Polícia

DEU RUIM: Homem finge mal-estar para não pagar conta de R$ 6 mil em bar mas acaba preso

Foto: reprodução/Polícia Civil

Um homem foi preso em flagrante na manhã desse sábado (16/4), em Goiânia-GO, depois de fingir que estava passando mal, para sair de um bar sem pagar a conta. O consumo do rapaz no estabelecimento, localizado no Setor Marista, bairro nobre e conhecido por bares famosos, somou R$ 6.275,00.

À polícia, o gerente do restaurante informou que o suspeito chegou ao local acompanhado de um amigo e algumas mulheres, e que consumiu bastante bebidas e comidas. Pouco tempo depois, o acompanhe e as mulheres foram embora deixando o homem, identificado como Ruan Pamponet Costa, sozinho.

Tentativa de golpe

Opinião dos leitores

  1. Esses eleitores e amigos do pilantra são fogo, em todo canto mentem, querem gozar dos honestos e riem do povo. Esse aí tem uma folha corrida parecida com a do ex tudo, vários processos no lombo, sempre com a justiça aliviando a sua barra, devia pelo menos levar um cacete, sim, NostraDeu vc tomou o Gardenal hoje? Cuida minino toma, saia do banheiro.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Caso Milton Ribeiro: STF impõe sigilo à investigação sobre suposta interferência de Bolsonaro na PF

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) pôs em sigilo nesta quinta-feira (30) a investigação que apura se o presidente Jair Bolsonaro interferiu na Operação Acesso Pago, da Polícia Federal, que mirou o ex-ministro Milton Ribeiro. Com a decisão da Corte, as diligências e os atos processuais passam a tramitar com restrição de acesso.

Assim que os autos do processo chegaram ao Tribunal, encaminhados pelo Ministério Público Federal (MPF), após decisão do juiz Renato Borelli, da 15ª Vara Federal de Brasília, o sigilo foi aplicado. A operação foi deflagrada após denúncias da existência de um esquema de tráfico de influência no Ministério da Educação.

Milton Ribeiro é acusado de ser o líder do esquema de tráfico de influência. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), ele recebeu pastores em seu gabinete para negociar o envio de verbas para prefeituras indicadas pelos religiosos. Em troca da articulação, segundo as investigações, os religiosos Arilton Moura e Gilmar Santos receberiam propina.

O juiz de primeira instância enviou o processo ao Supremo a pedido do MPF, após Milton citar o presidente Jair Bolsonaro em uma conversa telefônica com a filha. Milton disse ter sido informado pelo presidente de que poderia ser alvo de “busca e apreensão”. A PF apura se o chefe do Executivo teria vazado ao ex-ministro informações de que ele poderia ser alvo das diligências.

Milton chegou a ser preso, junto aos pastores, na Operação Acesso Pago. No entanto, foi solto por decisão do ministro Ney Bello, do TRF-1.

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Advogada levava mensagens com instruções para o crime organizado, diz secretário de Administração Penitenciária

Foto: Adriano Abreu

O titular da Secretaria Estadual de Administração Penintenciária (Seap), Pedro Florêncio, explicou a prisão de advogada no Pavilhão Rogério Coutinho, da Penintenciária de Alcaçuz.

O caso ocorreu nesta quinta-feira (30), após a profissional do direito entrar no parlatório para falar com dois detentos, com um questionário em branco e sair de lá com ele respondido.

Segundo o secretário, nas respostas havia indicação para estruturação do crime organizado em Natal e mensagens lideranças criminosas.

VEJA MAIS: Advogada é presa após passar bilhetes para detentos em Alcaçuz

“Foi detectado eles falando em palavras-chave com a advogada. Falaram, inclusive, o nome de lideranças do crime organizado que progrediram de regime e estão foragidos”, disse o secretário. De acordo com ela, a advogada não atuava no processo dos presos com quem teve visita.

A unidade onde os presos estão cumprindo pena é considerada de segurança máxima no Rio Grande do Norte. Os dois presos relacionados na ação respondem por crime de tráfico de drogas, e um deles também por roubo a banco.

O questionário mencionado pelo secretário foi averiguado a pedido dos policiais penais à advogada, o que foi atendido e comprovado a suspeita, de acordo com o secretário. Entre as respostas, o documento continha informações de quem deveria “mandar” em áreas da cidade, além de mensagens para outras lideranças do crime organizado.

