Deputado quer extinguir justiça do trabalho

O deputado federal Paulo Eduardo Martins (PSC/PR) anunciou por meio de suas redes sociais que está coletando assinaturas no Congresso Nacional para uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que extinguiria a Justiça do Trabalho e o Ministério Público do Trabalho, que pela proposta seriam readequados na Justiça Federal. O polêmico projeto já tem gerado repercussão no meio jurídico.

No projeto proposto pelo deputado, Na proposta, é descrito que “fica extinto o Tribunal Superior do Trabalho” e que “ficam extintos os Tribunais Regionais do Trabalho”. Com isso, o texto dispõe que Será concedida aposentadoria com subsídios integrais aos Desembargadores dos Tribunais Regionais do Trabalho, na data da publicação desta emenda constitucional. Os servidores do TST fossem redistribuídos para o STJ, TRF da 1ª região e a Justiça Federal.

Leia a notícia na íntegra AQUI no Justiça Potiguar

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cesar Bomone disse:

    PARABÉNS DEPUTADO, a população não aguenta mais custear os gastos milionários dessa justiça.

  2. Andréa disse:

    E como este super" deputado pensa que os funcionários demitidos vão conseguir resolver seus direitos quando o empresário "esperto" ( só o que tem) disserem que não vão pagar os direitos do funcionário? A quem vão recorrer? A ele? Com certeza ele e um deste que não paga aos funcionários o que é de direito.

  3. Thalia disse:

    Foi uma luta extinguir os tais "juízes classistas".
    Será pedreira extinguir essa justiça trabalhista que, de fato, não tem necessidade de existir.
    A Justiça Federal poderia se encarregar de resolver as questões trabalhistas.
    Mas tb seria bom extinguir a justiça militar. Também não serve para nada.
    Essa CF/88 foi um criadouro de órgãos ineptos e custosos ao povo brasileiro.

  4. LAMPEJÃO disse:

    QUAIS PAÍSES DE PRIMEIRO MUNDO EXISTE JUSTIÇA TRABALHISTA????

  5. Rapha disse:

    Y corretíssimo

  6. Pedro disse:

    Parabéns!!!
    Se fosse do RN tinha meu voto!
    Assino na hora.
    Justiça cara e inservível.
    Palácios suntuosos e mal aproveitados, vamos dar força a essa ideia.

  7. Joaquim disse:

    Parabéns deputado

  8. Joaquim disse:

    Ter não serve pra nada

  9. Mauro disse:

    Esse Deputado tem que ser indicado para o prémio Nobel.

  10. Papo_Reto disse:

    Canalha

  11. rocha disse:

    Pense numa atitude digna de aplausos, não prejudicaria nenhum dos servidores aquinhoados neste "poder", o que de certa forma e maneira geraria uma economia exorbitante, só no corte de regalias que os poderosos desembargadores do TRT usufruem com o dinheiro do governo e dos brasileiros.

COMENTE AQUI