Desempenho de Boulos faz PSDB acender alerta sobre abstenção e vice de Covas

O desempenho do candidato Guilherme Boulos (PSOL) na reta final da campanha paulistana gerou preocupação no PSDB do prefeito Bruno Covas em duas frentes.

Primeiro, a abstenção, que afetou mais o tucano no primeiro turno. Segundo, o crescente foco na situação de seu vice, Ricardo Nunes (MDB).

Como mostrou o Datafolha, Boulos passou de 35% para 40% quando o critério é o de votos totais, o que permite ver de onde eles vieram: de quem ia votar em branco, nulo ou estava indeciso.

No critério que vale no dia da eleição e dá a medida da distância entre os candidatos, o de votos válidos, que excluem brancos, nulos e indecisos, o psolista oscilou positivamente para 45%, reduzindo a distância a dez pontos a menos do que Covas.

Apesar de ter oscilado negativamente nos válidos (de 58% para 55% em relação à semana passada), o tucano permaneceu estável com 48% totais.

Segundo a Folha ouviu de estrategistas da campanha, lideranças tucanas e analistas eleitorais, a situação é de alerta, mas não de pânico, já que Boulos não roubou votos que já eram de Covas.

Ainda há um cesto de 9 pontos de branco/nulo e 3 pontos de indecisos, na contagem total. É improvável que o psolista pegue todos para si.

Aí surgem os complicadores. No primeiro turno, a abstenção foi alta, 29,3%, por fatores que vão do desinteresse à pandemia, passando pela facilidade de justificar ausência na urna via aplicativo.

Covas viu os distritos em que tinha melhor intenção de voto (com moradores mais pobres e menos escolarizados) registrar abstenções na casa dos 40%. Além disso, o grupo em que tem melhor desempenho é o dos maiores de 60 anos (73% ante 27% dos válidos).

O segmento soma 22% da amostra do Datafolha. E são essas pessoas que podem decidir não ir votar temendo a Covid-19, dado que integram uma das populações sob maior risco de complicações.

O prefeito está fazendo, em suas caminhadas de campanha, apelos a líderes comunitários e religiosos para que conclamem o eleitorado no domingo (29).

Nesta terça (24), o outro problema que preocupa os tucanos se colocou: o vice.

Em pesquisas qualitativas do PSDB e do PSOL, o envolvimento de Nunes com a chamada máfia das creches, conjunto de empresas fornecedoras de conveniadas da prefeitura, é pouco citado.

Nesses grupos, um antigo boletim de ocorrência de violência doméstica envolvendo a mulher de Nunes, assunto que os dois dão como superado, surge mais vezes.

Covas reagiu com contrariedade nesta terça, quando foi perguntado durante uma sabatina na rádio CBN acerca da questão.

“É impressionante como vocês são pautados pela propaganda do PSOL. Fico horrorizado com isso, como gostam de acabar com a vida do meu vice sem denúncia”, disse.

Um trecho do boletim de ocorrência que tratou do caso foi então lido no ar: “Inconformado com a separação, Nunes não lhe [à esposa] dá paz, vem efetuando ligações proferindo ameaças, envia mensagens ameaçadoras e invade a sua casa, onde faz escândalos e a ofende com palavrões”.

Covas havia feito a mesma acusação a jornalistas na noite anterior, durante entrevista com Boulos ao programa Roda Viva, na TV Cultura.

Apesar dessas preocupações, por ora o PSDB não pretende alterar a formatação da campanha de Covas.

FOLHAPRESS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco Costa disse:

    Não acredito que os paulistanos vão votar nesse lixo. Vão afundar São Paulo e por tabela, o Brasil, já que é o maior município do país com a maior arrecadação. Vão se lascar.

  2. Calígula menininha do Pr. disse:

    Achei fraco o debate no roda viva, na verdade nem debate foi. Ninguém atacou ninguém, não falaram mal, não xingaram.
    Se eu quisesse civilidade, não assistiria política.

  3. Manoel disse:

    #VaiBoulos!

  4. ACETEM QUE DOI MENOS disse:

    O barbudinho é duro…..o bicho é duro….O Boulos é duro…..Quem não quiser cair se deite que o barbudinho é duro…..kkkkkkk. Aceitem que doi menos. Kkkkkk. O choro é livre. Kkkkk.

    • avelino disse:

      SERÁ QUE SÃO PAULO TERÁ QUE PASSAR POR MAIS UMA LIÇÃO PARA APRENDER QUE COMUNISTA, NÃO QUER O BEM DE NINGUÉM A NÃO MANTER O PARTIDO, OU VAI TOMAR UMA ATITUDE E MORALIZAR O BRASIL. LEMBREM-SE 1964.

  5. JAG disse:

    Tomara que Boulos ganhe para os paulistas se rearem e pararem de brincar de votar.

    • Greg disse:

      Brincar de votar foi o que o Brasil fez colocando Bolsonaro na presidência.

  6. Jailson disse:

    Covas tá doente e o vice dele é todo enrolado c corrupção.
    É Boulos!!

  7. chupaaa disse:

    Boulos na cabeça…muda Brasil urgente

COMENTE AQUI