“É importante que toda a sociedade entenda que o que secretaria busca é excelência, é segurança do sistema prisional, porque implica na segurança nas ruas, na paz social, na diminuição da criminalidade. Quando a gente exige que o advogado apresente toda a documentação que entra ao parlatório e sai é para que a gente possa impedir que a comunicação de crime ocorra”, disse Pedro Florêncio.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

COVID: Brasil registra 291 óbitos e 75 mil casos nas últimas 24h

Foram divulgados os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quinta-feira (30), de acordo com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass):

– O país registrou 291 óbitos nas últimas 24h, totalizando 671.416 mortes;

– Foram 75.139 novos casos de coronavírus registrados, no total 32.358.018;

A média móvel de óbitos nos últimos sete dias é de 217. A a média móvel de novos casos é de 56.462.

O ministério da Saúde calcula que mais de 30,7 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Oito vereadores e vice-prefeita de Parnamirim declaram apoio a Taveira Júnior

Em almoço realizado hoje (30) na sede da ANORC, no Parque Aristófanes Fernandes, oito vereadores de Parnamirim e a vice-prefeita Kátia Pires declararam apoio ao pré-candidato a deputado estadual Taveira Júnior. Estiveram presentes os vereadores Michael Borges, Wolney França, Vavá Azevedo, Marquinho da Climep, Carol Pires, Afrânio Bezerra, Thiago Fernandes e Léo Lima.

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Parnamirim Wolney França afirmou que “os vereadores têm sentido nas suas bases e nos bairros de Parnamirim que existe a necessidade de o terceiro maior município do estado voltar a ter um representante da terra, um nome local na Assembleia”.

A vice-prefeita Kátia Pires afirmou que “o pré-candidato Taveira Júnior traz um sentimento de pertencimento, para todos nós que queremos uma Parnamirim bem representada na Assembleia”.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Ação de PMs é investigada após bandido e refém morrerem em capotamento na Prudente durante perseguição

Foto: Reprodução

Três policiais militares de Natal, sendo um sargento e dois soldados, estão sendo investigados em um inquérito policial por possível excesso em uma perseguição a um carro tomado de assalto que deixou duas pessoas mortas em agosto do ano passado. O caso é tratado como “provável crime doloso contra a vida”.

O resultado da perseguição foi mostrado pelo PORTAL DA 98 FM e ganhou ampla repercussão na imprensa local. Várias emissoras de TV e rádio mostraram o caso ao vivo na tarde do dia 18 de agosto de 2021. Durante a perseguição, o carro tomado de assalto e a viatura que vinha em acompanhamento despencaram de uma altura de 10 metros e acabaram caindo na Avenida Omar O’Grady, prolongamento da Avenida Prudente de Morais.

O que está em apuração no inquérito é a atuação dos policiais, por ter resultado em duas mortes. Na semana passada, seguindo entendimento do Ministério Público, a juíza Ana Cláudia Secundo da Luz e Lemos decidiu que o caso deve seguir para a Justiça Comum.

“A apuração de provável crime doloso contra a vida, de prática atribuída a policial militar contra civil, resulta na incompetência da Justiça Militar Estadual. (…) Trata-se de infração cometida no exercício da função pública de policial militar, ou em razão dela, em desfavor de civil, mas prevalece a atuação do Tribunal do Júri, que também possui previsão constitucional”, escreveu a magistrada.

A juíza complementa que, no curso do processo, pode haver o reconhecimento da exclusão de ilicitude, caso seja comprovante o “estrito cumprimento do dever legal”.

98 FM

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Datena vai ao ar na Band e confirma desistência de candidatura ao Senado

Foto: Reprodução

O apresentador José Luiz Datena (PSC) desistiu de concorrer a uma vaga no Senado nas eleições deste ano. O anúncio foi feito no início do programa Brasil Urgente, na Band. O comunicador é o líder das pesquisas de intenção de voto em São Paulo.

“Em primeiro lugar queria deixar a minha palavra de carinho para com o Presidente da República que hoje de manhã deu uma declaração que tinha me escolhido como candidato de São Paulo. E foi isso mesmo que foi acordado, mas eu pensei bem e resolvi seguir o meu caminho. Mas obrigado a ele por ter confirmado o acordo que aconteceu, não foi por parte dele que não deu certo. Quando considerei me candidatar ao Senado, a outros cargos nessas eleições, em outras anteriores, eu mantive um mesmo aliado preferencial que me acompanha e que também é acompanhado por mim desde o início da minha carreira”, disse.

UOL

Opinião dos leitores

  1. É a boiada imunda passando vergonha 24h por dia..
    Datena pulou uma fogueira 🔥 e grande..
    Kkkk
    Deve ter pensado: “vou me afastar desse corno”
    🤣🤣🔥🔥

  2. Tenham calma, certamente nosso presidente está com uma ótima estratégia para assegurar que levará no primeiro turno

  3. Depois que Bolsonaro declarou o apoio ele desistiu pra não levar lapada nas urnas. Kkkkkk

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

OPERAÇÃO HIGIA: TRF absolve parcialmente condenados na operação

Foto: Reprodução

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região julgou recursos de condenados na Operação Higia, ocorrida em 2008, que apontou esquema de desvios de recursos públicos na área da saúde pública.

