta preso por corrupcao, tentando sair com apoio da quadrilha.

    • Riva disse:

      Cara, pt tá falido, já era. O problema agora é outro.

COMENTE AQUI