Na primeira instância, foram condenados em 2013 Lauro Maia, Edmilson Pereira de Assis, Francisco Alves de Sousa Filho, Herbert Florentino Grabriel, Rosa Maria D’Apresentacao Figueiredo Caldas Castim, Ulisses Fernandes de Barros e Jane Alves de Oliveira e vários crimes relacionados à fraude a licitações e desvio de recursos públicos na Secretaria de Estado de Saúde.

Agora o Tribunal declarou intempestiva a apelação do Ministério Público e, quanto a apelação dos Réus, absolveu Edmilson Pereira, Rosa Maria, Ulisses Fernandes e outros. Manteve a condenação de Lauro Maia apenas no que diz respeito ao tráfico de influência e quanto a Herbert Florentino manteve a condenação apenas pelo crime de estelionato.

Justiça Potiguar

Opinião dos leitores

  1. Pense em uma coisa boa, é roubar aqui no Brasil, não da problema nemhum, não deu para o maior larapio da historia ia da para esses iniciantes

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meio Dia RN

[VÍDEO] MEIO–DIA RN: Confira o programa desta quinta-feira

Confira o programa desta quinta-feira (30). O MeioDia RN, com este blogueiro, debateu os principais assuntos no Estado, pelo país e no mundo.  Clique abaixo e assista via YouTube.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Celebridades

Com hérnia de disco, Wesley Safadão se afasta temporariamente dos palcos

Foto: Reprodução

Após ter cancelado shows no último final de semana, o cantor Wesley Safadão teve de se afastar temporariamente dos palcos. A assessoria do artista publicou um comunicado no perfil oficial do Instagram nesta quarta-feira (29) dizendo que o motivo se deu por orientação médica.

Conforme a nota, Wesley sentiu dores na coluna e dormência nas pernas e foi diagnosticado com “hérnia discal entre a terceira e a quarta vértebra lombar, com estreitamento do canal vertebral e importante compressão das estruturas neurológicas dentro deste canal”.

O cantor teve de ser internado “para tratamento intenso” e permanecerá em repouso. Por isso, todas as apresentações agendadas até o dia 6 de julho foram canceladas.

Nesta quinta-feira (30), o perfil de Wesley publicou um vídeo do artista cantando a música gospel Deus Tem Um Plano, gravada pelo cantor no ano passado. Nos comentários, o cantor agradeceu o carinho dos fãs.

Estadão Conteúdo

Opinião dos leitores

    1. Se aproxima mais ainda de uma cela na papupa, só se for!!
      Ele falou que fechou com Datena, mas o Datena desistiu da candidatura ao senado…
      Kkkkkkkkk
      🤣🤣🤣🤣
      🔥🔥🔥🔥🔥
      Outro Grande dia 👍🏻

    2. Você quis dizer que Bolsonaro se afasta da reeleição e se abraça com corrupção e perversão. Esqueceu Deus,pátria família. Caiu a carapuça

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Limite de gasto para as campanhas eleitorais de 2022 é definido pelo TSE

Foto: Roberto Jayme

Nesta quinta-feira, 30, foi decidido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que o limite de gastos das campanhas nas eleições será o de 2018, atualizado pela inflação no período. O Congresso define os limites de gastos um anos antes da eleição. Isso não aconteceu. Em dezembro do ano passado, o TSE decidiu que poderia definir os valores.

Em 2018, o teto de gastos para candidatos foi de:

– Presidente da República – 1º turno: até R$ 70 milhões; Presidente da República – 2º turno: até R$ 35 milhões; Deputado federal – R$ 2,5 milhões; Deputado estadual ou distrital – R$ 1 milhão.

O valor concreto dos novos tetos de para as eleições de 2022 não foram divulgados pelo TSE. Porém, o ministro do STF,  Alexandre de Moraes, destacou durante a sessão que haverá quase um quarto de acréscimo de limite para cada candidatura, já que a inflação acumulada no período foi de 26,21%.

Se considerado esse percentual de reajuste, os novos valores passariam para:

Presidente da República – 1º turno: até R$ 88,35 milhões; Presidente da República – 2º turno: até R$ 44,17 milhões; Deputado federal – R$ 3,15 milhões; Deputado estadual ou distrital – R$ 1,26 milhão.

O limite de gastos varia de acordo com o eleitorado de cada unidade federativa para os governadores e senadores.

Agora RN

Opinião dos leitores

  1. Líder sob Bolsonaro vence licitações com preços perto do dobro de concorrentes
    Engefort obteve contratos com valores superiores aos de estados vizinhos; empreiteira e estatal dizem seguir lei

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *